Estado faz apelo e pede doação para reforçar estoques de bancos de leite

Banco de Leite de Roraima recebe doação de 50 mães (Foto: Arquivo pessoal)

 

 

Aproveitando as ações da Semana Mundial da Amamentação, a Secretaria Estadual de Saúde faz um apelo para a sociedade. É preciso receber mais doações para reforçar os estoques de leite materno nos quatro bancos administrados pelo governo de Pernambuco. A falta do produto pode prejudicar o atendimento de crianças internadas em unidades de terapia intensiva ou em atendimento  em hospitais.

O banco de leite materno do Hospital Agamenon Magalhães, na Zona Norte do Recife, tem a pior situação. A unidade possui 15 litros estocados, mas utiliza dois litros por dia. Ou seja, essa quantidade é suficiente para apenas uma semana.

No interior pernambucano, o Hospital Jesus Nazareno,  em Caruaru, no Agreste, possui 10 litros e utiliza 1 por dia. O Hospital Dom Malan, em Petrolina, no Sertão, tem 25 litros e vem utilizando pouco mais de 2 litros por dia.

A melhor situação é o do Hospital Barão de Lucena, no Recife, que possui, atualmente, cerca de 30 litros em estoque. Por dia, a unidade utiliza, em média, 1 litro.

Para doar

As mães que produzem leite em excesso podem ligar para um banco para fazer a doação. Os contatos das unidades do Estado são: Hospital Agamenon Magalhães (3184.1690), Hospital Barão de Lucena (3184.6552), Hospital Jesus Nazareno (Caruaru – 3719.9338) e Hospital Dom Malan (Petrolina – 87 3202.7000).

Além do leite, os bancos e postos de coleta também recebem postes de vidro com tampa plástica, essenciais para fazer o armazenamento do alimento.

Como Fazer

Para fazer a retirada do leite, a indicação é que a mãe use um lenço para proteger a boca e a cabeça, além de higienizar as mãos antes de iniciar o processo. O produto deve ser armazenado em potes de vidro com tampa de plástico, como os de maionese ou café.

Basta levar uma panela com água ao fogo e quando começar a ferver, colocar os potes. Eles devem ser retirados de 15 a 20 minutos depois. O papel que vem na parte interna da tampa também precisa ser retirado antes de todo o processo. No vidro esterilizado, o leite ordenhado pode ser armazenado no freezer para que dure até 15 dias.

Imip

Embora o número de doações tenha aumentado nos últimos meses, o banco de leite do Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira (Imip), no bairro dos Coelhos, área central do Recife, tem um déficit de 9% em relação à quantidade necessária para amamentar os bebês internados na unidade. No início do ano, o instituto precisava de mais 40% do que estava no estoque para atingir a taxa ideal.

Segundo o Imip, em janeiro e fevereiro, o banco recebeu 444,5 litros. Em março e abril, esse número foi aumentando e chegou a 531,6. Já nos últimos dois meses do primeiro semestre, a quantidade já era de 645,7, um aumento de 31% em comparação com o início do ano. Mas, para chegar ao nível ideal, é necessário que, até o fim de agosto, tenham sido doados aproximadamente 776,3 litros.

Campanha

A Semana Mundial de Aleitamento Materno tem ações previstas até domingo (7). O tema este ano é ‘Amamentação – Faz bem para o seu filho, para você e para o planeta’. A Organização das Nações Unidas (ONU)  lançou uma campanha voltada para a conscientização sobre a importância da doação de leite humano.

Com a campanha, a expectativa é que a quantidade de doações aumente e atinja a meta. A coordenadora de Aleitamento Materno da Secretaria Estadual de Saúde (SES), Andréa Zacchê, afirma que o leite materno é essencial para a prevenção de várias doenças, especialmente as infecções respiratórias.

Segundo Andréa, a mãe passa uma imunidade para a criança para que, mesmo que ela adoeça, tenha num grau mais estável. A coordenadora explica que os bebês que tomam leite artificial, que não têm a proteção, acabam adoecendo com mais frequência, com evolução para pneumonia ou diarreia, chegando até a morte.

Evento

Nesta sexta-feira (5), o Hospital das Clínicas, na Cidade Universitária, Zona Oeste, terá uma roda de conversa com mães atendidas pela unidade e profissionais de saúde no Ambulatório de Pré-Natal, a partir das 8h. O HC fica às margens da BR-101, no campus da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). (G1)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>