Brasil vence Alemanha nos pênaltis e conquista o ouro no futebol masculino

 / Foto: Seleção Brasileira

 

 

Acabou o tabu. O Brasil é campeão olímpico de futebol. Jogando em casa e empurrado pela linda festa da torcida, a seleção, liderada por Neymar, derrotou a Alemanha nos pênaltis (5-4), após empate em 1 a 1 no tempo regulamentar e prorrogação, e conquistou o único título que faltava em sua vitoriosa história. Há quatro anos, o Brasil perdeu a chance de conquistar o ouro, derrotado pelo México na final, em Londres. Desde então, uma enorme humilhação na Copa do Mundo-2014 e seguidas eliminações apontavam a decadência do futebol brasileiro.

Neste sábado, a volta por cima: vitória sobre a Alemanha, a responsável pelo 7-1, e a conquista da tão sonhada glória olímpica, após as decepções das pratas nos Jogos de Los Angeles-1984, Seul-1988 e Londres-2012 (além das medalhas de bronze de Atlanta-1996 e Pequim-2008).

E Neymar, que tinha depositadas em seus ombros as pesadas esperanças do ouro de um país inteiro, correspondeu às expectativas.

O craque abriu o placar com cobrança de falta espetacular no ângulo, aos 26 minutos de jogo e parecia encaminhar o Brasil à predestinada medalha de ouro em casa.

Mas os alemães tinham outros planos. Aos 13 do segundo tempo, Maximilian Meyer chutou cruzado e rasteiro, sem chances para Weverton. Não houve jeito de escapar de uma tensa prorrogação, na qual o empate persistiu.

Nos pênaltis, a magia do Maracanã entrou em ação e empurrou o Brasil rumo ao ouro. Weverton, goleiro do Atlético Paranaense convocado pelo técnico Rogério Micale apenas após o corte de Fernando Prass durante a preparação, mostrou que o destino estava do lado da seleção: ele defendeu a cobrança de Nils Petersen, a quinta da Alemanha.

E para definir o primeiro título olímpico do futebol brasileiro, a última cobrança foi de Neymar, camisa 10, capitão e símbolo da seleção.

Alvo de muitos elogios, mas também das mais duras críticas, Neymar não fugiu da responsabilidade e chutou com categoria, para estabelecer o 5-4 nos pênaltis e dar ao país o sexto ouro nos Jogos Rio-2016. O primeiro na história do futebol brasileiro.

Do NE10

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *