Chuvas fazem barragem do Brejão ‘sangrar’, no Agreste de Pernambuco

Reservatório estava em colapso desde janeiro deste ano (Foto: Divulgação/Compesa)

Após as chuvas registradas entre a quinta (20) e a sexta-feira (21), a barragem do Brejão “sangrou”. O reservatório está localizado entre os territórios de Sairé e Gravatá, e abastece o município de Bezerros, no Agreste, e o distrito de Insurreição.

O manancial tem capacidade para comportar 1.625.000 m³ de água, conforme informou a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa). De acordo com a Compesa, a barragem estava em colapso desde janeiro deste ano. (G1)

Homem é preso após ameaçar de morte uma pessoa na zona rural de Calumbi

 

 

 

 

 

Na tarde dessa quinta-feira (20), por volta das 15h30, Policiais Militares do 14ºBPM apreenderam uma pistola cal. 7,65 mm, e conduziram o proprietário da mesma. O fato aconteceu na localidade Poço dos Cavalos, zona rural do município de Calumbi, no Sertão do Pajeú.

Segundo a Polícia Militar, durante rondas na BR-232, o efetivo do PJEs, sob o comando do  Sgt. Juarez, recebeu determinação da Central de Operações do 14º BPM para verificar a ocorrência no endereço citado. Ao chegar no local, o efetivo manteve contato com o solicitante o qual informou que C.A.S., após uma discussão, sacou um pistola para atirar em uma pessoa, identificada apenas como “Manoel”, tendo sido impedida pelo sobrinho da vítima, o qual conseguiu tomar a arma de C.A.S. e guardou até a chegada da PM.

De posse das informações, os policiais realizaram diligências e conseguiram prender o valentão, o qual foi conduzido, juntamente com a arma, para a Delegacia de Polícia Civil de Serra Talhada, onde foi autuado.

 

 

Via Nayn Neto

MPPE vai investigar existência de funcionários fantasmas na Câmara de Serra Talhada

Foi publicado no Diário Oficial do Estado dessa quinta-feira (20) a confirmação da instauração do Inquérito Civil para apurar suposta existência de funcionários fantasmas atuando junto à Câmara de Vereadores de Serra Talhada, no Sertão de Pernambuco. O G1 procurou à Câmara, mas as ligações não foram atendidas.

O prazo de investigação será de 90 dias, de acordo com a publicação no DOE. No site da Casa Legislativa, existe um link de Recursos Humanos, mas nos itens folha de pagamento, viagens, horas extras e outras informações sobre servidores, contratados, aposentados e pensionistas da Casa Legislativa, não existem informações disponíveis.

Valores 

No Portal da Transparência, os gastos com a folha de pessoal ficam em cerca de R$ 40 mil com os efetivos e mais de R$ 90 mil entre os comissionados, que são alvos da investigação do Ministério Público. Não foi informado pela Câmara no site, a quantidade de servidores efetivos e de comissão que a Casa conta atualmente.  (G1)

Deslizamento de pedras na Serra das Russas interdita trecho da BR-232

Deslizamento ocorreu na BR-232 (Foto: Divulgação/PRF)

O deslizamento de pedras na Serra das Russas, em Gravatá, no Agreste de Pernambuco, entre quinta-feira (20) e sexta-feira (21), provocou o bloqueio parcial de um trecho da BR-232. De acordo da Polícia Rodoviária Federal (PRF), a interdição aconteceu no km 67 da rodovia.

Ainda segundo a PRF, a via ficou fechada entre das 21h às 2h30. Um acidente ocorreu durante o bloqueio, mas ninguém se feriu. (G1)

Acidente entre carro e caminhão na BR-116 deixa duas pessoas mortas, no Sertão de PE

Duas pessoas morreram na manhã dessa quinta-feira (20), em um acidente na BR 116, próximo ao Trevo do Ibó, entre as cidades de Belém do São Francisco e Cabrobó. De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), elas estavam em um carro, que colidiu com um caminhão.

Outra pessoa que também estava no veículo de passeio foi levada para o hospital. Seu estado de saúde e as circunstâncias em que o acidente aconteceu não foram informadas. (G1)

Cidades de Pernambuco registram em 24 horas chuvas esperadas para mais de 20 dias

Em Ribeirão, na Mata Sul de Pernambuco, ruas ficaram alagadas por causa das fortes chuvas (Foto: Everaldo Santos/TV Globo)

Menos de dois meses após as fortes precipitações que tiraram mais de 55 mil pessoas de casa e deixaram seis mortos em Pernambuco, voltou a chover forte, nesta sexta-feira (21), em cidades da Zona da Mata e do Grande Recife. Ruas ficaram alagadas e a população entrou em alerta. Na Mata Sul, houve deslizamentos de terra. Em localidades da Região Metropolitana, choveu em 24 horas um volume esperado para mais de 20 dias.

Na quinta-feira (20), a Apac emitiu um alerta para chuvas fortes na Mata Sul e no Grande Recife. Segundo o meteorologista Romilson Ferreira, na capital, choveu 95,8 milímetros até o início desta sexta. “Isso equivale a cerca de 25% do esperado para o mês, que é de 385 milímetros. A partir de 30 mm, há grande risco para deslizamentos de barreiras”, explicou.

Segundo a Apac, a cidade em que mais choveu foi Ipojuca, no Grande Recife. Lá, o volume atingiu 211 milímetros, o que equivale ao esperado para 22 dias. No Cabo de Santo Agostinho, também na Região Metropolitana, choveu 194 milímetros, equivalente a 21 dias. Escada, na Mata Sul, registrou o equivalente a 23 dias, com 167 milímetros e Sirinhaém, também na Mata Sul, teve 144 milímetros, esperados para duas semanas no município.

Segundo Ricardo Menezes, que mora perto das casas atingidas, os moradores ouviram o deslizamento e conseguiram sair do local a tempo. “Existe uma barreira atrás das casas e uma na frente. Ambas deslizaram. Na frente, há fios de alta tensão e estamos preocupados com possíveis acidentes. Quando os moradores ouviram o deslizamento, conseguiram sair e, felizmente, ninguém foi atingido”, disse Ricardo.

Também em Ribeirão, a água voltou a invadir algumas casas que haviam sido atingidas durante o mês de maio. No bairro Ferroviária, às 5h desta sexta, moradores já haviam tirado os móveis de casa e ido para as casas de parentes e amigos. Em Gameleira, ruas ficaram alagadas e moradores também decidiram deixar as casas, com medo das enchentes. (G1)

Jovem sem cinto de segurança morre após colidir carro contra muro na BR-232

Acidente ocorreu na manhã desta quinta-feira (20) (Foto: Divulgação/PRF)

Um jovem de 20 anos morreu na manhã dessa quinta-feira (20) em um acidente na BR-232 em Caruaru, no Agreste de Pernambuco. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a vítima estava sem o cinto de segurança.

Ainda segundo a PRF, o jovem perdeu o controle do veículo e colidiu contra um muro. Devido às chuvas, o automóvel aquaplanou na rodovia, conforme informou a polícia.

A PRF também destacou que os pneus traseiros do carro estavam em mau estado de conservação. O corpo da vítima deve ser levado para o Instituto de Medicina Legal (IML). (G1)

Apac emite alerta de chuvas moderadas a fortes em Pernambuco

A Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac) emitiu um alerta de chuvas com intensidade moderada a forte na Região Metropolitana do Recife (RMR) e Matas Norte e Sul nessa quinta-feira (20).
Em Pernambuco, a localidade de Torrinha, no Cabo de Santo Agostinho, foi a que mais acumulou chuvas nas últimas 24h, somando 165,83 mm. Os municípios de Ipojuca, Rio Formoso e Ribeirão também registraram volumes de chuva superiores a 120mm.
No Recife, o Ibura foi o local que mais registrou chuvas no mesmo período, com 74,04 mm acumulados, seguido do Alto Bela Vista, com 66,08 mm.
Na sexta-feira, a previsão é de chuva durante todo o dia com intensidade moderada na RMR e Matas Norte e Sul. No Agreste e Sertão, deve chover de forma isolada ao longo do dia com intensidade fraca.
Do Diário de Pernambuco

Inscrições para concurso com 52 vagas para analista previdenciário terminam nesta quinta-feira (20)

Resultado de imagem para concurso analista previdenciário

 

 

 

 

 

Terminam, nesta quinta-feira (20), as inscrições para o concurso público para contratação de 52 servidores para atuar na Fundação de Aposentadorias e Pensões dos Servidores do Estado de Pernambuco (Funape). São dez vagas para o cargo de analistas jurídico previdenciário e 42 para analistas em gestão previdenciária.

As inscrições devem ser feitas no site da Fundação Carlos Chagas até as 23h59. A taxa de inscrição custa R$ 64,50. A solicitação de isenção deve ser feita até o dia 23 de junho.

O concurso público tem validade de dois anos, prorrogáveis por igual período, a partir da data de homologação do resultado final. Os salários oferecidos para os cargos são de R$ 3.678,05. Além disso, o governo disponibiliza vale alimentação de R$ 246,40. A jornada de trabalho é de 40 horas semanais.

Para participar da seleção, o candidato a analista jurídico previdenciário precisa apresentar diploma de nível superior em Direito, devidamente registrado, fornecido por Instituição de Ensino Superior reconhecida pelo Ministério da Educação e registro no respectivo órgão de classe. Para o cargo de analista de gestão previdenciário, o concurso exige formação de nível superior em qualquer área.

As provas objetivas ocorrerem no dia 3 de setembro, no Recife. O gabarito sai no dia 5 do mesmo mês. O resultado final do certame deve ser divulgado em 10 de novembro. O edital pode ser conferido pela internet, no Diário Oficial.

Veja a lista completa de concursos e vagas de emprego.

Pernambuco tem 153 cidades com risco elevado para transmissão de dengue, zika e chikungunya

Repelente é crucial para evitar ser picado pelo Aedes aegypti (Foto: Divulgação)

O 4º Levantamento de Índice Rápido do Aedes aegypti (LIRAa), que monitora a quantidade de imóveis com a presença de larvas do mosquito, mostra que 153 municípios pernambucanos estão em situação de risco elevado para transmissão de arboviroses, como dengue, zika e chikungunya. Isso representa 83% de todo o estado. Doze cidades ainda não informaram o resultado das inspeções.

De acordo com os dados do 4º ciclo, coletados até sábado (15) pela Secretaria de Saúde, 85 cidades estão em risco de surto e 68 encontram-se em situação de alerta. Dezenove municípios têm dados satisfatórios. Os números foram divulgados nesta quinta-feira (20).

Na quarta-feira (12), o complemento do 3º levantamento feito pela Secretaria de Saúde apontou problemas em 163 localidades. O levantamento anterior, no entanto, só não contou com dados de duas cidades: Tracunhaém, na Mata Norte, e Venturosa, no Agreste.

Doenças

Em 2017, Pernambuco notificou 10.044 casos de dengue. Segundo o estado, houve uma redução de 90.8% em relação ao ano passado.

Foram registrados, ainda, 2.966 casos de chikungunya, o que representa redução de 94,9%. A Secretaria de Saúde notificou também 429 ocorrências de zika, o que significa uma diminuição de 96%.

Mesmo com a queda das notificações de arboviroses, em relação a 2016, o governo ressalta aimportância da vigilância. A técnica do Programa de Controle das Arboviroses da Secretaria Estadual de Saúde (SES) Daniela Bandeira justificou que houve um leve aumento dos registros, nos últimos levantamentos.

Para ela, é preciso chamar a atenção dos gestores municipais e da população para que as ações de controle continuem sendo realizadas normalmente.

Veja a lista de cidades que não informaram índice de infestação

  • Buíque
  • Camaragibe
  • Chã Grande
  • Côrtes
  • Gravatá
  • Igarassu
  • Manari
  • Paulista
  • Pedra
  • São João
  • Venturosa
  • Vitória de Santo Antão

Saiba como eliminar os focos

  • Mantenha bem tampados caixas d’água, jarras, cisternas, poços ou qualquer outro reservatório de água.
  • Mantenha as lixeiras tampadas e secas. Nunca jogue lixo em terrenos baldios.
  • Coloque no lixo todo objeto que possa acumular água. O lixo deve ser colocado em sacos plásticos bem fechados.
  • Lave os bebedouros de animais com uma bucha pelo menos uma vez por semana e troque a água todos os dias.
  • Cubra e guarde os pneus em locais secos, protegidos das chuvas.
  • Guarde as garrafas secas de cabeça para baixo e não deixe no quintal objetos que acumulem água.
  • Encha os pratinhos de plantas com areia.
  • Retire a água acumulada sobre a laje.
  • Mantenha as calhas d’água limpas.

 

 

Do G1