Corpo de policial militar morto por outro PM após ser confundido com assaltante é velado, na PB

Corpo de PM confundido com assaltante e baleado em transporte alternativo é velado, na PB — Foto: Laisa Grisi/TV Paraíba

 

 

O corpo do policial militar que trabalhava em Alagoas e foi morto a tiros, após ter sido confundido com um assaltante, nesse domingo (27), em Caruaru, Pernambuco, começou a ser velado no fim da tarde dessa segunda-feira (28), na Câmara Municipal de São Sebastião de Lagoa de Roça, no Agreste da Paraíba.

O corpo do soldado William da Silva de Farias, de 25 anos, foi liberado do Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (Numol) de Caruaru no começo da tarde. O velório começou por volta das 17h.

Familiares e colegas de profissão foram até o local para homenagear o PM. O sepultamento do policial está previsto para acontecer às 9h da terça-feira (29), no cemitério municipal de São Sebastião de Lagoa de Roça.

Confundido com assaltante, PM é baleado por colega

De acordo com o Batalhão Integrado Especializado de Policiamento (Biesp), o policial estava dentro de um carro de transporte alternativo com destino a Campina Grande quando foi confundido com um assaltante e baleado por outro colega policial.

O motorista do carro de transporte alternativo faz ponto na frente da Rodoviária de Caruaru e compartilha viagens através de aplicativos do gênero, conforme informou a polícia.

Ainda segundo o Biesp, um soldado da Polícia Militar de Caruaru, que mora em Campina Grande, foi quem atirou na vítima. Ele informou que pensou que o policial fosse um assaltante. Após perceber que a vítima estava com uma arma de fogo, o soldado atirou. Em seguida, William conseguiu se identificar como policial militar e disse que havia pego a arma para ajeitá-la na cintura.

Como o caso ocorreu próximo ao Hospital Mestre Vitalino, em Caruaru, a vítima foi levada para a unidade de saúde, mas não resistiu aos ferimentos. (G1)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *