Após incêndio em subestação, Celpe informa que serviço foi normalizado

Resultado de imagem para Celpe

 

 

A Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) informou, no início da manhã desta quarta-feira (31), que o serviço foi restabelecido e a luz voltou às localidades atingidas pelo desligamento do sistema provocado por um incêndio na Subestação São Benedito, em Peixinhos, em Olinda, na noite de terça-feira (30). A empresa disse, ainda, que todas as cargas já estão normalizadas. Um forte clarão assustou moradores de alguns bairros da cidade e do Recife.

Os primeiros bairros, nas imediações de Peixinhos, local do acidente, voltaram a ter luz, segundo a Celpe, por volta da 0h. Às 3h, o problema já havia sido resolvido, garantiu a companhia. A empresa informou também que as causas do acidente ainda estão sendo investigadas.

Na noite de terça, pelas redes sociais, moradores de algumas áreas do Recife também relataram falta de energia. Em parte de Boa Viagem e Pina, na Zona Sul, por exemplo, por volta das 4h30 desta quarta, havia trechos sem luz. A Celpe afirmou que o problema nesses pontos não teve relação com o incêndio ocorrido em Olinda.

Fogo

O incêndio assustou moradores e várias áreas. Pelas redes sociais, algumas pessoas relataram ter visto luzes muito fortes. Apesar de o problema ter sido registrado em Olinda, moradores de bairros do Recife, como Casa Amarela, Espinheiro e Rosarinho, informaram ter visto o clarão a uma distância de quase 6 quilômetros.

O Corpo de Bombeiros foi acionado e enviou equipes ao local. De acordo com a Celpe, faltou luz em localidades de Olinda próxima à subestação, como parte dos bairros de Aguazinha, na cidade, e no Arruda e Água Fria, no Recife, por volta das 23h.

O técnico em equipamento hospitalar Leonardo Vila Bela estava saindo da casa da mãe, próximo ao local, e conta ter visto o clarão, seguido de muito barulho e chamas. “Eu estava saindo da casa da minha mãe, em Peixinhos. Muito fogo mesmo, eu ainda demorei a começar a filmar. Era um monte de clarão e barulho de tensão. Assustou muita gente, o bairro ficou parecendo dia”, conta Vila Bela.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>