Atendimento no INSS em PE volta ao normal na terça-feira (29)

 

 

Os servidores do INSS decidiram encerrar o movimento grevista que durou 78 dias. A decisão foi tomada após assembleia realizada pela categoria na última quinta-feira (24) e os atendimentos voltarão ao normal na terça-feira (29).

A proposta formalizada pelo governo na quarta-feira (23) foi aceita pela categoria e prevê reajuste salarial de 10,8%, sendo 5,5% em agosto de 2016 e o restante apenas em janeiro de 2017. Foram também aprovadas à incorporação da gratificação de desempenho (dividida em três vezes: janeiro de 2017, janeiro de 2018 e janeiro de 2019), e a criação de um comitê gestor para estruturar o plano de cargos da categoria.

Segundo o Sindicato dos Trabalhadores Públicos Federais em Saúde e Previdência Social no Estado de Pernambuco (Sindsprev) os segurados que tinham atendimento marcado e não receberam o benefício serão contatados pelos servidores por telefone. A prioridade será para os casos de pensão por morte, auxílio maternidade e auxílio reclusão. O atendimento espontâneo de liberação de pagamento e procuração também será priorizado.

O Sindsprev informou ainda que a reposição dos dias parados será convertida em horas de trabalho nas agências previdenciárias. Os servidores das áreas meio poderão ser deslocados para a área fim, para reforçar o atendimento ao público. (G1)

Homem é preso por conduzir veículo embriagado em Serra Talhada

 

 

Durante rondas na Rua da Aurora, bairro Bom Jesus, Serra Talhada-PE, Policiais Militares do 14º BPM realizaram abordagem ao imputado F. G. do Amaral, 28 anos, que conduzia uma motocicleta Honda CG 125, vermelha, onde foi verificado que estava sob influência de álcool, além de não possuir CNH. Foi realizado o teste de alcoolemia, que resultou em 1,08 Mg/L.

O imputado foi encaminhado à DPC local onde foi autuado em flagrante delito.

Mulher é detida após furtar bicicleta em Serra Talhada

 

 

Durante rondas Rua Cornélio Soares, Centro, Serra Talhada-PE , Policiais Militares do 14º BPM foram informados por testemunhas de que a imputada não identificada, havia furtado uma bicicleta da sobrinha da envolvida S. Lúcia de Oliveira, comerciante e em seguida teria tomado destino ignorado. Após rondas, a imputada foi localizada, porém, a bicicleta não foi encontrada.

Os envolvidos foram encaminhados à DPC local para serem tomadas as medidas cabíveis.

Universitário é preso depois de colocar pés de maconha na janela em Petrolina

Universitário é preso depois que colocou dos pés de maconha na janela (Foto: Taisa Alencar / G1)

 

Um estudante de 22 anos, do 6º período do curso de engenharia mecânica da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), foi preso nesta sexta-feira (25), depois de colocar dois pés de maconha na janela do apartamento. A planta chamou a atenção dos vizinhos, que acionaram a polícia. A prisão ocorreu em um condomínio residencial de classe média, localizado no bairro Vila Mocó, na Zona Central da cidade.

Além dos pés de maconha, os policias do Grupo de Apoio Tático Intinerante (Gati), encontraram aproximadamente 1 kg da droga pronta para o consumo, já embalada e dividida. Um outro rapaz de 24 anos, estudante do curso de segurança do trabalho, estava no local e também foi detido. De acordo com a polícia, o estudante de engenharia mora no apartamento com a namorada, uma estudante do curso de medicina.

Droga encontrada no apartamento do estudante de engenharia (Foto: Taisa Alencar / G1)

“Os moradores reclamaram do cheiro forte de maconha no local. O Núcleo de Inteligência fez um levantamento e encontrou no apartamento 104, duas plantas com características de maconha. Eles acionaram a equipe do Gati, onde verificamos que as plantas eram mesmo de maconha, medindo 50 centímetros. Já no interior do apartamento, encontramos aproximadamente 1 kg da droga pronta para consumo”, explicou o sargento do Gati, Gilvan Francisco.

Os dois envolvidos e o material apreendido foram encaminhados para a 1ª Delegacia de Polícia, no bairro Ouro Preto, Zona Oeste da cidade. (G1)

05 VAGAS: Agência do Trabalho atualiza cadastro de empregos em Serra Talhada

 

Agência do Trabalho de Serra Talhada em parceira com o Jornal Desafio Online atualizou seu cadastro de vagas de emprego nesta sexta-feira (25) e está oferecendo 05 oportunidades. Os interessados podem concorrer os cargos de Operador de Caixa tem uma vaga. Para concorrer é necessário ter pelo menos seis meses de experiência e Ensino Médio Completo. O salário é a combinar. Outra vaga está aberta para que desejar trabalhar como Técnico em Prótese Dentária. Interessados devem ter seis meses de experiência e Ensino Médio Completo. O salário Também é a combinar entre empregador e empregado.

E estão abertas três vagas para Vendedor Externo. Neste caso é preciso ter 1 ano de experiência e também ter concluído o Ensino Médio. O salário também é a combinar.

 

OBSERVAÇÕES

  1. Vagas sujeitas a alterações no decorrer do dia;
  2. Os interessados deverão enviar currículo para o e-mail [email protected] informando no corpo da mensagem o número do PIS ou NIT e vaga pretendida;
  3. Apenas poderão participar das seleções candidatos que possuam cadastro com a Agência do Trabalho. Se você ainda não é cadastrado, procure a agência munido de seus documentos pessoais (RG, CPF, Carteira de Trabalho, Número do PIS, NIS ou NIT) para fazer o seu cadastro.

 

HORÁRIO DE ATENDIMENTO: Segunda à Sexta das 7:30 às 17:30

INFORMAÇÕES: (87) 3831-9240 / 9244 / 9245

 

IML JÁ! Jornalista manda recado ao governador Paulo Câmara

unnamed

 

A campanha do IML JÁ! busca mobilizar 20 mil assinaturas através de um abaixo-assinado para tentar sensibilizar o governador Paulo Câmara a instalar pelo menos um posto do IML na cidade de Serra Talhada.

A campanha ganhou aprovação popular, pessoas estão pedindo folhas para também se engajarem na campanha, mais de 5 mil pessoas já assinaram. ” Vamos atingir 20 mil assinaturas, em seguida faremos um ato público em Serra Talhada e levaremos o abaixo-assinado para ser entregue ao governador Paulo Câmara e daremos um prazo para que o mesmo se pronuncie, não apenas com promessa, mas com uma data para começar esse trabalho. Um posto de atendimento do IML dentro do próprio HOSPAM (Hospital Agamenon Magalhães) já resolveria o problema, enquanto o Hospital Geral, prometido pelo governador, não chega. Caso o governador continue desrespeitando Serra Talhada, vamos mobilizar os prefeitos, os empresários e o povo em geral e vamos entrar com um processo de construção de um IML particular para atender gratuitamente a população serra-talhadense e as cidades circunvizinhas que abraçarem a causa e vamos envergonhar o governo Paulo Câmara”. Disse Iranildo Marques um dos líderes do movimento.

Edital de concurso da UFPB deve ser divulgado em outubro e curso oferecerá 154 vagas

 

 

O concurso da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) terá 154 vagas para 37 cargos. A informação consta na edição da última terça-feira (22), do Diário Oficial da União. O edital deve ser publicado até o começo de outubro e o concurso está orçado em R$ 2 milhões.

Em março, a UFPB anunciou que o concurso seria para preencher 140 vagas e que o edital seria publicado em abril, mas acabou sendo adiado.

Aneel muda cobrança de encargo e conta de luz deve ficar 8% mais cara

 

 

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta quinta-feira (24) uma nova metodologia de cobrança da Conta de Desenvolvimento Energético (CDE), que é um encargo cobrado nas contas de luz. Parte da conta, que até então era paga pelas indústrias, será repassada aos consumidores residenciais, o que pode representar uma alta de até 8% nas contas de luz.

O impacto no bolso do consumidor será sentido quando autorizado o reajuste tarifário anual de cada distribuidora de energia.

A agência se viu obrigada a rever as regras de cobrança da CDE devido a uma decisão judicial que desobrigou as empresas de arcar com os valores, movida pela Associação Brasileira de Grandes Consumidores Industriais de Energia e de Consumidores Livres (Abrace). A entidade alegou “ilegalidade” no sistema de cobrança atual.

“Não é do meu intento, não é do intento da Aneel, mas a decisão judicial tem que ser cumprida”, disse o relator do processo, André Pepitone da Nóbrega, na reunião da diretoria do órgão que aprovou a nova metodologia.

A Aneel tentou derrubar a liminar, mas teve o primeiro pedido negado pela Justiça. A agência, no entanto, promete seguir na batalha judicial para tentar reverter a decisão.

Repasse de R$ 1,6 bilhão

Pelos cálculos da agência, o cumprimento da decisão judicial levará ao repasse anual de R$ 1,6 bilhão aos consumidores residenciais. Inicialmente, o valor será pago pelas distribuidoras de energia, que poderão repassá-lo aos consumidores por meio de reajustes das tarifas.

Já a indústria fica desobrigada a arcar com os valores de forma retroativa a 3 de julho deste ano, que é a data da obtenção da liminar na Justiça.

Os recursos destinados à CDE compõem um fundo de investimentos para o setor, aplicado, por exemplo, no financiamento de ações do governo, como o programa Luz para Todos e subsídios à tarifa de famílias de baixa renda. O fundo, no valor de R$ 18,9 bilhões ao ano, é gerido pela Eletrobras, vinculada ao Ministério de Minas e Energia.
Leia abaixo o posicionamento da Abrace sobre a decisão da Aneel em relação à CDE:

A Associação Brasileira dos Grandes Consumidores Industriais de Energia e de Consumidores Livres (ABRACE) informa sobre a divulgação de hoje da Aneel sobre sua intenção de reajustar tarifas para cumprir decisão judicial da 2a Vara Federal de Brasília datada 3 de julho de 2015 que:

– A decisão liminar atendeu questionamento da ABRACE sobre parcela de custos da CDE transferida indevidamente para a indústria em prejuízo da competitividade do País, da produção e do emprego.

– O aumento das tarifas anunciado pela Aneel não é uma decorrência da decisão judicial emitida em favor da ABRACE, mas de uma opção feita pelo próprio regulador. Essa decisão trará impacto no caixa das distribuidoras no curtíssimo prazo e na conta de energia dos consumidores a partir dos próximos reajustes.

– A ABRACE questionou judicialmente, diante do orçamento da CDE de 2015, itens de despesa que não deveriam ser pagos por nenhum consumidor (residencial, comercial ou industrial). Um dos exemplos mais gritantes são os custos da construção do gasoduto Coari-Manaus, considerados superfaturados conforme relatório do Tribunal de Contas da União (TCU), de acordo com as investigações da Operação Lava Jato e, inclusive, apuração feita pela própria ANEEL, em um processo administrativo que está em andamento.

– Segundo cálculos da ABRACE, auditados por consultoria independente, esses itens de despesas indevidas, que não deveriam ser pagos por nenhum consumidor, podem superar R$ 2,5 bilhões – que corresponderiam a cerca de 10% de todo orçamento da CDE para o ano de 2015.

– Já a liminar obtida no processo judicial, que foi deferida em julho/2015, desonera as associadas da ABRACE de valores entre R$ 800 milhões e R$ 1,35 bilhão até dezembro, a depender do critério de cálculo (seja metodologia da Aneel ou da ABRACE). Esses valores correspondem a custos que foram transferidos, na visão da ABRACE, sem cobertura legal.

– Portanto, se a ANEEL, ao cumprir a liminar, tivesse retirado da CDE os itens de despesa apontados como indevidos e sem cobertura legal, haveria redução das tarifas de todos os consumidores, pois a diminuição do custo total da Conta seria superior a qualquer desoneração dos associados da ABRACE. Esse encaminhamento também preservaria as distribuidoras de impactos adicionais e de difícil absorção, ainda que transitórios, em seus caixas. Mantida a decisão da agência, esta oportunidade pode ter sido perdida hoje, no encerramento da audiência pública 57/2015 caso a Aneel não reveja seu entendimento.

– Para evitar a judicialização do assunto por outros consumidores, a Agência deveria se antecipar e sanear a CDE, fixada em mais de R$ 18 bilhões a partir de meras tabelas de custos apresentada pela Eletrobras e não auditadas com profundidade.

– Vale destacar que a Aneel tem plena competência para retirar esses itens de despesa da CDE, pois, de acordo com a legislação, cabe à Agência tanto calcular as cotas anuais do encargo quanto fiscalizar a movimentação da CDE.

– A ABRACE ressalta que em momento algum pediu para que os demais consumidores ou as distribuidoras fossem onerados. A decisão liminar também não indicou alocação de custos sobre distribuidoras ou consumidores, mas, ao contrário, determinou a citação da Eletrobras e consignou expressamente que “a decisão a causa repercutirá nos compromissos e na gestão dos recursos da CDE a seu cargo”.

– Conforme o texto da liminar, se a decisão da causa repercutirá nos compromissos e gestão dos recursos da CDE a cargo da Eletrobrás, não haveria espaço para que a Aneel transferisse os efeitos da liminar para transmissoras e distribuidoras.

– Por fim, as afirmativas dispostas acima podem ser resumidas em trecho da decisão do Presidente do TRF da 1a Região, Desembargador Federal Cândido Mendes, em 20 de agosto: “…A grave lesão à ordem e à economia, neste caso, não decorre da decisão impugnada [pela Aneel], mas, principalmente, das opções políticas na gestão energética…”.  (G1)

Garota de programa é presa com 15 quilos de maconha em Salgueiro

 

A Polícia Federal em Pernambuco, por intermédio da Delegacia de Polícia Federal em Salgueiro-PE, prendeu na noite da última terça-feira (22), por volta das 22:00, CARLA RAFAELLA DA SILVA FEITOSA, de 28 anos, doméstica e profissional do sexo, natural de Olinda-PE e residente no Bairro Centenário em Caruaru-PE.

A prisão aconteceu em virtude de investigações de rotina realizada pela Delegacia de Polícia Federal em Salgueiro-PE com vistas à reprimir o tráfico interestadual de entorpecentes. As investigações evoluíram e deram conta de que uma mulher estaria embarcando na Rodoviária de Salgueiro-PE com uma certa quantidade de maconha com destino a Recife/PE. De posse dessa informação e também das características físicas da mulher foram montadas 02 (duas) equipes de policiais federais que se dirigiram até à Rodoviária com vistas a identificar e abordar a possível traficante.

 

A ação teve seu desfecho final quando os federais perceberam a chegada de uma mulher carregando duas 02 (duas) bolsas, a qual tinha as mesma características apontadas na investigação e quando estava subindo no ônibus para embarcar foi de pronto abordada pelos policiais que ao fazer uma busca no interior de suas bagagens encontram 15 (quinze) tabletes de maconha cujo peso bruto totalizou cerca de 15 Kg (quinze) quilos. Terminado os trabalhos investigativos CARLA, recebeu voz de prisão em flagrante, foi informada dos seus direitos e garantias constitucionais e em seguida conduzida juntamente com todo o material arrecadado para a Delegacia de Polícia Federal em Salgueiro/PE onde acabou sendo autuada pela prática do crime contido no artigo 33 da lei 11.343/06 – (Tráfico de Drogas) e caso seja condenada poderá pegar penas que variam de 5 a 15 anos de reclusão.

 

Após a autuação, a conduzida realizou Exame de Corpo de Delito no IML – Instituto de Medicina Legal de Salgueiro e logo após foi encaminhada para a Penitenciária Feminina de Verdejante, onde ficará à disposição da Justiça Federal. Em seu interrogatório a presa informou que trabalha como profissional do sexo em Limoeiro e que decidiu vir para Salgueiro-PE com o objetivo de comprar maconha para revender aos poucos em Limoeiro-PE, Caruaru e Recife. Informou ainda que comprou a droga de um caminhoneiro em Salgueiro, porém não forneceu maiores detalhes sobre ele. Pela forma de apresentação a maconha é oriunda do sertão pernambucano.