Em Serra Talhada, governador encerra primeira etapa do Todos por Pernambuco

Paulo Câmara vistoriou as obras do Hospital Geral Governador Eduardo Campos. FOTO: Hélia Scheppa/SEI
A primeira rodada do seminário Todos por Pernambuco foi concluída nessa sexta-feira (16) no município de Serra Talhada, no Sertão do Pajeú. Segundo balanço divulgado pelo governo do estado, mais de 5 mil propostas e 338 vídeos foram enviados por moradores de municípios dos sertões de Itaparica, Moxotó e Pajeú. O objetivo do seminário é de abrir um espaço de discussão para colher informações dos moradores que possam ajudar a elaborar projetos para atender melhor cada região.
“Começamos o Todos por Pernambuco na última quarta-feira, no Sertão de Itaparica. Ontem, estivemos no Moxotó e, hoje, estamos aqui no Pajeú para realizar essa ação que é fundamental para o avanço de Pernambuco. Todas as sugestões vão se somar para, a partir daí, termos condições de tirar do papel muitas das propostas que a população nos enviou e fazer aquilo que é necessário para melhorar a vida do povo pernambucano”, ressaltou o governador Paulo Câmara. Somente no Sertão do Pajeú, foram gravados 115 vídeos na cabine digital e 460 propostas na ilha de propostas disponibilizada no evento.
Depois de apresentar as principais obras do Governo de Pernambuco na região do Pajeú, o secretário de Planejamento e Gestão, Alexandre Rebêlo, enfatizou que as propostas recebidas pela população serão todas trabalhadas e, na medida do possível, incorporadas ao Plano Plurianual, que vale por quatro anos. “É um método de trabalhar mais junto das pessoas. A intenção é realmente estar com a população, entendendo a demanda de cada região do estado”, explicou.
Em Serra Talhada, o governador vistoriou as obras do Hospital Geral do Sertão – Governador Eduardo Campos (HGEC), que está com 30% da obra concluída. Os serviços de execução da etapa física têm previsão de conclusão para o mês de março de 2020, e representam um investimento de R$ 48 milhões. O projeto do Hospital Geral Governador Eduardo Campos prevê o atendimento a uma demanda média de 462 internamentos por mês. A estrutura física contará com 5 salas de cirurgia, 60 leitos de internamento e 10 leitos de UTI, com possibilidade de expansão para um total de 140 leitos de internamento e 20 leitos de UTI.
O hospital disponibilizará atendimento ambulatorial nas especialidades de traumato-ortopedia, clínicas geral, cardiológica e neurológica, além de cirurgia geral. A unidade vai complementar a rede de saúde da III Macrorregião, que possui 35 municípios e uma população de 842.153 habitantes. Além de Serra Talhada, o HGEC atenderá os municípios de Betânia, Calumbi, Carnaubeira da Penha, Flores, Floresta, Itacuruba, Santa Cruz da Baixa Verde, São José do Belmonte e Triunfo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.