Lula, Alckmin e Bolsonaro têm candidaturas contestadas; veja prazos

 

 

Os próximos passos da corrida presidencial. Terminou no fim da noite de ontem (22) o prazo para contestações de candidaturas, e a partir de agora o TSE já pode notificar os candidatos sobre os questionamentos. Depois disso, os partidos têm 7 dias para apresentar defesa. Lula foi alvo de 16 contestações; as candidaturas de Alckmin e Bolsonaro também foram questionadas. Enquanto isso, a Justiça Eleitoral define a ordem dos candidatos na propaganda em rádio e TV. No STF, os ministros definem se empresas podem terceirizar as atividades principais de seus negócios. Nas estreias do cinema, Javier Bardem interpreta Pablo Escobar.

Contestações

Com o fim do prazo para contestações de candidaturas, o TSE já pode notificar os candidatos sobre os questionamentos. Agora, os partidos têm 7 dias para apresentar defesa. Lula, que está preso e é candidato, foi alvo de 16 contestações. Candidaturas de Alckmin e Bolsonaro também foram questionadas. Hoje, é possível que o ministro Luís Roberto Barroso notifique Lula para que ele responda às impugnações. O ex-presidente tem até dia 30 para isso, e, com isso, deverá estar no início da propaganda eleitoral da TV.

Propaganda eleitoral
O TSE sorteia a ordem de veiculação da propaganda na TV de cada partido político ou coligação para o 1º dia do horário eleitoral gratuito. Também vai receber sugestões de representantes dos partidos e coligações, das emissoras de rádio e televisão em relação à minuta de resolução do plano de mídia das eleições presidenciais. (G1)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *