Presos homens que mataram jovem itapetinense em Recife

Dois suspeitos do assassinato do universitário Pedro Henrique Gonçalves da Silva, natural de Itapetim, foram presos.

A irmã da vítima, que presenciou o crime, afirmou que ele levou um tiro. “Era a única pessoa que eu tinha aqui”, disse ao G1 Pernambuco.

O crime ocorreu por volta das 13h30. Pedro Henrique Gonçalves da Silva, de 24 anos, e a irmã dele, de 20 anos, que também é estudante, estavam indo para um mercado.

Logo depois de sair de casa, eles foram abordados por dois bandidos, em uma moto. O rapaz foi atingido no pescoço.

O corpo estava na rua, protegido por uma sombrinha, quando a polícia chegou ao local. “Acho que a ambulância demorou”, disse a irmã da vítima, que preferiu não ser identificada.

Segundo a Polícia Militar, as prisões ocorreram em San Martin, na mesma região do Recife. As equipes também apreenderam uma arma de fogo e a moto usada no crime. Os PMs encontraram o celular roubado.

A polícia chegou aos suspeitos a partir do número da placa da moto. Foi possível observar a numeração do veículo poro meio das câmeras de segurança da via.

Além dos dois suspeitos, foram levadas para averiguações mais duas pessoas. Elas são suspeitas de envolvimento no crime. A irmã de Pedro Henrique foi convocada para prestar depoimento.

A operação foi realizada por equipes do 13º Batalhão da PM. Os dois suspeitos foram levados para o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), na mesma região da cidade.

Pedro e a irmã vieram para o Recife de Itapetim, no Pajeú. Eles chegaram à capital há dois anos para estudar educação física em uma universidade particular.

Os dois são filho de um cabeleireiro bastante conhecido na cidade, que está em choque com o crime.  Ainda não há informações sobre velório e sepultamento.

Do Nill Júnior

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *