Corpos de casal são encontrados abraçados no Rio São Francisco

Corpos de casal são encontrados abraçados no Rio São Francisco

 

 

 

Um casal foi encontrado abraçado depois de se afogar nas águas do Rio São Francisco, na tarde da última quarta-feira (16), em Juazeiro, no norte da Bahia. Os corpos foram resgatados por mergulhadores do Corpo de Bombeiros a seis metros de profundidade, próximo ao porto fluvial do município.

O homem, Eduardo Cruz da Silva, de 37 anos, era natural de São Paulo, mas residia em Juazeiro. Sua namorada, Patrícia da Silva, de 34, era moradora de Petrolina (PE), cidade separada de Juazeiro pelo rio.

A moça estava se afogando quando o namorado pulou na água na tentativa de salvá-la. Os dois morreram abraçados. Os corpos foram resgatados de uma profundidade de seis metros pelos mergulhadores do Corpo de Bombeiros de Juazeiro. De acordo com a Polícia Civil, o casal trabalhava como catador de materiais recicláveis e era bastante conhecido na cidade.

Segundo os bombeiros, as condições do rio no local são semelhantes ao trecho do São Francisco em que o ator da Rede Globo Domingos Montagner morreu afogado quando nadava na companhia da atriz Camila Pitanga, em setembro deste ano, perto da Usina de Xingó, em Canindé do São Francisco, entre Alagoas e Sergipe.

Os corpos foram levados para o Departamento de Polícia Técnica (DPT). Conforme o soldado Emanuel Santana, do 15.º Grupamento de Bombeiros Militar, com sede em Juazeiro, os namorados nadavam em local proibido para banho, em razão da grande profundidade e da proximidade do porto.

“São trechos profundos e com muita correnteza. A diferença é que lá (Canindé, onde Montagner morreu), a área era permitida para banhos”, disse.

 

Do Estadão 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>