Outubro é mês com mais homicídios desde agosto de 2008 em Pernambuco

Crime foi cometido na Vila Tamandaré, no Recife, no dia 22 de dezembro de 2014 (Foto: Reprodução/TV Globo)

 

 

 

A Secretaria de Defesa Social de Pernambuco (SDS) registrou 399 assassinatos, entre os dias 1ª e 28 de outubro deste ano. Mesmo sem computar crimes ocorridos nos últimos quatro dias, esse já pode ser considerado o mês mais violento do estado desde agosto de 2008. Ou seja, há oito anos, o Pacto Pela Vida não contabilizava tantos homicídios. O programa foi implantado em 2007 pelo governo do estado para reduzir, mensalmente, em 12% o índice de homicídios.

Com os assassinatos registrados em outubro, Pernambuco atingiu a casa de 3.548 assassinatos neste ano, o que significa uma média de 354 mortes violentas a cada mês e 11 homicídios por dia. Em todos os meses deste ano, o estado teve mais de 300 assassinatos por mês. Março foi o segundo colocado  no ranking de crimes registrados, 395 mortes violentas. O período menos número de registros foi fevereiro, com 307.

De acordo com o boletim-geral da SDS, publicado no site da secretaria no último dia 28, o policiamento ostensivo feito pela PM é distribuído de acordo com 26 áreas. Entre abril e setembro deste ano, Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife, ficou em primeiro lugar no ranking de assassinatos. Foram 192 crimes.

Em segundo lugar, ficou Caruaru, no Agreste, com 186 homicídios. O terceiro posto ficou com a área de Nazaré da Mata, na Zona da Mata Norte, que totalizou, nesse período, 151 crimes contra a vida.

Pacto pela Vida
Em outubro, o comando da SDS foi trocado. O secretário Alessandro Carvalho deixou a pasta e virou assessor especial do governador. O novo titular, o delegado da Polícia Federal Angelo Gioia, assumiu o cargo com a meta de reduzir os índices de violência em Pernambuco.

Ao chegar ao Recife, o novo secretário afirmou, em entrevista, que o Pacto pela Vida é um instrumento importante para o combate ao crime. Gioia apontou também, em outra ocasião, que para conter a criminalidade, a primeira estratégia a ser adotada pelo poder público seria dar mais celeridade às investigações de crimes como assassinatos e explosões de banco. A partir deste mês, por exemplo, Pernambuco passou a ter sete equipes de combate a roubos e furtos, quatro a mais que as existentes até então.

A SDS informou, por meio de nota, que está tomando medidas que devem impactar na segurança pública do estado nos próximos meses. Entre elas está o fato de que o Grupo de Operações Especiais (GOE) da Polícia Civil passou a atuar, juntamente com a Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), no trabalho de investigação de homicídios, contando assim com mais oito equipes para investigar esses crimes.

A secretaria apontou que está também trabalhando na reorganização das jornadas extras dos policiais, com ampliação dos plantões e reforço do policiamento nos horários com maior índice de homicídios, além da redistribuição de efetivo, transferindo para as ações operacionais os policiais que atuavam em atividades administrativas. O município de Jaboatão dos Guararapes deve ganhar um segundo batalhão de Polícia Militar ainda neste ano.

Na nota, o órgão destacou ainda que, de setembro a outubro, foram concluídos 2.227 inquéritos de homicídios, contra 1.861 no mesmo período de 2015; foram cumpridos no mesmo período 4.153 mandados. Nos nove primeiros meses do ano, foram também concluídos 20.628 inquéritos dos demais crimes, tais como os que envolvem drogas, roubos, furtos, apreensão de armas, Maria da Penha, “o que representa um aumento de 13% em relação ao mesmo período de 2015 (18.254)”. (G1)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>