Após reeducando ser carbonizado, 32 internos fogem de unidade da Funase na Zona da Mata de PE

Internos fugiram do Case de Vitória de Santo Antão, na Mata Sul de Pernambuco (Foto: Mauro Filho/Funase/Divulgação)

Um interno da Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase) foi morto por outros reeducandos na tarde desta sexta-feira (24), no Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) localizado em Vitória de Santo Antão, na Zona da Mata Sul de Pernambuco. Após ser arrastado de um bloco para outro da unidade, ele foi espancado por outros internos e morreu carbonizado, segundo a assessoria de imprensa da Funase. Em seguida, 32 reeducandos fugiram da unidade.

De acordo com a assessoria de comunicação da Funase, a rebelião teve ínicio às 15h15 e a Polícia Militar chegou ao local por volta das 17h. Até a hora de publicação desta matéria, quatro internos tinham sido recapturados por policiais militares e outros 28 continuam foragidos.

A Corregedoria da Funase apura as causas da rebelião e da morte do interno, que ainda não foi identificado. Com capacidade para 72 reeducandos, a unidade de Vitória de Santo Antão abrigava 61 adolescentes com idade entre 15 e 16 anos incompletos.

Reincidência

Um outro tumulto na mesma unidade foi registrado na segunda-feira (20). Na ocasião, 11 internos fugiram do Case Vitória de Santo Antão. De acordo com nota enviada pela entidade para explicar o fato, a Corregedoria da Funase iria abrir uma sindicância para apurar o ocorrido. (G1)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *