PIB de Pernambuco cresce 0,5% no segundo trimestre deste ano

Canteiros de obras e prédios tomam conta do horizonte do bairro que antes era conhecido pela calmaria e casario centenário das ruas estreiras (Foto: Marina Barbosa / G1)

 

 

 

A economia de Pernambuco começa a demonstrar os primeiros sinais de recuperação. No segundo trimestre deste ano, o Produto Interno Bruto (PIB) do estado alcançou R$ 38,5 bilhões, o que equivale a um aumento de 0,5% na comparação com os três primeiros meses de 2016. Porém, quando comparados os dados mais recentes com os referentes aos meses de abril, maio e junho do ano passado, houve uma queda de 3,5%.

Os dados foram divulgados pela Agência Estadual de Planejamento e Pesquisas de Pernambuco – Condepe/Fidem na quinta-feira (6). A indústria foi o setor econômico que apresentou o melhor desempenho no estado no segundo trimestre deste ano, com um crescimento de 8,8% com relação aos três primeiros meses de 2016. Esse desempenho positivo foi impulsionado pela reação verificada nas indústrias da transformação e da construção civil.

Já o setor de serviços registrou um aumento de 0,8%, o que mostra que o empresariado voltou a investir no mercado. Porém, o consumidor ainda não confia para voltar a consumir como antes, explicou o diretor executivo de estudos e pesquisas da Agência Condepe/Fidem, Maurílio Lima, em entrevista coletiva com a imprensa.

Com relação à agropecuária, os índices mostram que houve uma redução de 4,1%. Ainda segundo o gestor, esse decréscimo é devido a fatores climáticos que afetaram tanto as lavouras quanto a pecuária.

Dados nacionais
O Brasil teve uma diminuição de 0,6% no PIB do segundo trimestre deste ano na comparação com o primeiro trimestre de 2016, e de 3,8% se comparado ao mesmo trimestre no ano anterior. Os números pernambucanos se destacam com relação aos verificados em outros estados que avaliam o PIB através da metodologia sazonal, adotada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), como a Bahia (-3,7%) e Minas Gerais (-2,8%). (G1)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>