Boletim médico aponta piora em quadro neurológico de sobrevivente da queda do Globocop

Globocop era pilotado pelo comandante Daniel Galvão, que morreu no local (Foto: Arquivo pessoal)

 

 

 

 

 

O boletim médico divulgado, nesta quarta-feira (31), pelo Hospital da Restauração (HR), no Recife, informa que houve piora no quadro neurológico do jovem Miguel Brendo Pontes, 21 anos. Ele é o único sobrevivente da queda do Globocop, ocorrida na terça-feira (23), no mar da Praia do Pina, na Zona Sul da capital pernambucana. Duas pessoas morreram no acidente com o helicóptero.

 

O documento elaborado pela equipe médica informa que foi ‘observada uma evolução não satisfatória’ das condições neurológoicas do jovem, nas últimas 18 horas. O HR diz, ainda, que o paciente permanece na Unidade e de Terapia Intensiva (UTI), em estado grave.

Ele está respirando por aparelhos e sendo tratado com medicamento vasoativos. A unidade informou que os parentes de Miguel Brendo já foram comunicados sobre a mudança no quadro de saúde. Um novo boletim médico está previsto para ser divulgado na quinrta-feira (1º).

Na queda da aeronave, que prestava serviços para a TV Globo, morreram o piloto Daniel Galvão, de 36 anos, e a 1º sargento da Aeronáutica Lia Maria de Souza, de 34 anos. O comandante foi sepultado no Recife. O corpo da militar seguiu para o Rio de Janeiro. (G1)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *