Bancários de PE aguardam nova proposta para discutir fim de greve

Categoria deflagrou greve por tempo indeterminado desde a última terça (6) (Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press)

 

 

 

Completando três semanas nessa terça-feira (27), a greve dos bancários em Pernambuco pode estar perto de um desfecho. Segundo o sindicato, tudo vai depender de uma nova proposta da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban), em mais uma rodada de negociação marcada para as 14h, em São Paulo.

Até agora, a entidade oferece um reajuste salarial de 7%, mas a categoria reivindica um aumento de 14,78%. “Se for algo em torno de 7%, 7,5%, não tem nem como apresentar na próxima assembleia”, afirmou o diretor de Assuntos Intersindicais do Sindicato dos Bancários de Pernambuco, Fernando Batata.

Ainda de acordo com o sindicato, das cerca de 625 agências existentes no estado, pelo menos 562, ou seja, 90% estão fechadas por causa da paralisação. No dia 16 de setembro, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) em Pernambuco conseguiu na Justiça uma liminar determinando que 30% das agências voltem a funcionar, no mínimo, duas horas por dia. Em resposta, o sindicato informou que caberia aos bancos cumprir a liminar, mobilizando os funcionários que não aderiram à greve.

Movimento nacional
Bancários em quase todo o país entraram em greve no dia 6 de setembro por tempo indeterminado. A paralisação foi aprovada em assembleia no dia 1º deste mês, segundo a Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf). Ainda de acordo com o órgão, até segunda-feira (19), 14º dia de mobilização, mais de 13 mil agências no Brasil inteiro foram fechadas. (G1)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *