Defesa Social coloca todos os policiais nas ruas do estado por 24h

Resultado de imagem para polícia militar de pernambuco

 

 

 

Pelas próximas 24h, todo o efetivo das polícias Militar e Civil estarão nas ruas do estado. Comandada pela Secretaria de Defesa Social (SDS), a operação “Esforço Geral” tem o objetivo de realizar o maior número possível de flagrantes e mandados de prisões. Segundo o secretário da pasta, Angelo Gioia, essa é a primeira de uma série de ações semelhantes.

“Na verdade, isso faz parte de um planejamento, um compromisso nosso que assumi desde o início da minha gestão. Vamos devolver, em caráter definitivo, policiais que estavam em funções administrativas”, pontuou.

Só a Polícia Civil está empregando, ao todo, 939 policiais na operação. São 168 delegados e 771 agentes e escrivães. Compõem o efetivo, inclusive, policiais cedidos pela Diretoria de Recursos Humanos (DIRH) da corporação e da SDS. A Polícia Militar, assim como a própria SDS, não informou a quantidade do efetivo que vai estar nas ruas.

No entanto, o secretário comentou que a ação será feita sempre em áreas com maior índice de criminalidade e com uma frequência já estabelecida. Com um número crescente de homicídios e a constante ocorrência de assaltos a bancos, a intenção da pasta é de tentar entregar uma sensação de segurança a população pernambucana.

“Vamos lançar esse efetivo numa frequência já estabelecida com os comandos das polícias militar e civil e do Corpo de Bombeiros. Criaremos uma rotina própria para esse tipo de atividade”, adiantou.

Polícia Civil
Além de integrar a ação comandada pela SDS, a Polícia Civil ainda realiza Operações de Repressão Qualificada (ORQ). O objetivo é recolher ao sistema prisional pessoas procuradas pela Justiça por meio de mandados de prisão preventiva e temporária, além de deter suspeitos em flagrante delito.

Uma das operações desta quarta é a ‘Caça Fantasma’, que investiga o desvio de dinheiro público na Câmara de Vereadores de Carpina, na Zona da Mata Norte do estado. De acordo com a polícia, um dos principais alvos é um ex-presidente do Legislativo municipal, entre 2013 e 2014.

Também na manhã desta quarta, a polícia deflagrou a ‘Operação Coroa’. O objetivo é cumprir 20 mandados de prisão. São investigados crimes de homicídio, tráfico de drogas e roubo. Os mandados foram expedidos pela Justiça em São José da Coroa Grande, no Litoral Sul do estado. (G1)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>