Em audiência de conciliação, bancários e OAB chegam a acordo

Resultado de imagem para Em audiência de conciliação, bancários e OAB chegam a acordo

 

 

 

Uma audiência de conciliação nesta terça-feira (04) resultou num acordo, na Justiça do Trabalho, entre o Sindicato dos Bancários de Pernambuco, os bancos e a seccional pernambucana da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-PE). Ficou decidido que funcionários da Caixa e do Banco do Brasil que não aderiram à greve, que completou quatro semanas, efetuem o pagamento dos alvarás judiciais e que as agências funcionem em expediente especial de duas horas diárias para atendimento exclusivo desse serviço.

Deverão funcionar, a partir desta quinta-feira (6), os Postos de Atendimento Bancário Especiais (PAB) do Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região (TRT-PE), Fórum do Recife, Justiça do Trabalho de Jaboatão dos Guararapes e Justiça do Trabalho de Recife no horário das 10h às 12h exclusivamente para pagamentos de alvarás expedidos pelos órgãos do Poder Judiciário Estadual e do Poder Judiciário Federal.

As determinações foram expedidas na 11ª Vara do Trabalho do Recife, com presença de representantes do Sindicato, OAB-PE, Caixa Econômica Federal (CEF) e Banco do Brasil.

Na última quinta-feira (29), a OAB-PE entrou com uma ação judicial para solicitar a prisão da presidente do Sindicato dos Bancários de Pernambuco, Suzineide Rodrigues. Na última segunda-feira (3), a Justiça negou o pedido. A juíza Mariana de Carvalho Milet propôs uma reunião de conciliação entre os bancários e os banqueiros.

Nas últimas rodadas de negociação, realizadas esta semana, a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) ofereceu um reajuste salarial de 7%. Os bancários, no entanto, reivindicam um aumento de 14,78%.

De acordo com o sindicato em Pernambuco, das cerca de 625 agências existentes no estado, pelo menos 562, ou seja, 90% estão fechadas por causa da paralisação. No dia 16 de setembro, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) em Pernambuco conseguiu na Justiça uma liminar determinando que 30% das agências voltem a funcionar, no mínimo, duas horas por dia. Em resposta, o sindicato informou que caberia aos bancos cumprir a liminar, mobilizando os funcionários que não aderiram à greve.

Bancários em quase todo o país entraram em greve no dia 6 de setembro por tempo indeterminado. A paralisação foi aprovada em assembleia no dia 1º deste mês, segundo a Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf). Ainda de acordo com o órgão, nesta segunda-feira (3) 13.245 agências e 29 centros administrativos estavam com atividades paralisadas no país, o que corresponde 56% de adesão da categoria.

Atendimento

A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) lembra que os clientes podem usar os caixas eletrônicos para agendamento e pagamento de contas (desde que não vencidas), saques, depósitos, emissão de folhas de cheques, transferências e saques de benefícios sociais.

Nos correspondentes bancários (postos dos Correios, casas lotéricas e supermercados), é possível também pagar contas e faturas de concessionárias de serviços públicos, sacar dinheiro e benefícios e fazer depósitos, entre outros serviços. (G1)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *