Pernambuco aguarda autorização do Denatran para implantar placas do Mercosul

Placa do Mercosul incluirá chip prometido para veículos desde 2012 (Foto: Denatran/Divulgação/Arquivo)

 

 

 

 

Pernambuco aguarda a autorização do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) para começar a implantar as placas do Mercosul no estado. O Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PE) afirmou, nessa segunda-feira (14), que a permissão do órgão nacional deve ocorrer até o final deste mês.

Essa autorização vai interligar o Detran-PE ao sistema de dados do Denatran, que é responsável por liberar a nova combinação alfanumérica das placas. Segundo o presidente do Detran-PE, Charles Ribeiro, Pernambuco será um dos primeiros estados do Brasil a iniciar o processo de adoção da placa padrão do Mercosul, que já é usada na Argentina e no Uruguai.

Atualmente, a placa de um veículo tem três letras e quatro números. As novas placas terão três letras, um número, depois mais uma letra e mais dois números. Essa é apenas uma das mudanças previstas pelo projeto, que inclui ainda troca de cor, colocação de faixa holográfica, chip de segurança, emblema do Mercosul, entre outras.

Anunciada em 2014, a nova deveria ter entrado em vigor no Brasil em janeiro de 2016, foi adiada para 2017 e depois por tempo indeterminado. O último prazo divulgado pelo governo federal é 1º de dezembro deste ano.

A partir desta data, a placa do Mercosul será instalada em modelos zero quilômetro, veículos que passarem por processo de transferência de município ou propriedade ou quando houver a necessidade de substituição das placas.

Os proprietários de veículos que já estão em circulação podem escolher se querem antecipar a troca ou não. “Não tem ‘aperreio’, porque não há um prazo. Quem comprar um novo carro, transferir ou fizer qualquer tipo de serviço que mude as características do carro, por exemplo, vai passar por vistoria e já sair com a nova placa”, explicou o presidente do Detran-PE.

Em Pernambuco, mais de 120 fábricas de placas já estão autorizadas a produzir seguindo o novo padrão. Segundo João Eduardo Melo, coordenador geral de informatização e estatística do Denatran, a nova placa vai reforçar o controle sobre os fabricantes.

“A partir dessa nova resolução, todos os fabricantes serão credenciados junto ao Denatran para que possam trabalhar no país. A placa traz algumas seguranças, como o código de barras e chip para rastreamento”, explicou.

Veja como serão as novas placas de veículos no Brasil (Foto: Karina Almeida/G1)

 

Do G1 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *