‘Pensei que era uma espadinha de plástico para me assustar’, diz mãe de menino que teve coração atravessado por espeto em PE

Espeto que atravessou coração de criança não atingiu válvulas ou vasos sanguíneos, segundo médicas (Foto: Reprodução/TV Globo)

 

 

 

 

Com um espeto de 70 centímetros atravessado no coração após um acidente em casa, Marivaldo José da Silva Júnior, de 11 anos, foi levado de Toritama, no Agreste de Pernambuco, para o Hospital da Restauração, no Recife, de onde saiu vivo de volta para a cidade onde mora. A mãe do menino e os profissionais de saúde que atuaram no socorro e na cirurgia para retirar o objeto não têm dúvidas em classificar o ocorrido como um milagre.

 

A mãe da criança, Maria das Dores do Nascimento, estava na sala no dia 18 de janeiro, data do acidente. Marivaldo estava brincando com o sobrinho, Júlio César, de sete anos. Sem os pais saberem, os meninos tiveram a ideia de ir à parte de trás da casa e subir em uma escada para chegar na caixa d’água.

Marivaldo estava na parte mais alta quando bateu no espeto, que era guardado no telhado. O objeto caiu com a ponta virada para cima em um balde. Em seguida, Marivaldo se desequilibrou e caiu de costas, por cima do espeto. “Só senti o espeto entrando”, conta o garoto, que afirma não ter sentido dor. Ele, então, pediu ajuda ao sobrinho: “Júlio César, corre, vai chamar a mãe’”, relembra.

Antes de se acidentar, criança que teve coração perfurado subiu em uma escada e se desequilibrou, caindo por cima do objeto pontiagudo (Foto: Reprodução/TV Globo)

Do G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *