Polícia faz ação para prender suspeitos de mortes, roubos e tráfico em Pernambuco e em outros estados

Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), localizado no bairro do Cordeiro, no Recife (Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press)

 

 

 

 

 

A Polícia Civil de Pernambuco deflagrou, na manhã desta sexta-feira (28), uma ação contra suspeitos de integrar uma organização criminosa apontada como responsável por homicídios, roubos e tráfico de drogas que agia em Pernambuco e em outros estados. A Justiça expediu cinco mandados de prisão e nove de busca e apreensão.

A ‘Operação rapinante’ é a 12ª ação de repressão qualificada de 2017. As investigações começaram a partir de assaltos ocorridos em lojas de uma rede nacional de varejo no Recife, Olinda e Goiana, na Zona da Mata de Pernambuco. A polícia informou que, ao longo da apuração, descobriu envolvimento do grupo de tráfico de drogas e em assassinatos.

Participam da ação 50 policiais civis, entre delegados, agentes e escrivães. A operação é supervisionada pela Chefia da Polícia Civil e coordenada pela Diretoria Integrada do Metropolitana (DIM) e pela 7ª Delegacia Seccional de Olinda.

Os alvos presos e todo material apreendido serão encaminhados ao Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), na Zona Oeste do Recife. (G1)

Ônibus perde controle e bate em mureta de proteção na BR-232, no Agreste de PE

Acidente aconteceu no fim da manhã desta quinta-feira (Foto: Rinaldo Luiz/Arquivo Pessoal)

 

 

 

 

Um ônibus perdeu o controle e bateu em uma mureta de proteção da BR-232 no final da manhã dessa quinta-feira (27) em Bezerros, no Agreste de Pernambuco. Segundo informações de testemunhas, o motorista teria perdido o controle do veículo e invadido a contramão.

Ainda de acordo com testemunhas, aproximadamente 30 passageiros estavam no ônibus. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado, mas os passageiros tiveram apenas ferimentos leves. (G1)

Caminhoneiro é assalto na BR-232 em Serra Talhada

 

 

 

 

Policiais do 14º BPM foram informados por um caminhoneiro que, nas imediações da entrada do Distrito de Bernardo Vieira, em Serra Talhada-PE, estava acontecendo um assalto. Os militares se deslocaram até o local, chegando até a efetuar disparos de arma de fogo.

No local a PM encontrou um caminhão com portas e janelas abertas e faróis acessos. Os autores do assalto, cerca de três homens armados, conseguiram fugir levando a quantia de R$ 800,00, um celular e uma caixa de som antes da investida dos policiais. A vítima, também conseguiu escapar dos assaltantes e não sofreu nenhum tipo de ferimento grave aconteceu.

O crime aconteceu na madrugada dessa quarta-feira (26), na BR 232.

Via Nayn Neto

Ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil visita aeroporto de Serra Talhada

(Foto: Ranielly Batista – Jornal Desafio)

 

 

 

O ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Maurício Quintella, desembarcará, nesta quinta-feira (27), em Pernambuco, para entregar à população dez quilômetros duplicados da BR-101. O evento acontecerá, às 16h, em Xexéu, município da Mata Sul do Estado.

Além disso, Quintella, em atendimento à solicitação do secretário estadual de Transportes, Sebastião Oliveira, vai delegar ao Estado a duplicação da BR-423, no trecho que liga os municípios de São Caetano e Garanhuns.

Também estará na pauta da visita do ministro o Aeroporto Santa Magalhães, em Serra Talhada. O Ministério dos Transportes vai destinar R$ 35 milhões para serem utilizados no equipamento. Recentemente, o Governo do Estado investiu, com recursos próprios, R$ 6,3 milhões na requalificação da pista de pouso e decolagem.

“Estarei junto do governador Paulo Câmara e do ministro Maurício Quintella, nesta importante ação, que vai trazer mais segurança aos usuários da BR-101 e agilidade no deslocamento. Também vou agradecer ao ministro pelo atendimento a mais um pleito nosso em prol do desenvolvimento de Pernambuco”, ressaltou Sebastião Oliveira.

 

Trabalhadores dos Correios em Pernambuco entram em greve

Correios têm cerca de 3,5 mil servidores em Pernambuco e 200 agências / Foto: Chico Porto/ Acervo JC Imagem

 

 

 

 

Os trabalhadores dos Correios em Pernambuco decidiram entrar em greve por tempo indeterminado durante assembleia realizada na noite dessa quarta-feira (26) no Clube Português, Zona Norte do Recife. A decisão reforça o movimento nacional, que é contra as demissões, fechamento de agências e possibilidade de privatização. As atividades começam a ser suspensas já a partir das 22h desta quarta. A estatal afirma que os prejuízos somaram R$ 2 bilhões no ano passado.

Os trabalhadores, no entanto, defendem que os atuais problemas financeiros da empresa fazem parte de um “plano de desmonte” para possibilitar a privatização. “Desde 2011 não se faz concurso público, não há novos contratos. Agora, com o plano de demissão voluntária, diminui ainda mais a quantidade de funcionários e isso afeta a distribuição, o atendimento, a empresa precariza seu serviço“, comentou ontem o diretor de comunicação do Sintect-PE, Eliomar Moreira.

A assembleia aconteceu simultaneamente em vários estados do País, todas no intuito de reforçar o movimento nacional. Além de pedir o fortalecimento institucional dos Correios e universalização dos serviços, os trabalhadores reivindicam melhorias nas condições de trabalho, a contratação de novos funcionários, mais segurança nas agências, o retorno da entrega diária e o fim da suspensão de férias.

Com a greve, a expectativa dos trabalhadores é pressionar a empresa para que seja realizada uma auditoria em suas contas, já que os movimentos trabalhistas questionam os números oficiais divulgados indicando prejuízos bilionários.

Segundo o sindicato, os Correios têm cerca de 3,5 mil servidores em Pernambuco e 200 agências. No Brasil, são 1.250 agências.

PATRÕES

Em nota, a empresa informou que, caso o movimento grevista seja deflagrado, os Correios adotarão as medidas necessárias para garantir a continuidade de todos os serviços. Mas, diante do movimento nacional, o presidente dos Correios, Guilherme Campos, criticou a paralisação. “A greve reduz o nível do serviço entregue, dá argumentos nesse sentido [da privatização] “, disse. “É muito difícil privatizar, mas se a empresa não se mostrar viável, qual outro caminho nós vamos ter?”.

O comentário vai na linha do posicionamento da pasta à qual a estatal está subordinada. Segundo o ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, a empresa precisa realizar cortes radicais para evitar a privatização.

 

Do NE10

Reforma trabalhista foi aprovada por 296 votos contra 177

Foto: Câmara dos Deputados

 

 

 

 

A proposta de reforma trabalhista foi aprovada na noite dessa quarta-feira (26) por 296 votos a 177, depois de muitos debates acirrados em plenário e policiais cercando o Congresso. Parlamentares da oposição apresentaram requerimento para impedir a votação, mas foram derrotados por 226 a 125 deputados. O placar elástico contra a oposição mostrou que a votação também poderia ser semelhante. O PT, o PDT, o PSol, o PCdoB e a Rede, todos da oposição, orientaram contra a aprovação do texto que foi relatado pelo deputado. O PSB, o SD e o PMB, que transitam no bloco de independentes, também deliberaram contra a reforma, mas os votos dos deputados oposicionistas não foram suficientes. O PHS liberou sua bancada, mas houve voto dos infieis. A proposta de reforma trabalhista é de autoria do governo Michel Temer. Ela foi enviada à Câmara e votada na semana passada para ser debatida de forma urgente. A intenção era evitar que a pressão da sociedade chegasse aos deputados. O relator da matéria é o deputado Rogério Marinho (PSDB/RN).

A base governista tentou realizar uma votação sem que o nome dos deputados fosse revelado – ou seja – secreta. Mas a iniciativa foi derrotada. “Se é verdade o que vocês dizem, que esta legislação é boa, que vai garantir emprego e manter todos os direitos de trabalhadores e trabalhadoras, por que estão com medo de colocar as digitais nesta matéria? Queremos voto aberto”, sugeriu o deputado Paulo Pimenta (PT-RS).

Em virtude do fim do período regimental da sessão, os deputados realizarão outra em seguida para começar a votar os destaques apresentados ao texto. A apreciação dos destaques deve entrar pela madrugada.

Segundo o deputado federal Tadeu Alencar (PSB), a reforma muda cerca de 100 artigos da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) e prejudica o trabalhador. Ele inclusive lamentou a forma como a proposta foi votada, sem nenhum debate. Já o deputado federal Danilo Cabral (PSB) acredita que o texto ainda pode ser barrado no Senado, a depender da pressão da sociedade.
A reforma diz que o acordo e a convenção vão prevalecer sobre a lei em 15 pontos diferentes. Entre eles, estão a jornada de trabalho, o banco de horas anual e o intervalo de alimentação, que pode ser reduzido para meia hora. Entre os pontos mais polêmicos, está a adoção do trabalho intermitente, que permite aos empresários contratação de empregados por hora – 4 ou 12, por exemplo – sem qualquer vínculo empregatício. O profissional cumpre a tarefa exigida para aquela hora e depois vai embora, podendo votar na próxima semana. A matéria também permite que grávidas trabalhem em locais insalubres.

 

Do Diário de Pernambuco

Polícia erradica cerca de 20 mil pés de maconha em propriedade de vereador, no Sertão de PE

Erradicação de maconha em Santa Filomena (Foto: Divulgação/Polícia Militar)

 

 

 

 

Cerca de 20 mil pés de maconha foram erradicados nessa quarta-feira (26) no Sítio Seriema, na Zona Rural de Santa Filomena, no Sertão pernambucano. Na Operação, duas pessoas foram detidas, uma delas um vereador de Ouricuri, proprietário do local

De acordo com a Polícia, a operação começou ainda na terça-feira (25) quando a polícia recebeu a informação do plantio. Um agricultor, 33 anos, foi detido. Ele era o responsável pelo cultivo do entorpecente.

O vereador, que confirmou ser o dono da propriedade, afirmou ainda que um outro homem tinha saído com um carregamento da droga pronta para uso em uma caminhonete no dia 17 deste mês, mas não informou para onde o entorpecente foi levado.

Além da plantação, a polícia encontrou ainda mais de 15 kg de sementes da erva e fios de energia elétrica. O vereador e o agricultor foram levado para a Delegacia de Ouricuri. (G1)

Triplo homicídio é registrado em Bodocó, no Sertão de PE

Triplo homicídio em Bodocó (Foto: Arquivo pessoal/ Davi Diniz )

Três jovens, de 22, 24 e 26 anos, foram assassinados no início da tarde dessa quarta-feira (26) em Bodocó, no Sertão de Pernambuco. De acordo com testemunhas, eles estavam em um bar na Avenida Castelo Branco, quando dois homens chegaram em uma moto e efetuaram os disparos contra eles. As vítimas não resistiram aos ferimentos e morreram no local.

A dona do bar estava no local, mas não foi atingida. Segundo o delegado de Polícia Civil (PC), dois dos jovens assassinados tinham passagem pela polícia. O crime está sendo investigado e ainda ainda não foi divulgada a motivação do crime. Ninguém foi preso.

Os três corpos foram encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML) de Petrolina. (G1)

Polícia prende suspeito de ter assassinado cabo da PM em Caruaru

Resultado de imagem para homem algemado

 

 

 

 

A Polícia Civil confirmou no fim da manhã dessa quarta-feira (26) que prendeu o suspeito de ter assassinado um cabo da Polícia Militar de 48 anos na estrada que dá acesso ao sítio Maniçoba, na zona rural, de Caruaru, no Agreste de Pernambuco. O delegado Bruno Vital destacou a prisão, mas não repassou detalhes.

O crime aconteceu na frente da esposa da vítima. De acordo com ela, o marido levou um tiro na cabeça após uma tentativa de assalto, quando os criminosos perceberam que ele estava armado. O corpo do cabo foi encaminhado para o Instituto de Medicina Legal de Caruaru. (G1)

Conta de luz vai ficar 8,8% mais cara para moradores de Pernambuco

Resultado de imagem para conta da celpe

 

 

 

 

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nessa terça-feira, 25, um reajuste de 7,62% nas tarifas da Companhia Energética de Pernambuco (Celpe). Para consumidores conectados à alta tensão, o aumento será de 4,85%, e para a baixa tensão, de 8,87%.

O reajuste diz respeito ao quarto ciclo de revisão tarifária da companhia, processo feito de quatro em quatro anos com o objetivo de manter o equilíbrio econômico-financeiro da empresa.
As novas tarifas vigoram a partir de sábado, 29 de abril. A Celpe atende a 3,5 milhões de unidades consumidoras em 184 municípios de Pernambuco. A empresa pertence ao grupo Neoenergia.
Do Diário de Pernambuco