Aumenta número de casos de chikungunya em Pernambuco

Mosquito Aedes aegypti é responsável por transmitir a chikungunya, dengue e zika (Foto: Reprodução/ TV TEM)

A Secretaria de Saúde de Pernambuco está investigando possíveis casos renotificação de chikungunya no estado, durante os primeiros meses de 2017. O último boletim epidemiológico divulgado, da 12ª semana do ano, mostra que apesar de, comparado a 2016, haver a diminuição de 97,6% nos casos da doença desde janeiro, houve um aumento de 18% nos registros, com relação ao 11º levantamento, da semana anterior.

A tendência de aumento vinha sendo registrada desde o intervalo entre a 10ª e a 11ª semana, quando houve incremento de 23%. Ao todo, até 25 de março, foram notificados 883 casos de chikungunya, sendo que 190 foram confirmados e 268 descartados. De acordo com a gerente do Programa de Controle das Arboviroses de Pernambuco, Claudenice Pontes,é possível que pacientes que já tiveram chikungunya em outros períodos estejam sentindo sequelas e, nas unidades de saúde, sendo notificados como novos casos da arbovirose.

“Os relatos apontam que os pacientes que tiveram chikungunya adquirem imunidade à doença. O que fica é as sequelas, muitas vezes crônicas. O que pode acontecer é que, sem informação, as pessoas chegam aos postos com os mesmos sintomas de meses atrás e os médicos, sem saber que já houve diagnóstico anterior da doença, notifiquem novamente”, disse Claudenice. De acordo com ela, os números precisam ser investigados antes de avaliados como situação epidemiológica.

Ainda segundo Claudenice, as renotificações são mais comuns em pacientes idosos, já que os sintomas da doença são intensificados. “Estamos alertando os municípios para que seja feita essa checagem prévia nas suspeitas de chikungunya, mas preferimos que seja renotificado do que não notificado de forma alguma. Assim, podemos ter uma ideia mais precisa da situação de contaminação no estado e adotar estratégias mais efetivas”, explicou.

O mês de março é um dos meses mais propícios para a proliferação do Aedes aegypti, vetor da dengue, zika e chikungunya, e, consequentemente, para a transmissão de arboviroses. Para Claudenice Pontes, apesar da diminuição do índice de infestação, é preciso controlar a população doente para que a contaminação não seja sustentada. “O interior das residências é o principal local de proliferação dos mosquitos, porque a população precisa armazenar água e acaba criando ambientes propícios ao aedes”, disse. (G1)

PF erradica 362 mil pés de maconha plantados como ‘mandioca’ no Sertão de PE

Plantação fica escondida entre pés de mandioca  (Foto: Divulgação/ PF)

 

 

 

No Sertão de Pernambuco, a operação ‘Baraúna’ da Polícia Federal (PF) erradicou 362 mil pés de maconha nas ilhas do Rio São Francisco que abrange os municípios pernambucanos de Orocó, Cabrobó e Belém do São Francisco. Foram localizados 97 plantios, 159 mil mudas da planta e apreendidas duas toneladas e 100 quilos de maconha pronta para o consumo.

A operação ocorreu entre os dias 15 e 22 de março e contou com 40 policiais entre federais, civis do Distrito Federal e militares do GATI e do Corpo de Bombeiros de Belém do São Francisco. Os policias trabalharam com incursões terrestres, aéreas e fluviais e contaram com o apoio de três aeronaves, além de botes infláveis do Corpo de Bombeiros.

Os plantios foram localizados através de levantamentos feitos pela Polícia Federal. Ninguém foi preso durante a operação.

De acordo com a Polícia Federal, os pés de maconha estavam sendo cultivados com uma plantação de mandioca para dificultar a localização do plantio ilegal de maconha. Ainda segundo a PF, se os 362 mil pés de maconha fossem colhidos e prensados daria para se fazer 120 toneladas de maconha pronta para o consumo.

97 plantios de maconha foram localizados no Sertão de PE (Foto: Divulgação/ PF)

PROERD nas escolas municipais de Serra Talhada

 

 

 

O Programa Educacional de Resistência às Drogas – PROERD – começou com tudo no ano de 2017. O trabalho preventivo/educativo consiste em uma parceria entre a Polícia Militar, a escola e a família com o objetivo de produzir conhecimento acerca das drogas de forma que os estudantes saibam identificá-las e consequentemente dizer não a elas. O Programa está sendo desenvolvido pelo 2° Sargento da PMPE J. Coelho, Mentor PROERD, nas escolas Antônio Medeiros, no bairro Borborema, na Maria José de Sá Ferraz, na CAGEPE e na Vicente Inácio de Oliveira, no Mutirão.

Inicialmente, cerca de 700 alunos dos anos iniciais ao 7° ano serão contemplados, e à medida que os trabalhos forem finalizados, outras escolas farão parte do Programa.

Mais uma vez, a Polícia Militar, imbuída de sua missão institucional, vem proficuamente trabalhando no sentido de fortalecer a cultura da paz e a construção de uma sociedade mais saudável.

Homem de 52 anos é suspeito de estuprar duas meninas, no Sertão de PE

Resultado de imagem para estupro

 

 

 

 

 

Um homem de 52 anos foi preso em Arcoverde, no Sertão de Pernambuco. Ele é suspeito de estuprar duas meninas, uma de 10 e outra de 12 anos, na cidade. De acordo com informações repassadas pela Polícia Militar, o crime já vinha ocorrendo há, pelo menos, um ano e só foi desvendado graças a denúncia da mãe de umas das vítimas.

O suspeito estava na casa dele, na Travessa Manoel Sinuca Mulatinho, no bairro de São Geraldo, quando foi abordado pela equipe da Rocam. Segundo a PM, ele saiu junto com as meninas e vestia apenas um calção, sem roupa íntima. Ao ser perguntado qual o motivo das meninas estarem lá, ele respondeu que elas teriam ido buscar um pinheiro.

As crianças informaram a Polícia Militar que receberam o valor de R$ 5,00 e foram obrigadas por ele a assistir a um filme pornô. Após isso, o suspeito começou a fazer gestos obscenos. Ainda aos PMs, as meninas informaram que essa prática já ocorria a mais de um ano, mas só agora resolveram falar porque não queriam mais.

Elas disseram que já haviam recebido presentes, entre eles um celular e que já teria ocorrido penetração em suas partes íntimas em outros encontros. Ainda de acordo com a PM, o suspeito ameaçava contar para os pais das meninas o que acontecia e que elas iriam levar uma ‘pisa’.

Todos os envolvidos foram encaminhados a Delegacia de Arcoverde e o Conselho Tutelar foi acionado para a ocorrência. (G1)

No Sertão de PE, bandidos explodem agência do Banco do Brasil em Ipubi

Banco do Brasil em Ipubi, PE (Foto: Álison Édypo Alencar da Silva/Arquivo pessoal)

 

 

 

Na madrugada desta quarta-feira (29) bandidos explodiram a agência do Banco do Brasil em Ipubi, no Sertão de Pernambuco. O roubo aconteceu por volta das 2 horas da madrugada.

De acordo com a Polícia Militar, pelo menos 10 homens teriam participado da ação criminosa. Muitos explosivos ficaram espalhados próximos à agência. No chão ficou cheio de cápsulas das munições das armas dos bandidos.

A informação repassada à polícia seria de que os assaltantes teriam fugido para o estado do Ceará. As Polícias Militar e Civil de Ipubi, Araripina e Ouricuri, todas do Sertão do estado, estão no local para tentar encontrar os criminosos. A quantia roubada ainda não foi divulgada.

Prisão de suspeitos

De acordo com o major Rutênio, que está com a equipe de busca pelos criminosos, duas pessoas suspeitas de terem participado do assalto ao banco foram presas e dois carros usados por eles foram apreendidos no Araripe e em Potegi, ambas cidades do Ceará.

Os moradores

A população do município acordou com o barulho das explosões. De acordo com Álison Édypo Alencar da Silva, que mora próximo à agência,  foram cerca de cinco explosões, além de rajadas de tiros. “Eu moro próximo ao outro banco e achei que fosse nele. Mas o barulho era tão grande que foi no outro. Quando abri os grupos das redes sociais, tinha muita gente comentando o acontecido”, contou.

Segundo o morador, muita gente ficou surpresa com a explosão ao banco. “A gente já teve assalto ao banco a mão armada, mas com explosivo eu não tinha visto. Eles estavam fortemente armados.Como todo mundo foi acordando e começamos as orientações pra que ninguém saísse de casa. A ordem era essa. Depois algumas pessoas viram quando os bandidos saíram nos carros e em várias motos”, contou Álison. (G1)

Mulher é presa suspeita de simular o próprio sequestro e pedir R$ 200 mil em Pernambuco

Resultado de imagem para Mulher é presa suspeita de simular o próprio sequestro e pedir R$ 200 mil

 

 

 

Uma mulher foi presa suspeita de simular o próprio sequestro e pedir R$ 200 mil de resgate para a família. A prisão aconteceu no Recife, quando ela chegava de viagem apenas com a roupa do corpo. Segundo os investigadores, ela queria o dinheiro para ficar com o amante no Rio de Janeiro. O caso foi apresentado pela Polícia Civil nessa terça-feira (28).

A investigação começou como crime de extorsão mediante sequestro. A negociação foi feita por mensagens com o celular da suposta vítima, uma enfermeira de 50 anos. Uma foto dela em cativeiro foi enviada para o celular do marido, um comerciante de Caruaru, no Agreste de Pernambuco.

Nas mensagens, o suposto sequestrador pedia R$ 200 mil reais pela libertação da mulher, com quem o comerciante vivia há 26 anos e teve dois filhos. As mensagens traziam informações muito pessoais e continham ameaças de morte, o que chamou a atenção da equipe do Grupo de Operações Especiais (GOE).

Os agentes descobriram que a enfermeira tinha viajado sozinha pro Rio de Janeiro dias antes do marido ser procurado pelos sequestradores. Ele achava que ela tinha ido ao Recife resolver o problema de um imóvel de família.

Imagens conseguidas pela polícia mostram o momento em que ela se encaminhava para o embarque, na madrugada do dia 15 de março. Os passos dela foram monitorados até o dia da volta, quando ela desembarcou no Recife sem mala e só com a roupa do corpo.

Os policiais viram a chegada e ouviram quando ela ligou para o marido, afirmando que tinha conseguido fugir do cativeiro. Segundo o delegado responsável pelo caso, Ramon Teixeira, a mulher negou que tenha simulado o próprio sequestro, mas acabou admitindo informalmente a intenção de ficar com o amante. (G1)

Em Pernambuco, mães de crianças com microcefalia enfrentam dificuldades para manter tratamentos

O acompanhamento médico dos bebês que nasceram com microcefalia causada pelo vírus zika é essencial para o desenvolvimento das crianças. Quase metade das famílias, no entanto, têm enfrentado dificuldades para começar ou continuar o tratamento da síndrome congênita,de acordo com um relatório divulgado pelo Ministério da Saúde.

O relatório toma como base os 2.327 bebês que seriam beneficiados pela Estratégia de Ação Rápida para o Fortalecimento da Atenção à Saúde e Proteção Social das Crianças com Microcefalia. De acordo com o levantamento, quase a metade das crianças estão sem o tratamento adequado. São 44,1% de bebês sem atendimento nos serviços essenciais para o desenvolvimento, como terapias.

Daniel Vieira nasceu há um ano e cinco meses e, por causa dos remédios que toma para evitar convulsões, dorme o dia quase todo. Ele é acompanhado por neuropediatras e ortopedistas, mas não tem assistência dos terapeutas que poderiam fazer diferença no futuro.

“Poucos profissionais trabalham com terapia ocupacional, então, as vagas são limitadas. É complicado conseguir fisioterapia, porque há instituições que só aceitam crianças que se desenvolverem. Caso contrário, eles não aceitam. Eu pegava três ônibus e passava por duas horas de viagem para chegar à fonoaudióloga que estávamos indo. É bem complicado”, disse a dona de casa Jaqueline Vieira, mãe de Daniel.

Há cinco meses, Daniel não tem o tratamento adequado e, segundo os médicos, isso se reflete diretamente no desenvolvimento da crianças. Ações simples para a maioria dos bebês, como segurar a mamadeira e brinquedos, sustentar o pescoço e interagir com outras pessoas, por exemplo, não acontecem naturalmente para quem nasceu com microcefalia. Por isso a necessidade dos estímulos profissionais durante as primeiras fases da vida.

Na sede da União de Mães de Anjos, no Recife, Jaqueline se juntou a quase 400 mães de crianças com microcefalia. A presidente do grupo, Germana Soares, também tem um filho com as mesmas dificuldades. “O ideal é que, na estimulação precoce, a criança seja atendida por cada tipo de terapeuta, três vezes por semana. Ou seja, três fisioterapeutas, três fonos e três terapeutas ocupacionais. Hoje em dia, nossos bebês não têm nenhum acompanhamento ou apenas um atendimento”, afirmou.

Dias antes de Guilherme nascer, Germana soube dos primeiros casos dos bebês com microcefalia. Ela, que teve zika durante a gravidez, ficou alerta e tentou conseguir fisioterapia quando o bebê tinha apenas vinte dias de vida. “A estimulação precoce foi fundamental, porque ele tem o lado esquerdo do corpo todo afetado pelo vírus e, antigamente, o braço esquerdo dele era totalmente dormente. Ele tem 1 ano e 4 meses e a mentalidade de uma criança de oito a nove meses, mas se desenvolve”, disse Germana.

Na casa de Jaqueline, no entanto, o bebê Daniel não está se desenvolvendo, e a mãe precisou parar de trabalhar para tomar conta do filo integralmente. O caso dela é um dos muitos que a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) pretende estudar nos próximos meses.

“Queremos escutar as mulheres e as famílias. Os cuidadores. Os impactos que um evento inusitado grave tiveram na vida dessas pessoas, no ponto de vista social e econômico. As mulheres puderam continuar em seus empregos? Quais foram as dificuldades que elas tiveram e continuam tendo?”, disse Tereza Lyra, pesquisadora da Fiocruz.

A situação é ainda pior em cidades do interior, onde o que mais falta é informação. “Quando chegamos no Sertão, nos deparamos com crianças de um ano e dois meses que nunca passaram por um neuropediatra. Essas crianças convulsionavam sem parar e os pais, leigos, não sabiam que aquilo era uma convulsão. Muitas vezes, a carência dessas mães é de informação”, disse Germana. (G1)

Conta de luz terá desconto de até 19,5% em abril, por devolução de cobrança indevida

Resultado de imagem para conta de luz Celpe

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) informou nesta terça-feira (28) que chegará a quase 20% o desconto nas contas de luz no mês de abril, para compensar os consumidores pela cobrança indevida de um encargo voltado a remunerar a usina de Angra 3.

Veja ao fim da reportagem a relação das distribuidas e o desconto que cada uma vai aplicar às contas de luz no mês de abril.

De acordo com a agência, no total deverão ser devolvidos R$ 900 milhões cobrados nos últimos meses por meio do encargo, inserido nas contas de luz desde o ano passado de maneira indevida, já que Angra 3 ainda não entrou em operação.

A Aneel informou que o valor de R$ 1,8 bilhão, apontado anteriormente, se referia à estimativa do total que seria cobrado caso o encargo fosse cobrado de todos os consumidores pelo período de um ano, o que não ocorreu. Boa parte das distribuidoras cobrou o encargo por um período curto. Por isso, diz a Aneel, a devolução será de cerca de R$ 900 milhões.

A compensação pela cobrança irregular será feita de uma só vez e em forma de desconto no valor da conta de luz de abril. O desconto vai variar de R$ 0,347 a R$ 8,342 para cada 100 kWh, o que equivale a uma redução de 2% a 20% das contas.

Como as distribuidoras de energia fecham as contas em períodos diferentes do mês, em alguns casos o consumidor poderá ter o abatimento também em maio, segundo a Aneel. As distribuidoras terão que informar, no boleto da conta de luz, o valor do desconto.

Os clientes de três distribuidoras não vão ser compensados, porque, no caso deles, não houve cobrança indevida. As distribuidoras são: Companhia Sul Sergipana de Eletricidade (Sulgipe), Companhia Energética de Roraima (Cerr) e Boa Vista Energia.

Angra 3

No início do mês, a Aneel admitiu que, por conta de uma falha, os consumidores acabaram pagando R$ 1,8 bilhão a mais nas contas de luz ao longo de 2016. Nesta terça, entretanto, a agência informou que o valor cobrado indevidamente deve girar em torno de 50 a 55% do valor estimado inicialmente.

Essa cobrança extra ocorreu pela inclusão indevida nas contas de luz de um encargo destinado a remunerar a usina nuclear de Angra 3. Esse encargo, porém, não deveria ter sido cobrado por que a usina ainda não entrou em operação.

Segundo a agência, o erro foi baseado em informações da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), que é quem informa qual energia de reserva pode ser usada.

A cobrança indevida veio à tona porque o presidente do Instituto de Cidadania de Formosa (GO), Geraldo Lobo, ingressou com uma ação popular questionando o cálculo da conta de luz.

A distribuidora que mais arrecadou foi a Energisa Borborema. Ela deve reduzir as tarifas residenciais em cerca de 19,47% no mês de abril, para compensar seus clientes.

Outras sete distribuidoras deverão reduzir as tarifas residenciais de 15 a 20%. São elas: Companhia Energética de Pernambuco (Celpe), Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia (Coelba), Companhia Energética do Rio Grande do Norte (Cosern), Companhia Jaguari de Energia Elétrica (CPFL Jaguari), Companhia Paulista de Força e Luz (CPFL Paulista), Energisa Borborema e Energisa sergipe.

O recurso arrecadado ficou com as distribuidoras e será devolvido por elas. As distribuidoras Borborema, Ampla e Light já haviam iniciado por conta própria o processo de devolução e, com a decisão da Aneel, vão interromper esse processo e devolver a quantia que ainda falta de uma só vez no mês de abril.

VEJA O DESCONTO NA CONTA DE LUZ EM ABRIL, POR DISTRIBUIDORA

Distribuidora % desconto

  • 1 AES SUL -13,76%
  • 2 AME -5,05%
  • 3 AMPLA -13,36%
  • 4 BANDEIRANTE -6,95%
  • 5 BRAGANTINA -12,69%
  • 6 CAIUA -14,49%
  • 7 CEA -5,03%
  • 8 CEAL -7,66%
  • 9 CEB-DIS -5,92%
  • 10 CEDRAP -1,38%
  • 11 CEDRI -2,67%
  • 12 CEEE-D -5,96%
  • 13 CEJAMA -3,72%
  • 14 CELESC-DIS -8,51%
  • 15 CELG-D -6,30%
  • 16 CELPA -7,38%
  • 17 CELPE -15,31%
  • 18 CEMAR -7,33%
  • 19 CEMIG-D -10,61%
  • 20 CEPISA -7,01%
  • 21 CEPRAG -1,34%
  • 22 CERAÇÁ -2,62%
  • 23 CERAL ANITAPOLIS -1,14%
  • 24 CERAL DIS -5,66%
  • 25 CERBRANORTE -4,79%
  • 26 CEREJ -2,22%
  • 27 CERGAL -3,27%
  • 28 CERGAPA -2,32%
  • 29 CERGRAL -2,95%
  • 30 CERILUZ -2,55%
  • 31 CERIM -2,69%
  • 32 CERMC -3,44%
  • 33 CERMISSÕES -3,11%
  • 34 CERMOFUL -2,51%
  • 35 CERON -4,74%
  • 36 CERPALO -2,08%
  • 37 CERSUL -3,49%
  • 38 CERTEL -4,57%
  • 39 CERTREL -0,95%
  • 40 CETRIL -2,92%
  • 41 CFLO -10,72%
  • 42 CHESP -4,45%
  • 43 CNEE -14,19%
  • 44 COCEL -10,70%
  • 45 COELBA -15,46%
  • 46 COELCE -13,95%
  • 47 COOPERA -4,26%
  • 48 COOPERALIANÇA -7,49%
  • 49 COOPERCOCAL -2,52%
  • 50 COOPERLUZ -1,91%
  • 51 COOPERMILA -4,38%
  • 52 COORSEL -2,17%
  • 53 COPEL-D -11,88%
  • 54 COPREL -4,26%
  • 55 COSERN -16,66%
  • 56 CPFL JAGUARI -16,49%
  • 57 CPFL LESTE PAULISTA -14,81%
  • 58 CPFL MOCOCA -14,71%
  • 59 CPFL PAULISTA -15,28%
  • 60 CPFL PIRATININGA -6,80%
  • 61 CPFL SANTA CRUZ -13,41%
  • 62 CPFL SUL PAULISTA -14,29%
  • 63 CRELUZ-D -1,73%
  • 64 CRERAL -2,47%
  • 65 DEMEI -10,11%
  • 66 DMED -7,09%
  • 67 EBO -19,47%
  • 68 EDEVP -14,23%
  • 69 EFLJC -7,21%
  • 70 EFLUL -6,75%
  • 71 ELEKTRO -8,89%
  • 72 ELETROACRE -4,10%
  • 73 ELETROCAR -9,32%
  • 74 ELETROPAULO -12,44%
  • 75 ELFSM -8,00%
  • 76 EMG -9,85%
  • 77 EMS -13,81%
  • 78 EMT -13,17%
  • 79 ENF -9,34%
  • 80 EPB -8,84%
  • 81 ESCELSA -10,37%
  • 82 ESE -15,36%
  • 83 ETO -8,90%
  • 84 FORCEL -7,34%
  • 85 HIDROPAN -8,40%
  • 86 IENERGIA -8,93%
  • 87 LIGHT -5,35%
  • 88 MUXFELDT -9,90%
  • 89 RGE -10,89%
  • 90 UHENPAL -10,22%

 

Do G1

Serra-talhadense se destaca em ‘Residência Médica’ no DF e recebe Diploma

 

 

 

No próximo dia 30 (quinta-feira) a Sociedade de Anestesiologia do Distrito Federal estará entregando o Diploma de “Melhor Nota do Distrito Federal” ao Dr. Thomaz Augusto Rodrigues de Magalhães. O diploma é para prestar uma homenagem ao médico que cursou a “Residência Médica” e foi o destaque no ano de 2016.

Thomaz é serra-talhadense, formado em medicina, filho de Miguel Magalhães (Professor Miguel) e Aparecida Rodrigues (Cida Rodrigues). Formou-se pela UFPE e foi fazer seu curso de especialização em Anestesia em Brasília – DF.

 

Via Caderno 1

Bombeiros encontram corpo desaparecido no Rio São Francisco

Resultado de imagem para Rio São Francisco em Santa Maria da Boa Vista

 

 

 

O Corpo de Bombeiros encontrou na manhã dessa segunda-feira (27) o corpo do homem, de 28 anos, que tinha se afogado no final da tarde do domingo (26) no Rio São Francisco. O afogamento foi em Santa Maria da Boa Vista, no Sertão de Pernambuco, próximo à Fazenda Milano.

O nome da vítima ainda não foi informado. Uma equipe com três mergulhadores faziam as buscas desde o início desta manhã. O Instituto de Medicina Legal (IML) é aguardado para fazer a remoção do corpo. (G1)