Operador ferido na queda do Globocop tem melhora no quadro clínico

Miguel Brendo Pontes Simões, 21 anos, operador de transmissão (Foto: Reprodução/Facebook)

 

 

 

 

O operador de sistemas Miguel Brendo Pontes, de 21 anos, que ficou gravemente ferido na queda do Globocop no mar do Recife, teve uma melhora no quadro clínico, apesar de continuar em estado grave, apontou o boletim médico dessa sexta-feira (26). Ele segue internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital da Restauração, na região central da capital. Duas pessoas morreram no acidente.

 

Segundo os médicos, o operador passou por uma cirurgia, na quinta-feira (25), na cavidade abdominal para retirada de compressa e drenagem do tórax, com melhora no quadro clínico observada nesta sexta. Ele segue respirando com ajuda de aparelhos e está sedado, com uso de drogas vasoativas. Na quarta (24), foi realizada tomografia de crânio e cervical que não apresentou lesões cirúrgicas.

Operador de sistemas, ele era responsável pela captação, gravação e transmissão de imagens. Ele trabalha na Helisae, prestadora de serviço da TV Globo há mais de 15 anos e dona do helicóptero, há um ano e meio. Foi também na Helisae onde fez o curso de operador de sistemas.

Do G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *