Arbitragem de vídeo decide e Salgueiro empata com o Sport na final

Foto: Diego Nigro/JC IMagem

 

 

 

 

Em jogo marcado pelos erros no ataque do Sport e pela postura defensiva do Salgueiro, coube ao auxílio da arbitragem de vídeo, inédita no Brasil, trazer a emoção para o primeiro duelo da final do Pernambucano neste domingo, na Ilha do Retiro. Nos minutos finais, o árbitro José Woshington marcou pênalti para o Carcará e consultou o recurso da tecnologia, confirmando a penalidade logo em seguida. Jean Carlos bateu e foi o autor do primeiro gol no Brasil com auxílio do vídeo. Foi o que decretou o empate em 1×1 contra o Leão. André marcou para os rubro-negros no primeiro tempo.

Com isso, a taça do Estadual está aberta. O empate não favorece ninguém, enquanto que quem vencer leva no segundo jogo. A volta, contudo, só ocorre daqui 42 dias, no Cornélio de Barros, em Salgueiro. Enquanto isso, o Sport tem as disputas da Copa Sul-Americana, Série A, Copa do Brasil e Copa do Nordeste no meio do caminho. Já o Salgueiro começará a focar na Série C. Ou seja, daqui para lá, muita coisa pode mudar.

DEFESA CONTRA ATAQUE

O duelo entre rubro-negros e sertanejos foi marcado por um embate entre ataque e defesa no gramado. Jogando fora de casa, o Carcará optou por ser cauteloso e pouco saiu para agredir o adversário. Fora uma bola no travessão no segundo tempo, o Salgueiro mal ofereceu perigo ao goleiro Magrão. O time do técnico Evandro Guimarães preferiu ficar lá atrás e deu quase que toda a posse de bola para o Sport, que foi ao ataque naturalmente.

Sport, André

O Leão, contudo, encontrou muitas dificuldades para criar. Esbarrou principalmente no ferrolho salgueirense pelo meio. Tinha horas que nada mais que todo o time visitante estava lá atrás. Isso obrigou o Sport a rodar mais a bola, variando de um lado para outro. As laterais foram as principais armas dos rubro-negros, principalmente com Mena no lado esquerdo.

Nem mesmo o gol do Sport mudou o panorama da partida. O Salgueiro continuou atrás na aposta de se segurar na defesa. Já o Leão seguiu com maior posse de bola e trabalhando pelas laterais. O ímpeto dos donos da casa, todavia, foi diminuindo com o passar do tempo. Mais parecia que o resultado simples era o bastante para o Leão, que jogou quase todo o segundo tempo em ritmo lento e sem forçar tanto o Salgueiro. Convém destacar também a falta de um poder criativo maior já que os rubro-negros não tiveram Diego Souza, lesionado.

Foto: Diego Nigro/JC Imagem

A postura defensiva do Salgueiro e a maresia do Sport em alguns momentos deixou a partida sonolenta, para não dizer ruim. O cenário só mudou um pouco nos minutos finais, quando as duas equipes esboçaram maior vontade e até encontraram maiores espaços. Foi aí que entrou o recurso do vídeo em penalidade marcada nos minutos finais. A tecnologia foi consultada e confirmou a marcação de José Woshington. Jean Carlos marcou o gol e deu números finais ao confronto.

FICHA DA PARTIDA – SPORT 1X1 SALGUEIRO

Sport: Magrão; Samuel Xavier (Raul Prata), Matheus Ferraz, Durval e Mena; Ronaldo, Fabrício, Rithely (Fábio) e Everton Felipe (Lenis); Rogério e André. Técnico: Ney Franco.

Salgueiro: Mondragon; Marcos Tamandaré, Luiz Eduardo, Ranieri e Daniel ; Rodolfo Potiguar, Moreilândia, Toty e Valdeir; Álvaro (Jean Carlos) e William Lira. Técnico: Evandro Guimarães.

Pernambucano (final). Local: Ilha do Retiro, Recife (PE). Árbitro: José Woshington da Silva (PE). Assistentes: Marlon Rafael Gomes de Oliveira e Fabrício Leite Sales (ambos de PE). Gols: André (SPT) aos 27 minutos do 1º tempo; Jean Carlos (SAL) aos 54 do 2º. Cartões amarelos: Mongragón (SAL), Samuel Xavier (SPT), Rogério (SPT), Rithely (S), Matheus Ferraz (SPT) e Raul Prata (SPT). Público: 22.757. Renda: R$ 501.176.

 

Do Blog do Torcedor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>