Assalto a transportadora de valores termina em tiroteio no Recife

whatsapp-image-2017-02-21-at-5.36.32-am

Um assalto a transportadora de valores Brink’s, na Zona Oeste do Recife, acabou em tiroteio, na madrugada desta terça-feira (21). De acordo com a polícia, cerca de 30 bandidos fortemente armados participaram da ação criminosa. Houve explosões e três policiais militares ficaram feridos. Ninguém foi preso. Segundo o comandante da PM, coronel Ivanildo Maranhão, os criminosos conseguiram levar a quantia que estava no cofre.

Ruas foram fechadas e carros foram incendiados. A Avenida Recife, uma das principais vias da Zona Oeste, chegou a ser interditada no sentido Zona Sul. Um caminhão também ficou destruído. Os bandidos abandoranam, em cima do Viaduto Ulisses Guimarães, um dos veículos usados na ação. O carro blindado foi pintado de preto e a placa retirada para dificultar a identificação.

O Hospital da Restauração (HR), no Derby, na área central da capital, recebeu três policiais militares feridos. Um levou um tiro no braço, outro na perna e o terceiro recebeu um tiro de raspão na orelha. De acordo com assessoria de imprensa da unidade de saúde, todos passam bem.

Por volta das 3h20, moradores do bairro da Estância começaram a ouvir muitos tiros. Houve relatos de fumaça em importantes avenidas da área. Grampos de metal foram colocados nas vias do entorno da transportadora de valores. Houve ainda relatos de tiros nos bairros do Caçote, Areias, Jardim São Paulo, Ibura e Jiquiá, na mesma área.

“Foi muito tiro. Passamos uma madrugada de terror. Ficamos muito assustados porque eles entraram na comunidade para fugir”, disse a moradora Sandra Souza.

Com agenda em São Paulo, o governador do estado, Paulo Câmara (PSB), resolveu voltar para o Recife ainda nesta terça-feira.

whatsapp-image-2017-02-21-at-07.10.13

De acordo com o comandante da PM, coronel Vanildo Maranhão, os bandidos, tinham como alvo principal a empresa de transporte de valores. Para entrar no cofre, eles explodiram o muro de uma loja de conveniência de um posto de combustíveis, que fica no terreno ao lado.

“Eles chegaram informando aos funcionários que não iam fazer nada com eles, que o objetivo era entrar na empresa. Eles mandaram os funcionários se deitarem e destruíram as câmeras de segurança. Depois disso, os funcionários só ouviram a explosão. Os criminosos mandaram todos correr”, explicou o gerente do posto de combustíveis, Pedro Cavalcanti.

O primeiro ataque aconteceu quando os bandidos furaram uma blitz do Batalhão de Trânsito, na Avenida Recife. Houve confronto no local. “Eles estavam com caminhões para furar o bloqueio. Eles fizeram um cerco de 360 graus em volta da empresa. É um grupo altamente armado e organizado. De acordo com os policiais que atuaram na ocorrência, os ladrões tinham sotaque do Sul e Sudeste do país”, afirmou o coronel.

Depois das investidas criminosas, a PM mobilizou cerca de 138 homens de vários batalhões e grupos táticos. Um helicóptero foi usado para tentar localizar os suspeitos, pois havia a suspeitas que muitos estavam se escondendo nas casas de moradores.

Em nota, a Brink’s informou que está colaborando com as autoridades no levantamento de informações e na investigação. “Nenhum colaborador da empresa ficou ferido durante o ocorrido”, disse. (G1)

whatsapp-image-2017-02-21-at-5.33.31-am

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *