Procon-PE realiza fiscalização para evitar preços abusivos de gás de cozinha

Related image

 

 

 

A Secretaria de Justiça e Direitos Humanos de Pernambuco, por meio do Programa de Orientação e Proteção ao Consumidor (Procon), realiza na manhã dessa segunda-feira (28) uma fiscalização em estabelecimentos que revendem gás de cozinha. O objetivo é evitar preços abusivos, já que foram registradas denúncias de botijões sendo comercializados por R$ 150.

O secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico, informou que recebeu denúncias de preços abusivos, mas que, até o momento, não encontrou botijões sendo vendidos em depósitos. “Não estamos conseguindo localizar botijões. Está mesmo faltando gás“, informou o secretário durante visita a estabelecimentos no bairro de Dois Unidos, na Zona Norte do Recife.

A fiscalização do gás de cozinha teve início no bairro de Santo Amaro, na área Central do Recife. “Estamos em Dois Unidos e vamos fazer fiscalização, agora, nos morros do bairro de Casa Amarela”, disparou Eurico. O secretário informou que, durante a fiscalização, notificou o Mercadinho Dois Irmãos, localizado na avenida Beberibe, no bairro de Água Fria, também na Zona Norte. No local, segundo Pedro Eurico, foram encontrados produtos fora da validade. “Foram recolhidos queijos, mortadelas, entre outros produtos, vencidos”, completou.

Apesar de monitorar a venda de gás com preço abusivo, a fiscalização do Procon-PE também vai fiscalizar postos de combustível, revenda de água mineral e supermercados. Qualquer denúncia pode ser feita ao Procon-PE pelo número 0800- 282-1513.

 

Da Folha de Pernambuco

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *