Governo afirma que a Variante Delta continua predominante em Pernambuco

A variante Ômicron ainda não foi detectada.

A variante Delta do novo coronavírus continua prevalente em Pernambuco. O novo sequenciamento genético feito pelo Instituto Aggeu Magalhães (IAM/Fiocruz PE) apontou que todas as 36 amostras de pacientes positivos para a Covid-19 eram da cepa Delta e suas sublinhagens. A variante Ômicron ainda não foi detectada.

As amostras, coletadas entre os meses de setembro e novembro, são de pacientes residentes dos seguintes municípios: Belém do São Francisco (1), Caruaru (17), Dormentes (3), Itambé (1), Petrolina (7), Recife (5) e Santa Maria da Boa Vista (2).

O Secretário de Saúde do Estado, André Longo, disse: “Pernambuco continua atuante na vigilância genômica do SARS-CoV-2, monitorando a circulação das variantes no Estado com o sequenciamento genético e a testagem em massa da população. Sabemos que a Ômicron já está circulando no Brasil, por isso, os cuidados, como o uso correto das máscaras e a lavagem frequente das mãos, devem ser redobrados. Não podemos baixar a guarda”, pontuou.  Do Nill Júnior

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.