Apesar de proposta do governo, caminhoneiros chegam ao 5º dia de paralisação no interior de Pernambuco

Fila de carros é formada durante protesto de caminhoneiros na BR-104, em Caruaru (Foto: Lafaete Vaz/G1)

 

 

 

 

Na manhã desta sexta-feira (25), caminhoneiros realizam protestos pelo quinto dia consecutivo no Agreste e Sertão de Pernambuco. A manifestação é contra o aumento no preço dos combustíveis.

O Governo Federal, na noite da quinta (24), anunciou a proposta de um acordo para suspender a paralisação da categoria. Pelo texto do acordo, os representantes das entidades de caminhoneiros que ficaram até o final da reunião se comprometeram (à exceção de um) a “apresentar aos manifestantes” os termos do acordo.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, continuam interditados trechos das BRs 423, em Garanhuns e Iati; 424, em Caetés; 316, em Floresta; 104 em Caruaru; e 232, em Caruaru, Bezerros, Belo Jardim e Pesqueira.

Em Caruaru, a frota de ônibus da linha urbana foi reduzida em 50%. As prefeituras de Caruaru, Garanhuns, Gravatá, Santa Cruz do Capibaribe e Taquaritinga do Norte suspenderam as aulas até a sexta-feira (25). A decisão foi tomada devido a “falta generalizada de combustíveis” nos postos.

Na quinta (24), a Prefeitura de Caruaru decretou estado de emergência no município. De acordo com a assessoria de imprensa do município, algumas medidas foram tomadas até que a greve encerre e seja tudo normalizado. (G1)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *