Bolsonaro espera investimentos de até R$ 7 bilhões com concessões de portos e aeroportos

Image result for Bolsonaro espera investimentos de até R$ 7 bilhões com concessões de portos e aeroportos

 

 

 

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira (3), em publicação no Twitter, que espera atrair investimentos de até R$ 7 bilhões com concessões para a iniciativa privada de ferrovia, 12 aeroportos e 4 terminais portuários.

 

“Com a confiança do investidor sob condições favoráveis à população resgataremos o desenvolvimento inicial da infraestrutura do Brasil”, afirmou o presidente.

Os editais para a concessão dos 12 aeroportos citada pelo presidente foi aprovada pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) em novembro do ano passado.

A agência deu aval para a concessão de 12 aeroportos nas regiões Nordeste, Centro-Oeste e Sudeste. Os terminais deverão ser leiloados em março deste ano.

Infraero

No início de dezembro, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, afirmou que o governo de Jair Bolsonaro deseja conceder toda a rede da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) nos próximos três anos e meio.

Desde 2012, o governo vem concedendo os aeroportos mais lucrativos da estatal. Já foram concedidos 10 terminais.

A empresa acumula prejuízos. Em 2017, a Infraero teve um prejuízo de R$ 1,83 bilhão (44% mais que em 2016).

PPI

O novo governo dará continuidade ao Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), criado pelo ex-presidente Michel Temer, para avançar na agenda de concessões e privatizações de portos, aeroportos, rodovias, linhas de transmissão e outros investimentos em infraestrutura.

No governo de Bolsonaro, o PPI deixou a Secretaria-Geral da Presidência, chefiada pelo ministro Gustavo Bebianno, e ficou vinculado à Secretaria de Governo, cujo ministro é o general Carlos Alberto dos Santos Cruz.

Em março do ano passado, o conselho do PPI aprovou o leilão de 7 terminais portuários. (G1)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *