Com mudança de técnico, Serra tem seis alterações entre os titulares

Alexandre Lima, técnico do Serra, é o responsável pelas mudanças no time (Foto: Geovane Oliveira)

 

O Serra Talhada vive momento complicado na Série D do Campeonato Brasileiro. A equipe não vence há quatro jogos – a última vitória do Cangaceiro na competição foi no dia 12 de julho, na estreia da competição contra o Colo Colo-BA, por 2 a 0, ou seja, há mais de um mês – e, por isso, a palavra de ordem no grupo é mudança.

A primeira modificação do time foi no comando. Saiu o treinador Cícero Monteiro e entrou o auxiliar técnico Alexandre Lima, que em sua estreia à frente do time sertanejo – quando o Serra empatou em 0 a 0 com o Globo FC -, fez logo de cara seis alterações entre os titulares.

No gol, ele fez uma mudança forçada, colocando Beto na vaga de Ferreira, que foi expulso contra o Coruripe e cumpriu suspensão. Depois o novo treinador surpreendeu a todos mexendo nas laterais, tirando Robert e Gilberto Matuto, para as entradas de Diogo e Patrick, respectivamente. Na defesa, apenas uma alteração, Alenilson na vaga de Alexandre. Mais na frente, ele sacou dois jogadores que sempre foram titulares com Cícero Monteiro: Fernando Pires e Rato. Cleitinho e André Tavares foram os substitutos.

O próximo compromisso do Cangaceiro pela Quarta Divisão nacional é contra o Coruripe no dia 22 de agosto, sábado, no Gérson Amaral, às 19h30.

 

Do Globo Esporte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *