Sport cai diante do líder invicto do Brasileirão

Sport não conseguiu quebrar invencibilidade do Corinthians. Foto: Luiz Moura/Estadão Conteúdo

 

 

 

 

O adversário do Sport na última rodada do primeiro turno era justamente o líder isolado e invicto até então no Brasileirão, na noite deste sábado (5). E o Corinthians fez valer seu poder nesta temporada, com apenas duas derrotas em 2017, ao vencer o time pernambucano por 3×1 na Arena Corinthians. Os gols da casa foram marcados por Guilherme Arana, Rodriguinho e Pedro Henrique, enquanto Thallyson diminuiu para o Leão.

O Corinthians fechou a melhor campanha do primeiro turno na história dos pontos corridos, chegando a 47 pontos, com 14 vitórias, cinco empates e 82,5% de aproveitamento. E, mesmo que algo de errado aconteça e tudo degringole na segunda metade da Série A, o Timão já tem pontos suficientes para se manter na primeira divisão.

Do lado rubro-negro, como apenas dois jogos da rodada aconteceram (o Fluminense bateu o Atlético-GO), a colocação do Sport se mantém. O Leão é o 6º colocado, dentro da zona de classificação para a pré-Libertadores, com 28 pontos somados.

O próximo jogo do Sport é no dia 13 deste mês, o próximo domingo, contra a Ponte Preta, na Ilha do Retiro, às 16h. O técnico Vanderlei Luxemburgo não poderá contar com o lateral-direito Samuel Xavier. Ele cumpre suspensão após o terceiro cartão amarelo.

VELOCIDADE

O Sport até tentou achar espaço no campo ofensivo. Mas, ao perder a bola, logo aos cinco minutos do primeiro tempo, o goleiro Cássio lançou no ataque para Romero. Rodriguinho recebeu do lado direito da área rubro-negra e chutou para o gol, com Magrão espalmando para escanteio.

Essa velocidade seria refletido em gol antes dos 10 minutos de partida. Fagner cruzou na grande área do Sport e a bola passou direto por Maycon. Guilherme Arana vinha de fora da área e encheu o pé para mandar no canto esquerdo de Magrão, abrindo o placar em Itaquera aos oito minutos.

POSSE

O Sport manteve a posse de bola durante quase todo o primeiro tempo, com 62% de posse. Mesmo assim, o Leão não conseguiu levar perigo ao gol defendido por Cássio. O mais próximo disso foi um escanteio cobrado por Everton Felipe. O goleiro corintiano saiu mal e Durval ficou na disputa da bola, com a zaga adversária atrapalhada. Cássio se recuperou em seguida e ficou com a bola.

O Corinthians era mais eficiente. Ao chegar na área rubro-negra, dava trabalho a Magrão. Em uma das aproximações, com jogo aéreo, Romero balançou as redes de cabeça. Mas o paraguaio estava completamente impedido e o gol foi bem anulado pela arbitragem.

DESARRUMADO

O Sport ainda se arrumava em campo para o retorno do segundo tempo quando o Corinthians ampliou. O relógio mostrava pouco menos de 20 segundos quando os paulistas roubaram a bola no campo defensivo. Em mais um contra-ataque rápido do time de Carille, Rodriguinho marcou um golaço, mandando de canhota no ângulo direito de Magrão ainda fora da área.

MAIS UM

A posse de bola ficou mais equilibrada no segundo tempo. Mas o Sport se manteve ineficiente. Então, aos 21 minutos da etapa final, Clayson cobrou escanteio para o Corinthians. Na área do Leão, Pedro Henrique subiu sem marcação para cabecear, mandando para o chão. Magrão ainda tocou na bola antes dela entrar no gol e deixar o líder da Série A com 3×0 no marcador.

GOLAÇO DE HONRA

André chegou perto duas vezes com o auxílio de Juninho, mas não conseguiu passar por Cássio. O outro garoto colocado em campo pelo técnico Vanderlei Luxemburgo neste segundo tempo foi Thallyson. E o garoto aproveitou uma baita oportunidade. Aos 38 minutos, ele pegou a bola longe da área e mandou no ângulo enquanto escorregava. A bola bateu em baixo do travessão e entrou, diminuindo e fechando o placar na Arena Corinthians em 3×1.

FICHA DA PARTIDA – CORINTHIANS x SPORT

Corinthians: Cássio; Fagner, Balbuena, Pedro Henrique e Arana (Léo Príncipe); Gabriel e Maycon (Camacho) Romero, Rodriguinho e Clayson (Pedrinho); Jô. Técnico: Fábio Carille

Sport: Magrão; Samuel Xavier, Henríquez, Durval e Sander; Rithely, Patrick (Thallyson) e Everton Felipe (Juninho); Osvaldo (Anselmo), Diego Souza e André. Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Brasileirão (19ª rodada). Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP). Árbitro: Wagner Reway (MT) Assistentes: Fabio Rodrigo Rubinho e Marcelo Grando (ambos do Mato Grosso do Sul) Gols: Arana (C), aos 8′ do 1T, Rodriguinho (C), aos 20″ do 2T, e Pedro Henrique (C), aos 21′ do 2T; Thallyson (S), aos 38′ do 2T Cartões amarelos: Henríquez (S), Samuel Xavier (S) e Romero (C) Público: 41.522 Renda: R$ 2.446.519,40.

 

Do Blog do Torcedor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *