Pernambuco confirma 22 casos do novo coronavírus, suspende cirurgias marcadas e reativa dois hospitais

Image result for coronavírus diagnóstico

 

 

O governo de Pernambuco confirmou, nessa quarta-feira (18), 22 casos de Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus. São três a mais do que no boletim divulgado na terça (17). Além disso, o estado anunciou que vai reativar dois hospitais particulares para receber os pacientes. Outra medida é o cancelamento de cirurgias que já estavam marcadas, a partir de sexta-feira (20).

As informações foram divulgadas durante coletiva de imprensa realizada no Palácio do Campo das Princesas, no Centro do Recife.

De acordo com o governador Paulo Câmara (PSB), a requisição para usar hospitais particulares possibilitará a abertura de 400 novos leitos em Unidades de Terapia Intensiva (UTI) e 600 vagas de leitos de retaguarda, em todo o estado.

“Vamos fazer requisições administrativas do Hospital Nossa Senhora das Graças, em Boa Viagem (Zona Sul do Recife), e o antigo hospital Unicordis, no Torreão (na Zona Norte da capital). Eles estão desativados e o estado vai fazer requisição exclusivamente para pacientes com sintomas ou que estejam com a Covid-19. O aumento dos leitos também vai ocorrer em Caruaru, Serra Talhada, Araripina e Petrolina”, declarou Câmara.

Ainda segundo o governo, uma central de teleatendimento será montada para orientar, remotamente, os pacientes que estiverem com sintomas da doença.

“São 150 posições para orientar a população com a triagem de casos, dependendo do caso e da orientação do profissional, sobre o repouso em casa ou, se necessário, a procura por uma unidade de saúde. Nossa intenção é liberar o maior número possível de leitos para os pacientes infectados com o coronavírus”, disse o governador.

Sobre o cancelamento das cirurgias, o governador disse que a meta é garantir espaço para os pacientes com a doença. “Vamos liberar o maior número possível de leitos para tratamento de pacientes infectados com coronavírus”, afirmou.

Boletim

De acordo com o secretário de Saúde de Pernambuco, André Longo, houve, desde o dia 25 de fevereiro, 485 notificações. Há três casos prováveis, de pessoas que tiveram contato com pessoas infectadas, por exemplo, e 96 descartes. (G1)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *