Em Serra Talhada, reunião na sede do MPF decide pela retirada de algarobas do Rio Pajeú

 

 

 

Proprietário de terras localizadas às margens do Rio Pajeú estiveram reunidos na última quarta-feira (16), na sede do Ministério Público Federal – MPF em Serra Talhada.

O encontrou reuniu  ambientalistas e professores, onde discutiram as questões científicas nas mudanças climáticas, que acabaram provocando deteriorações na extensão do rio, ao longo dos anos.

O Secretário de Meio Ambiente, Ronaldo Filho, responsável em provocar a reunião, ao fazer um resumo do encontro, adiantou que à unanimidade foi decidido pela retirada dos pés de algarobas.

“A reunião foi muito produtiva todo mundo interagindo, discutindo e chegamos a uma conclusão bastante positiva pra todo mundo. Nós estamos começando a fazer à logística, já foi tudo aprovado pra começar a retirada das algarobas. Estamos no Recife na CPRH com o pessoal, na segunda-feira vamos receber um fiscal, e eles vão fazer uma vistoria pra confirmar o que a gente tem pedido, mas a gente já recebeu uma nota técnica do IBAMA respaldando, então vai começar o processo junto à sociedade civil, proprietários de terras, comerciantes também e a gente como município vai fiscalizar e acompanhar, como o Ministério Público também”, adiantou Ronaldo Filho.

 

De Júnior Campos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *