SSA1 da UPE registrou 11,73% de abstenções no primeiro dia, em Serra Talhada foram 196 faltas

Resultado de imagem para SSA1 tem 11,73% de abstenções no primeiro dia

Na manhã desta segunda-feira (9), quando foram realizadas as provas da primeira fase do Sistema Seriado de Avaliação (SSA 1) da Universidade de Pernambuco, o índice de abstenção contabilizado em todo o estado chegou a quase 12%. Ao todo, 19.388 alunos se inscreveram na seleção e, destes, 2.274 não realizaram as provas. Os alunos do 1º ano fizeram as provas das 8h15 às 12h15, enquanto os estudantes do SSA2 fazem os testes à tarde, das 14h15 às 18h15.

Os estudantes fariam as provas nos dias 4 e 5 de dezembro do ano passado, mas o adiamento se deu por causa das ocupações de prédios de instituições de ensino, em protesto contra a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 55, agora lei, que limita os gastos do governo por até 20 anos. O pólo com o maior índice de abstenção foi o Recife, com 1.043 candidatos faltosos. Em seguida, vêm Caruaru, no Agreste, com 235 e Serra Talhada, no Sertão, com 196 faltas.

A liberação de provas e gabaritos acotnece após as 14h para o SSA 1 e após as 19h para o SSA 2. Esses horários foram definidos por causa da aplicação de provas com candidatos deficientes. No primeiro dia, os candidatos da 1ª e 2ª fases do SSA respondem a 44 questões, distribuídas entre as disciplinas de língua portuguesa, matemática, física, língua estrangeira (Inglês ou Espanhol) e filosofia. No segundo dia, as 46 questões são de biologia, química, história, geografia e sociologia.

Na Faculdade de Enfermagem da UPE, no bairro de Santo Amaro, região central do Recife, os estudantes chegaram mais de duas horas antes do fechamento dos portões. Enquanto aguardava a hora de entrar no prédio, o estudantes Vitor contou que esperava fazer ma boa prova. “Estudei todos os dias, à tarde e à noite, quando posso. Também dou pausas, porque não pode ser só estudo direto”, explicou.

Os estudantes têm quatro horas para fazer as provas e podem sair das salas após três horas de início dos testes. O desempenho individual dos estudantes será divulgado até o dia 17 de março de 2017.

No sistema seriado, o estudante realiza provas apenas de acordo com o conteúdo aprendido na série do Ensino Médio em que estuda. O candidato pode optar por fazer testes, desde o primeiro ano. Depois da realização das três provas, é feita uma média com os resultados de cada ano e as vagas são preenchidas de acordo com a pontuação dos candidatos.

Casos especiais
Até sexta-feira (6), 54 candidatos tinham se cadastrado para fazer provas como portadores de necessidades especiais. Eles realizarão os testes no Instituto de Ciências Biológicas da Universidade de Pernambuco (ICB/UPE).

Além desses, há três casos especiais: há um estudante com catapora e outro com caxumba que farão prova no Hospital Universitário Oswaldo Cruz da UPE (Huoc), três estudantes que farão prova em suas residências (um por traumatismo ortopédico, outro pós-cirurgia com dificuldade de locomoção e um terceiro que se recupera de um AVC). Além destes, um aluno realizará testes no Hospital Português por causa de tratamento para leucemia.

Todos os aplicadores de provas e auxiliares de aplicadores de provas, para esses candidatos, são profissionais especializados e que possuem formação para atender a necessidades deles.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>