Pernambuco amplia a aplicação da dose de reforço contra a Covid-19

A nova orientação determina que a população adulta do Estado receberá a 3ª dose após 5 meses da finalização do esquema vacinal.

Nesta quarta-feira (17), o Estado de Pernambuco ampliou a aplicação da dose de reforço da vacina contra a Covid-19 para toda a população com idades entre 18 e 54 anos.

A decisão foi tomada em reunião realizada pelos representantes do Comitê Técnico Estadual para Acompanhamento da Vacinação e pactuada com os gestores municipais em reunião da Comissão Intergestores Bipartite (CIB).

A nova orientação determina que a população adulta do Estado receberá a 3ª dose após 5 meses da finalização do esquema vacinal. A regra só não será válida para trabalhadores de saúde e pessoas acima dos 55 anos, que seguem com intervalo de 4 meses entre a segunda e terceira doses do imunizante.

Também não há alteração para as pessoas com alto grau de imunossupressão, que será mantido o intervalo de 28 dias após a última dose do esquema básico.

A medida tomada pelo comitê também inclui a mais recente decisão do Ministério da Saúde (MS) em relação à vacina da Janssen, que é de dose única. As pessoas que receberam o imunizante precisarão tomar uma segunda dose, depois de um intervalo mínimo de oito semanas (2 meses), como parte do esquema primário de proteção.

Dessa maneira, em breve, a previsão é de que o MS envie novos quantitativos de doses da Janssen para que os municípios iniciem as aplicações de segunda dose.

Nós vamos garantir a segunda dose de Janssen para quem tomou a primeira. São 173 mil pernambucanos que, após 60 dias, com essa nova definição, precisam tomar a segunda dose. Nossa expectativa é de distribuir para os municípios, neste final de semana, as doses necessárias para fazer essa segunda dose”, afirma o secretário estadual de Saúde, André Longo.

A segunda dose da Janssen é válida também para as pessoas que possuem o esquema completo heterólogo (dose de Janssen somado à dose de reforço) devem procurar os pontos de vacinação a partir dos 5 meses desta última dose para recebimento de nova dose de imunobiológico (reforço), que será da Pfizer.

 

Dose do reforço

A orientação o Ministério da Saúde para aplicação de dose adicional é que esta seja realizada, preferencialmente, com a Pfizer ou, de maneira alternativa, Janssen ou Astrazeneca.

As quantidades dos imunizantes do reforço já estão sendo mapeadas pelo Programa Estadual de Imunizações (PEI-PE), que realiza o levantamento junto aos municípios do Estado. O objetivo é saber da quantidade que cada cidade precisará para dar andamento ao processo de vacinação.

Para as pessoas acima de 18 anos, os municípios já estão autorizados a partir de hoje a programar a vacinação, seja através das ferramentas de agendamento, seja nos postos de saúde, a depender obviamente dos estoques de cada um”, explica Longo.

O secretário de Saúde André Longo ainda reforçou a necessidade de ações que envolvam o chamamento da população para finalização de seus esquemas vacinais.

Pernambuco vai participar ativamente da Campanha de Mega Vacinação, que foi anunciada ontem pelo Ministério da Saúde, com foco nas 600 mil pessoas que hoje estão com a segunda dose atrasada, e também na intensificação da dose de reforço. Essa Campanha vai acontecer de 20 a 26 de novembro e todos os municípios estarão mobilizados para garantir a oferta da segunda dose, especialmente para quem está com a dose em atraso, e para dose de reforço”, reforçou o gestor.

Temos que atacar os bolsões de não vacinados com segunda dose antes do nosso período de sazonalidade, previsto para os primeiros meses de 2022. É o momento de mobilizar as Unidades de Saúde da Família e agentes comunitários para ir em busca dessas pessoas”, finalizou Longo. Informações da Folha Pernambuco

 

Do Nayn Neto

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.