Governo de Pernambuco informa que duas espécies de peixes apresentam elevado nível de toxicidade

Peixes foram mortos por causa do petróleo

 

 

Um material coletado entre os dias 5 e 6 de novembro no Litoral Sul do estado de Pernambuco analisou 55 amostras de peixes, crustáceos e moluscos, com o intuito de descobrir se o consumo de pescados já é seguro após o vazamento de óleo que atingiu o Nordeste.

Na terça-feira (3) o Governo de Pernambuco informou que apenas duas das treze espécies de peixes apresentaram elevado nível de toxicidade, que foram o xaréu e a sapurana, provenientes do Litoral Norte.

O secretário de Desenvolvimento Agrário do Estado, Dilson Peixoto, comentou sobre as duas espécies. “Apenas duas tiveram o índice acima, a gente inclusive está coletando novamente as amostras e iremos ao mesmo local que a espécie foi coletada, porque ela já foi coletada em outras áreas e estava ok”, relatou.

A análise saiu através de uma parceria da gestão estadual com as Universidades Federal e Federal Rural de Pernambuco e o Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA).

Confira matéria do Por Dentro

 

Do NE10 Interior

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *