Policial de Serra Talhada que atirou e deixou feridos durante festival na Paraíba é encaminhado para presídio de PE

 

O policial militar de Pernambuco suspeito de atirar e deixar duas pessoas feridas durante uma confusão em um festival, em Cabedelo, na Grande João Pessoa, neste domingo (19), teve a prisão em flagrante convertida em preventiva após audiência de custódia. Ele será encaminhado para o presídio da Polícia Militar de Pernambuco. De acordo com a Polícia Civil, o PM é da cidade de Serra Talhada e teria atirado depois que um homem soltou uma cantada para a namorada do policial.

Segundo a Polícia Civil, após o PM atirar uma vez, seguranças do festival foram até o local e durante a abordagem ao suspeito, ele atirou novamente, atingindo um segurança. Após o crime, o PM foi levado para o 1º Batalhão da Polícia Militar de João Pessoa.

Além da decisão do Judiciário de Pernambuco, a Polícia Militar do estado vizinho também informou que vai adotar todos os procedimentos internos previstos para apurar os fatos.

A assessoria de comunicação do Fest Verão Paraíba 2020, evento onde aconteceu o crime, informou, às 14h30, que uma das vítimas foi atingida na perna e foi encaminhada em estado regular para um hospital particular de João Pessoa. A outra vítima foi atingida de raspão e não há informações sobre se ela deu entrada em nenhuma unidade hospitalar.

Ainda de acordo com a assessoria do festival. Ao entrar na arena onde acontece o evento, as pessoas são revistadas e todos que têm porte de arma e que são integrantes de força de segurança pública têm o nome e as informações da arma registradas. Ainda é sugerido para estas pessoas que guarde a arma em um cofre do evento, mas essa opção não é obrigatória e não foi seguida pelo suspeito.

Veja, na íntegra, a nota da PMPE

“A Polícia Militar de Pernambuco esclarece que acompanhou em audiência de custódia o policial lotado no14º BPM, unidade miliatr do sertão pernambucano, preso por ter se envolvido em uma briga no Fest Verão, de Cabedelo/PB. Segundo relatos de testemunhas, ele teria se envolvido em uma briga no evento, sacado sua arma e efetuado vários disparos, que acabaram atingindo três seguranças. Por decisão da Justiça do Estado vizinho, sua prisão em flagrante foi convertida em prisão preventiva e que posteriormente, será recambiado ao Presidio da PMPE, CREED. Além da decisão do Judiciário, a PMPE também adotará todos os procedimentos internos previstos, dentro de um processo que resguarde o amplo direito à defesa e ao contraditório. Somente no final, após completa apuração dos fatos, medidas a respeito de sua conduta serão anunciadas.”

Veja, na íntegra, a nota da Fest Verão

“De acordo com a assessoria de imprensa do Fest Verão, ainda está sendo identificada em qual área o incidente aconteceu, se foi dentro do festival ou nas imediações. Já foi confirmado que a pessoa que efetuou o disparo é um Policial Militar de Pernambuco.
A assessoria afirma que um frequentador foi atingido com um tiro no pé, durante a confusão. A vítima está em um hospital particular da Capital e o estado de saúde é estável, devendo receber alta nas próximas horas.
A entrada do policial armado, se deve ao fato de ele ser um agente de segurança pública, a legislação permite o porte de arma, mesmo em um lugar com aglomeração de pessoas.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.