PRF apreende quase R$ 1 milhão de carga de cigarros, no Agreste de PE

Cigarros foram apreendidos em Garanhuns (Foto: Divulgação/PRF)

 

 

 

Uma carga de cigarros foi apreendida na última sexta-feira (24) na BR-423, em Garanhuns, no Agreste de Pernambuco. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o material está avaliado em R$ 925 mil.

O caminhão com a carga saiu do estado de Goiás, transportando 185 mil maços escondidos em farelos de arroz, para realizar a entrega em um posto de combustíveis em Recife. De acordo com PRF, o motorista de 25 anos foi preso no local.

Foram encontradas sacas de arroz e embaixo delas os pacotes de origem paraguaia. Segundo a PRF, o total de cigarros chega a 3,7 milhões de unidades. (G1)

Policiais do 14º BPM apreendem veículo roubado e prendem suspeitos em Serra Talhada

 

 

 

 

Após levantamentos realizado por Agentes do Núcleo de Inteligência do Sertão-2/14ºBPM (NIS-2), Policiais Militares do 14º BPM apreenderam um veículo roubado e prendeu dois homens e um menor, com droga, suspeitos.

Segundo a Polícia Militar, o fato aconteceu no final da tarde dessa sexta-feira (24), quando os Agentes do NIS-2/14ºBPM repassaram a informação para os Policiais Militares do 14º BPM, que fizeram deslocamento, próximo à Cerâmica Olho D’água, zona rural de Serra Talhada, onde havia um Fiat Strada, branca, placa KGX, abandonada. O policiamento observou que três suspeitos estavam próximo e observando o veículo, ao notarem a presença do policiamento, tentaram se evadir em duas motocicletas, porém, foi realizado o acompanhamento e os suspeitos foram detidos logo em seguida. Nas proximidades de onde estavam, foi localizado um (01) cigarro de maconha. Quando verificado a cerca do veículo, foi constatado que havia sido roubado em Caruaru. Os imputados informaram não ter envolvimento com o roubo do veículo.

Diante dos fatos, o veículo roubado, bem como os suspeitos e a droga apreendida, foram entregues na Delegacia de Polícia Civil de Serra Talhada, para serem tomadas as medidas cabíveis.

 

Via Nayn Neto

 

UFRPE publica edital para concurso com 22 vagas para professor, há vagas para Serra Talhada

Resultado de imagem para uast serra talhada

A Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) publicou o edital de abertura de concurso para professor do Magistério Superior, no Diário Oficial da União. Ao todo, são 22 oportunidades para os docentes. As vagas são para os campi do Recife, Cabo de Santo Agostinho, Garanhuns e Serra Talhada.

As oportunidades são Professor da Carreira de Magistério Superior, classe A, nível 1. A jornada de trabalho é de 40 horas semanais e sob regime de dedicação exclusiva, para diversas áreas de conhecimento.

O salário base é de R$ 4.446,51. Há ainda uma acréscimo de acordo com a titulação nos valores de R$ 5.123, 90 (doutorado), R$ 2.140,15 (mestrado) e R$ 683,29 (especialização). Com a bonificação, os salários vão de R$ 5.129,80 a R$ 9.570,41.

As inscrições têm início a partir das 10h do dia 27 deste mês. O candidato terá até às 18h do dia 25 de abril para se inscrever. É cobrada uma taxa de R$ 190 para candidatos com doutorado e R$ 130 para os demais concorrentes. Para isenção das taxas, os interessados devem apresentar o motivo até o dia 10 de abril. A inscrição é feita no site do concurso.

Durante o processo seletivo, o candidato passa por uma prova escrita, análise de títulos e uma prova didática. Ele ainda terá que fazer a defesa do plano de atividades. O resultado está previsto para ser divulgado no dia 7 de julho deste ano. (G1)

Carne Fraca: Governo obriga 3 frigoríficos a fazerem recall de carne

O Transmeat, Souza Ramos e Peccin são alvos da Operação Carne Fraca, que foi deflagrada na semana passada e investiga um esquema de corrupção na fiscalização sanitária do Ministério da Agricultura. / Foto: Yasuyoshi Chiba / AFP

 

 

 

Três frigoríficos brasileiros deverão fazer um recall de todas as carnes vendidas em até cinco dias por determinação da Secretaria Nacional do Consumidor. O Transmeat, Souza Ramos e Peccin são alvos da Operação Carne Fraca, que foi deflagrada na semana passada e investiga um esquema de corrupção na fiscalização sanitária do Ministério da Agricultura.

A decisão, tomada na última quinta-feira (23) após a secretaria receber os documentos do Ministério da Agricultura, pede que todos os produtos sejam recolhidos “com o devido reembolso ao consumidor, daquilo que for por ele restituído aos pontos de venda”, disse o órgão que é ligado ao ministério da Justiça e encarregado da defesa dos consumidores.

O ministério informou à secretaria que no caso do frigorífico Souza Ramos, localizado em Colombo, no Paraná, o lugar “não detém controle dos processos relacionados a formulação e rastreabilidade de deus produtos elaborados, fato que levou à interdição do mesmo”.

Sobre o Peccin, também do Paraná, o ministério disse que existe “suspeita de risco à saúde pública ou adulteração” na produção. Já o Transmeat teria seu estabelecimento desprovido de “controle dos processos relacionados à rastreabilidade dos produtos”. Os frigoríficos já tinham sido interditados pela secretaria, mas, depois da decisão, também terão que pagar pelos produtos que já foram vendidos aos consumidores.

Países no mundo já tomaram medidas como a suspensão da importação e explicações sobre a origem e manuseio da carne brasileira.

O que o consumidor deve fazer

Quem adquiriu alguma carne desses frigoríficos deve procurar os canais de atendimento das empresas investigadas para obter informações sobre a qualidade e a segurança dos produtos, segundo a secretaria do consumidor.

No entanto, caso não haja atendimento adequado, o consumidor pode procurar o órgão de defesa do consumidor mais próximo para se orientar sobre os procedimentos que devem ser realizados ou para fazer denúncias. A secretaria ainda informou que vai continuar investigando e aplicará possíveis penas aos frigoríficos.

Resposta das empresas sobre o caso

A Peccin informou através de nota no site da empresa que as alegações da Polícia Federal não são verdadeiras e que está surpresa com a operação. No entanto, o frigorífico ressaltou que estará à disposição das autoridades para prestar os devidos esclarecimentos. Os outros dois frigoríficos ainda não se pronunciaram sobre o caso.

 

Do NE10

STJ autoriza mulher de Cabral a cumprir pena em prisão domiciliar

Resultado de imagem para STJ autoriza mulher de Cabral a cumprir pena em prisão domiciliar

 

 

 

Uma decisão judicial emitida na noite desta sexta-feira, 24, pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) autoriza Adriana Ancelmo, mulher do ex-governador do Rio, Sérgio Cabral (PMDB), a cumprir prisão domiciliar. Ela deve ser libertada do complexo penitenciário de Bangu, na zona oeste do Rio, a partir da próxima semana.

Acusada de corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa pela força-tarefa da Lava Jato no Rio, Adriana está presa preventivamente em Bangu desde 6 de dezembro. Em 17 de março ela foi autorizada pelo juiz federal Marcelo Bretas a ficar presa em casa, sem acesso a internet e telefone.

Mas o Ministério Público Federal (MPF) recorreu da decisão e o desembargador Abel Gomes, do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2), cassou a decisão de Bretas. Na noite desta sexta-feira, 24, a ministra Maria Thereza de Assis Moura, da 6ºª Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ), cassou a decisão de Gomes, restabelecendo a ordem de Bretas.

A ministra analisou habeas corpus impetrado na quinta-feira, 24, pela equipe de advogados de Adriana. Bretas havia concedido a prisão domiciliar com base no Estatuto da Primeira Infância, que alterou o Código de Processo Penal (CPP) e estabeleceu que presas com filhos menores de 12 anos podem ter a prisão preventiva transformada em domiciliar. Adriana tem um filho de 11 anos, além de outro de 14.

O desembargador Abel Gomes, ao suspender a decisão e acatar mandado de segurança impetrado pelo MPF, afirmou que não havia fatos novos para justificar a mudança da situação de custódia de Adriana. Segundo Gomes, o artigo 318 do CPP diz que o juiz “poderá” substituir a prisão preventiva pela domiciliar quando o agente for mulher com filho com menos de 12 anos: o termo “poderá” contido no artigo “não remete a decisão judicial apenas ao que passa a achar o magistrado de uma hora para outra, nem lhe é uma ‘permissão’ vazia de conteúdo silogístico à luz do mundo do processo e do direito”, escreveu o desembargador. Ele considerou ainda que conceder o benefício à advogada criaria expectativa a outras mulheres que, também presas preventivamente, ainda não conseguiram o mesmo direito.

Comunicação. Ao conceder a prisão domiciliar, o juiz Bretas estabeleceu que a mulher de Sérgio Cabral deve ficar em um imóvel sem telefone nem acesso a internet. Essa situação tem que ser comprovada antes da transferência dela por agentes da Polícia Federal. Inclusive em função dessa vistoria, Adriana só deve sair de Bangu a partir de segunda-feira, 27, segundo o advogado Alexandre Lopes, que integra a equipe de defensores da mulher de Cabral.

Nasa estuda destruir asteroide e ‘ensaiar’ missão para salvar a Terra

Nasa e Agência Espacial Europeia estudam atingir asteroide para destruí-lo / Foto: reprodução/ESA

 

 

 

Temática presente em vários filmes de ficção científica, a destruição de um asteroide no espaço para desviá-lo do caminho da Terra e salvar a humanidade pode virar realidade. Isso porque a Agência Espacial Norte Americana (Nasa), juntamente com a Agência Espacial Europeia (ESA), estuda uma missão de “ensaio” para atacar um asteroide e analisar se é possível desviá-lo de seu curso próximo do planeta.

A missão envolverá o envio de duas naves espaciais para o sistema asteroide de Didymos, descoberto em 1996 e que é composto por duas rochas em órbita. A nave espacial chamada AIM (Asteroid Impact Mission), da Europa, será lançada em 2020 e começará a orbitar Didymos em 2022. O DART (Double Asteroid Redirection Test) da Nasa atingirá a rocha alguns meses mais tarde, de acordo com a observação dos telescópios da AIM. As agências ainda estão no processo de obter financiamento para a missão.

Riscos da missão

O objetivo final é descobrir se a deflexão é a melhor forma de defesa contra uma rocha espacial perdida, pois existe o perigo de que o impacto no asteroide possa fazer com que fragmentos se rompam e potencialmente acelerem a sua trajetória. Os estilhaços também podem representar um risco para a Terra.

 

Do NE10

Frigoríficos investigados na Operação Carne Fraca devem indenizar consumidores

Resultado de imagem para Frigoríficos investigados na Operação Carne Fraca devem indenizar consumidores

 

 

 

Por determinação da Secretaria Nacional do Consumidor, três dos frigoríficos investigados pela Polícia Federal na Operação Carne Fraca terão um período de cinco dias para fazer um recall de todas as carnes vendidas que ainda estejam em circulação. Esses produtos devem ser recolhidos e os consumidores, reembolsados ao devolverem o alimento para o estabelecimento onde efetuaram a compra.
As empresas Souza Ramos, Transmeat e Peccin recentemente foram interditadas por decisão do Ministério da Agriculra, que enviou documentos à Secretaria.
A orientação dada é que o consumidor que adquiriu produtos das empresas citadas recorra aos departamentos de comunicação das próprias para ter mais informação sobre a qualidade e segurança das carnes que já foram vendidas.
Do Diário de Pernambuco

Após reeducando ser carbonizado, 32 internos fogem de unidade da Funase na Zona da Mata de PE

Internos fugiram do Case de Vitória de Santo Antão, na Mata Sul de Pernambuco (Foto: Mauro Filho/Funase/Divulgação)

Um interno da Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase) foi morto por outros reeducandos na tarde desta sexta-feira (24), no Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) localizado em Vitória de Santo Antão, na Zona da Mata Sul de Pernambuco. Após ser arrastado de um bloco para outro da unidade, ele foi espancado por outros internos e morreu carbonizado, segundo a assessoria de imprensa da Funase. Em seguida, 32 reeducandos fugiram da unidade.

De acordo com a assessoria de comunicação da Funase, a rebelião teve ínicio às 15h15 e a Polícia Militar chegou ao local por volta das 17h. Até a hora de publicação desta matéria, quatro internos tinham sido recapturados por policiais militares e outros 28 continuam foragidos.

A Corregedoria da Funase apura as causas da rebelião e da morte do interno, que ainda não foi identificado. Com capacidade para 72 reeducandos, a unidade de Vitória de Santo Antão abrigava 61 adolescentes com idade entre 15 e 16 anos incompletos.

Reincidência

Um outro tumulto na mesma unidade foi registrado na segunda-feira (20). Na ocasião, 11 internos fugiram do Case Vitória de Santo Antão. De acordo com nota enviada pela entidade para explicar o fato, a Corregedoria da Funase iria abrir uma sindicância para apurar o ocorrido. (G1)

Suspeito de assassinar ex-funcionária da Éconis de Serra Talhada em Ibirajuba, é preso no Agreste de PE

 

 

 

Um homem identificado como João Mariano dos Santos, de 49 anos, suspeito de matar uma mulher de 28 anos em Ibirajuba, no Agreste de Pernambuco, foi preso na manhã desta sexta-feira (24) em Cumaru, também no Agreste. O crime aconteceu no último dia 17 de março deste ano, quando a mulher foi encontrada morta e sem roupas.

De acordo com a delegada Margareth Galindo, responsável pelo caso, o comerciante de 49 anos foi o autor do crime. “Não há dúvidas. Ele é uma pessoa experiente e responde por muitos homicídios e é conhecido como matador de aluguel”, afirmou.

“Temos quase certeza de que foi o ex-marido dela que mandou. Estamos aguardando o fechamento do inquérito para pedir a prisão dele”, finalizou a delegada. (G1)

Agência do Trabalho divulga vagas de emprego para Serra Talhada e região

 

 

 

A Agência do Trabalho de Serra Talhada em parceira com o Jornal Desafio Online, atualizou seu cadastro de vagas de emprego nesta sexta-feira (24) e está oferecendo 04 oportunidades, são elas: Vendedor Pracista, Cabeleireira Escovista, Vigia Noturno e Pedreiro.

Para concorrer basta enviar seus currículos para o e-mail:[email protected], juntamente com o número do PIS ou NIT e o cargo que pretende ocupar. A Agência está localizada na Avenida Afonso Magalhães, próximo à Câmara de Vereadores.

Maiores informações (87) 3831-9244 / 3831 – 9245 / 3831-9240. Confira as especificidades dos cargos abaixo.

Clique aqui para baixar o quadro de vagas de emprego