Em Serra Talhada, “Rei das Serpentes” é alvo de operação do Ibama contra maus-tratos e venda de animais silvestres pela internet

Exposição de imagens de animais silvestres na internet é crime, de acordo com o Ibama (Foto: reprodução/Facebook)

 

 

 

 

Equipes do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), com o apoio da Polícia Militar, realizaram nesta terça-feira (5), Dia Mundial do Meio Ambiente, uma operação em três municípios pernambucanos contra suspeitos de maus-tratos e venda de animais silvestres expostos na internet. A operação ocorreu também em 14 Estados e no Distrito Federal.

Os três alvos da operação em Pernambuco residem no Recife, em Surubim, no Agreste, e em Serra Talhada, no Sertão. Eles terão de pagar multas e responderão por crime ambiental, crime cuja pena varia de seis meses a um ano.

De acordo com o chefe do Núcleo de Fiscalização do Ibama em Pernambuco, Amaro Fernandes, os abusos contra os animais eram divulgados nas redes sociais. O caso que mais chamou a atenção ocorreu em Surubim, distante 120 quilômetros da capital. Um homem é acusado de postar uma foto de um macaco-prego cozido.

“A imagem é chocante. O animal está em uma panela, sendo ofertado aos amigos. Isso está exposto numa rede social, para quem quiser ver”, afirmou Amaro.

Segundo ele, o suspeito foi identificado após um levantamento de equipe de inteligência do Ibama. Ele será notificado com o envio do auto de infração, que impõe multa de R$ 5 mil.

No caso do Recife, o suspeito mora no bairro da Mustardinha, na Zona Oeste, e escreveu uma postagem, também em uma rede social, na qual comercializa dois saguis pelo preço de R$ 100. Ele será multado em R$ 20 mil.

“Como nesses dois casos os crimes já aconteceram, não houve autuação em flagrante. Mas essas pessoas vão responder com base na lei de crimes ambientais”, explicou o fiscalizador.

Em serra Talhada, no Sertão, homem postava imagens na internet manipulando animais, como escorpiões e cobras (Foto: Reprodução/Facebook)

Em Serra Talhada, cinco agentes ambientais federais e oito PMs realizam uma vistoria na casa de um homem apelidado nas redes sociais de “Rei das Serpentes”. Ele tem um canal na internet em que aparece manipulando animais como cobras e aranhas.

“Isso caracteriza maus-tratos. Além disso, levantamos que ele mantém os bichos em cativeiro e isso configura crime”, observa Amaro Fernandes. A multa estipulada é de R$ 500 para cada animal mantido em cativeiro.

Ação nacional

De acordo com o Ibama, até as 9h30 desta terça (5), pelo menos duas pessoas tinham sido detidas no Rio de Janeiro e uma na Paraíba. Os fiscais haviam apreendido 30 animais, entre cobras, lagartos, aranhas e pássaros. Segundo o Ibama, os detidos são pai e filho, e este era o responsável pela venda na internet.

Em sete meses de investigação, o instituto conseguiu identificar os nomes de pessoas que vendem animais da fauna natural brasileira pela internet. Eles usavam pseudônimos ou nomes falsos em redes sociais para vender pássaros e répteis como cobra, camaleão e lagarto.

 

Fonte: G1 Caruaru e Região 

4 Comentário para “Em Serra Talhada, “Rei das Serpentes” é alvo de operação do Ibama contra maus-tratos e venda de animais silvestres pela internet”

  1. Parabéns !!! Ao nosso meio ambiente nosso bioma cerrado caatinga florestas plantas toda nossa fauna brasileira uma riqueza inigualável e sem dúvida as mais belas biodiversidade e florestas do nosso imenso BRASIL ! !!!! A OPERAÇÃO DO IBAMA JUNTO COM A PM OPERAÇÃO DE SUMA IMPORTÂNCIA E NECESSÁRIO A PROTEÇÃO DA FAUNA EOS ANIMAIS SELVAGEM PARABÉNS E QUE CE INTENSIFIQUE E REPITA MAIS VEZES PARABÉNS !!! SELVA !!! E A PROTEÇÃO DA AMAZÔNIA BRASILEIRA TAMBÉM SELVA !!!

    1. Rapz, é sério que vc tá aplaudindo o Ibama????
      Vc deve ter algum problema crônico
      Aroldo Bauer cuida dos animais a mais de 20 anos, hoje em dia ao invés de matarem as cobras, os moradores ligam pra ele, só pra ver ele capturando e soltando os animais, o cara tem mãos destreza e coragem do que qualquer um “oficial do Ibama” eles erroneamente o investigam, e você bate palma???
      Cara, bata palmas pra eles, quando eles acabarem com o desmamamento da Amazônia, e também com a extração ilegal de Madeira no Pará!!!
      Se eles fizerem isso né

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *