Pernambuco tem segunda morte por síndrome da Covid-19

Entenda a Síndrome Multissistêmica Inflamatória, doença associada à Covid-19 em crianças | ND

 

 

Pernambuco confirmou, nessa quarta-feira (16), mais uma morte de criança com a Síndrome Inflamatória Multissistêmica Pediátrica (SIM-P), doença rara associada à Covid-19. Com isso, subiu para dois o número de óbitos provocados pela síndrome no estado.

Também foi notificado mais um caso de paciente com a doença. De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), há, ao todo, 18 casos registrados. Dois deles são de pacientes que moram em outros estados, mas foram tratados em unidades pernambucanas de saúde.

Os dois primeiros casos de SIM-P em Pernambuco foram divulgados em agosto. Até então, a única morte que havia sido confirmada foi de uma garota de 11 anos, moradora do Recife.

O novo óbito foi de uma menina de 1 ano e 11 meses, também moradora da capital pernambucana. Ela morreu no início de agosto e só teve o quadro confirmado nesta quarta.

A SIM-P se apresenta com sintomas como febre insistente, dores abdominais, manchas na pele, irritação dos olhos, entre outros sinais.

Com relação ao novo caso de SIM-P registrado no estado foi de uma menina de 3 anos, também moradora do Recife, que recebeu alta hospitalar no início de junho.

Sendo assim, houve 16 altas hospitalares de pacientes com a síndrome rara e duas mortes. Todos os pacientes tiveram resultado positivo para a Covid-19.

Do total de casos, 16 são de Pernambuco: Recife (5, entre eles 2 óbitos), Caruaru (2), Ipojuca (1), Jaboatão dos Guararapes (1), Goiana(1), Sirinhaém (1), Joaquim Nabuco (1), Limoeiro (1), Timbaúba (1), Flores (1),Santa Cruz do Capibaribe (1) – e 2 de outros estados (Alagoas e Piauí), mas que procuraram atendimento médico no estado.

A confirmação da síndrome geralmente ocorre de forma retrospectiva, porque a notificação foi instituída no início de agosto e os serviços de saúde começaram a fazer um resgate dos casos que podem se enquadrar com a doença.

Dos casos registrados até o momento, oito são do sexo masculino e 10 do feminino, com idades entre 1 e 13 anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *