Carro-forte explodido por bandidos no Sertão levava mais de R$ 1 milhão, diz PM

Carro-forte levava R$ 1.070.000,00. (Foto: Divulgação / Polícia Militar)

 

 

 

O valor levado por bandidos durante um assalto a um carro-forte, nessa quinta-feira (19) em Terra Nova, no Sertão de Pernambuco, é superior a R$ 1 milhão, informou a Polícia Militar. O assalto ocorreu na BR-232, próximo ao povoado de Guarani, Zona Rural do município. Após a ação dos bandidos, o carro ficou completamente destruído. Até o momento nenhum dos suspeitos foi preso. Ninguém ficou ferido.

Segundo informações da PM, os bandidos usaram um veículo de passeio, com adesivo de uma empresa de TV por assinatura para realizar o assalto. Na mala foi encontrado uma placa de aço, com um tripé e com abertura apenas para o encaixe das armas. Os assaltantes dispararam tiros de fuzil 7.62 mm e 5.56 mm para forçar a parada do carro-forte.

Com os tiros os seguranças abandonaram o veículo e correram para a caatinga. Os assaltantes usaram dinamites para  ter acesso aos três cofres do carro-forte. De acordo com o responsável pela empresa de transporte de valores o veículo levava a quantia de R$  1.070.000,00.

Buscas foram feitas na região, mas os suspeitos não foram localizados. O carro utilizado no assalto foi encontrado abandonado horas depois, com várias capsúlas deflagradas de fuzil 7.62 mm e 5.56. O Instituto de Criminalística (IC) e a Polícia Civil foram acionadas e estiveram no local para fazer a perícia na área.

A Polícia Militar precisou acompanhar o recolhimento de explosivos deixados no carro-forte. O material foi desarmado por policiais especializados e o material foi levado para a Delegacia de Polícia Civil de Salgueiro, onde a ocorrência foi registrada e um inquérito policial foi instaurado para apurar o caso.

Assaltos
Em 25 de outubro do ano passado um grupo explodiu e assaltou um carro-forte de uma empresa de valores, também no povoado de Guarani, em Terra Nova. O valor em dinheiro levado pelos suspeitos não foi divulgado. (G1)

Nova testemunha pode mudar investigação sobre morte de Eduardo Campos

Resultado de imagem para Nova testemunha pode mudar investigação sobre morte de Eduardo Campos

 

 

 

O advogado Antônio Campos, irmão do ex-governador Eduardo Campos (PSB), divulgou nesta quinta-feira que uma nova testemunha poderá mudar por completo os rumos das investigações sobre o acidente aéreo que resultou na morte do, então, candidato à Presidência da República. Através de sua página oficial no Facebook, Antônio Campos informou que arrolou, no último dia 11, mais uma testemunha para ser ouvida no caso.

A testemunha foi arrolada num Procedimento Administrativo em atenção ao procurador da República em Santos Thiago Lacerda Nobre, do Ministério Público Federal de Santos, com pedido de urgência. Antônio Campos também solicitou a inserção do fato novo ao juíz da 5ª Vara Federal da Subseção Judiciária de Santos, que preside o inquérito policial federal sob responsabilidade do delegado Rubens Maleiner, que investiga o caso.

Bandidos explodem carro-forte na BR-232, no Sertão de Pernambuco

Assalto a carro-forte em Terra Nova (Foto: Divulgação/ 8º BPM)

 

 

 

 

Um carro-forte foi alvo da ação de bandidos na tarde dessa quinta-feira (19), na BR-232, no distrito de Guarani, na Zona Rural de Terra Nova, no Sertão pernambucano. De acordo com o 8º Batalhão da Polícia Militar (8 BPM), o veículo pegou fogo e ficou totalmente destruído.

O assalto aconteceu por volta das 15h e não houve feridos. Segundo o 8ºBPM, foram encontrados vários explosivos sem uso no local e no matagal próximo a área da explosão. O esquadrão antibombas foi acionado e o Corpo de Bombeiros para conter o fogo.

Ainda não há informações se os bandidos conseguiram levar o dinheiro do veículo ou ele pegou fogo durante a explosão. Ninguém foi preso. (G1)

Colisão entre carros-pipa deixa dois mortos e feridos, no Agreste de PE

Caminhões-pipa colidiram e uma pessoa morreu no acidente em Jataúba (Foto: Gilson Fernandes/Avant Mídia)

 

 

 

Dois caminhões-pipa colidiram na tarde dessa quinta-feira (19) em Jataúba, no Agreste de Pernambuco. De acordo com a Polícia Civil, duas pessoas morreram e outros duas ficaram feridos. O acidente foi registrado na PE-160.

A Polícia Civil informou que as primeiras informações dão conta de que os veículos colidiram de frente. Um dos feridos foi levado a uma unidade hospitalar em Jataúba e outro para um hospital em Santa Cruz do Capibaribe, também no Agreste, conforme a polícia.

Não há informações sobre o estado de saúde dos feridos.

Equipe do Samu resgatou feridos no acidente (Foto: Gilson Fernandes/Avant Mídia)

Parte de um dos caminhões-pipa ficou destruída após a colisão (Foto: Gilson Fernandes/Avant Mídia)

Corpo é encontrado em avançado estado de decomposição em Serra Talhada

 

 

Policiais Militares do 14° BPM se deslocaram para o sítio Pitombas na zona rural de Serra Talhada-PE, onde segundo informes havia um corpo aparentando estado de decomposição às margens do Rio Pajeú. Ao chegar ao local o policiamento constatou a veracidade da denúncia, o corpo de um homem.

De acordo com Polícia Civil, o corpo não aparentava ter marcas de violência. O local foi isolado pela PM e a ocorrência repassada para a Polícia Civil para maiores investigações.

Até o momento que foi confeccionado o B.O. o corpo ainda não havia sido identificado.

 

Jovem é sequestrado e morto a tiros em São José do Belmonte

 

 

 

Um jovem de 22 anos foi encontrado morto após ser sequestrado na manhã desta quinta-feira (19) em São José do Belmonte, no Sertão de Pernambuco.

De acordo com informações repassadas pela Polícia Militar (PM), o jovem Bruno Aílton Monteiro da Silva, de 22 anos, teria sido sequestrado por volta das 6:00 horas da manhã em sua residencia no sítio Mata Redonda, zona rural de São José do Belmonte-PE. Ainda de acordo com informações repassadas pela PM, homens encapuzados e armados chegaram na residência da vítima em um veículo de cor vermelha e colocaram o jovem no veículo e sairão.

O corpo do jovem foi encontrado minutos depois por populares em uma estrada carroçável que liga ao sítio Inveja, também zona rural de São José do Belmonte, o corpo da vítima apresentava diversos disparos de arma de fogo de grosso calibre na região da cabeça.

Policiais da 2ª CIPM fizeram isolamento da área onde aguardaram a chegada de policiais Civis para exames de balística e perícia criminal. As investigações ficaram a cargo da 21ª Delegacia Seccional de Policia Civil de Serra Talhada-PE.

 

Via Nayn Neto

Água está se tornando um perigo em Pernambuco

 

 

 

O agravamento da seca em 2016 foi apontado como fator decisivo para o aumento de 97% de pessoas doentes por contaminação de água em Pernambuco. Uma morte foi notificada. No ano passado, a Secretaria Estadual de Saúde (SES) identificou 79 surtos de doenças transmitidas por águas/alimentos (DTA), 3,6% a menos do que os 82 de 2015. O número de cidadãos acometidos dobrou, de 1.150 pessoas para 2.264.

Análises laboratoriais apontam que em 29 surtos foi isolada a bactéria Escherichia coli (presente em fezes) na água para consumo populacional. Outros agentes perigosos como vírus e parasitas foram identificados em 39 surtos. A SES lançou alerta sobre qualidade e segurança da água consumida, sobretudo em áreas em crise de abastecimento.

“Quando começa o verão recomeça o aumento dos números de diarreias. Alguns locais do Sertão e Agreste permanecem em situação difícil na crise hídrica. Pessoas vão procurar para beber a água que tiver, nem sempre tratada”, destacou a diretora-geral de Vigilância Epidemiológica e Ambiental do Estado, Rosilene Hans.

Dos 59 surtos encerrados, em 76,3% o adoecimento estava relacionado à água para consumo humano. Esse tipo de situação sempre se apresenta de forma mais problemática, porque o contágio é de proporções maiores.

O Interior tem destaque no boletim da SES. Em Salgueiro (Sertão), em dois surtos por contaminação de água, 396 pessoas ficaram doentes. Foram 160 casos a mais do que no Recife, que ocupa a 2ª colocação no ranking e teve 236 enfermos em 24 surtos de água e/ou alimentos em 2016 e tem população 30 vezes maior do que a cidade sertaneja. Iati (Agreste) também se destacou com 200 doentes num único surto. Terra Nova (Sertão) registrou uma morte.

Rosilene comentou que foram identificadas várias problemáticas. “Tivemos barragem pequena que rompeu e matéria orgânica que desceu para o rio São Francisco. Municípios que consomem água desse rio, através de estações de tratamento, tiveram surtos porque nem todas conseguiram tratar toda a matéria orgânica”, comentou.

Foi o caso de Salgueiro e de cidades na região de Petrolina. A gestora também elencou que a infiltração de esgoto na rede de abastecimento provocou quadros de adoecimento pontuais. Mas é a seca que compromete mais a segurança da saúde, porque a população muitas vezes não faz a higienização adequada da água armazenada e adquire água de procedência duvidosa em carros-pipa clandestinos.

O gestor da Vigilância Sanitária Estadual (Apevisa), Jaime Brito, alertou que as comunidades em zona de estiagem devem redobrar os cuidados com consumo e estocagem. “A indicação é que se a pessoa vai ingerir essa água deve ter cuidado e não confiar apenas na cloração dos caminhões-pipa, seja do Exército, da Compesa ou de particulares.”

O cloro adicionado nos caminhões tende a desaparecer logo. “O ideal é que as pessoas façam a cloração no domicílio. Bastam duas gotas de cloro ou água sanitária por litro de água por 30 minutos.”

 

Da Folha de Pernambuco

Seca faz pecuarista vender vacas para alimentar gado no Agreste de PE

gado

 

 

 

A seca provocou mudanças para alguns pecuaristas no Agreste de Pernambuco. Na zona rural do município de Pedra, Lenilberto Vieira, dono de um sítio, disse que está com dificuldades para alimentar os animais. “Até agora eu venho vendendo algumas vacas para dar comida as outras”, afirmou ele.

Mesmo com o esforço para oferecer uma boa alimentação aos animais, o pecuarista sofre com a queda na produção do leite.” Há cinco, seis anos atrás a gente produzia aqui cerca de 1.500 litros de leite por dia, hoje está em torno de 700, 800 litros por dia”.

Com a falta de chuva, os pecuaristas precisam comprar alimentos com preços altos, porque os vendedores estão sendo obrigados a buscar o alimento em outros estados. “A silagem tem que trazer da Bahia, antes a gente pegava a 70km daqui”, contou Jonas Lima, um vendedor.

Já o pecuarista Ivanildo Almeida contou que mesmo com o preço alto, esses alimentos são a única solução. “Já morreu umas três cabeças esse ano, boi, bezerro, vaca. Se não for esse alimento eles morrem de fome”. (G1)

Pedreiro morre eletrocutado em Serra Talhada, no Sertão de Pernambuco

 

 

Um grave acidente aconteceu na manhã dessa quarta-feira (18) em  Serra Talhada-PE. Um pedreiro, Luiz Júnior Pereira de Souza, de 33 anos perdeu a vida depois de sofrer um choque elétrico na rede de alta tensão.

Luiz Júnior, que era morador da Fazenda Herculano no distrito de Água Branca, na zona rural do município, estava trabalhando como pedreiro na fachada de um apartamento em um segundo andar. De acordo com testemunhas, o pedreiro trabalhava em um andaime e segurava uma régua de alumínio que com o vento, desequilibrou-se e a régua atingiu os fios de alta tensão. O choque foi fatal, derrubando o trabalhador que ainda chegou a ser levado para o Hospam (Hospital Agamenon Magalhães) mas já chegou sem vida.

O acidente aconteceu no bairro do mutirão por volta das 9 horas.

 

Do Caderno 1

Jovem é detido acusado de tentar afogar o filho de apenas um ano de idade em Serra Talhada

sirene1

 

 

 

Um jovem de 23 anos foi detido pela polícia, acusado de tentar afogar o próprio filho de apenas um ano de idade, na noite dessa quarta-feira (18) no bairro Bom Jesus em Serra Talhada-PE.

Segundo a Polícia Militar, uma jovem de 22 anos relatou que seu companheiro tentou asfixiar seu filho menor de um ano, que tentou afoga-lo na banheira e ainda maltratou com chutes e jogando-o em cima da cama. A vítima e o imputado vivem maritalmente e a criança é filho do casal.

Diante das informações as partes foram encaminhadas a DPC para serem tomadas as devidas providências.