Rivalidade e sobrevivência em jogo no Clássico das Emoções

Image result for Náutico x Santa Cruz

 

 

Rivalidade e sobrevivência são as duas palavras que movem o Clássico das Emoções deste sábado, entre Náutico e Santa Cruz, nos Aflitos, pela última rodada da primeira fase da Série C 2019. A primeira reflete o sentimento dos alvirrubros. Já classificados para as quartas de final, o Timbu, atual vice-líder do Grupo A, com 30 pontos, almeja a liderança da chave. Mas, a verdade é que o desejo da torcida é outro: eliminar um rival da luta pelo acesso à Série B. Em quinto, com 25 pontos, a Cobra Coral terá 90 minutos para definir se segue no torneio ou encerra a temporada tendo que planejar o ano de 2020 novamente na terceira divisão.

Esconder a escalação para o Clássico das Emoções que vale vaga nas quartas de final da Série C? Nada disso. O técnico Milton Mendes confirmou os titulares. “Sabemos que o Náutico tem uma excelente equipe e está classificado. Nós que precisamos vencer e por isso vamos jogar com um time ofensivo”, indicou. O Santa Cruz não depende apenas de si para ocupar uma das vagas do G4. Há dois caminhos para a classificação coral. O mais complicado seria com um empate no Clássico das Emoções. Se isso acontecer, será preciso torcer por um empate ou derrota do Botafogo/PB (7º, com 24) diante do Treze (8º, com 18), além de um revés do Imperatriz/MA (3º, com 25) contra o líder Sampaio Corrêa, com 31.

Vencendo o Náutico, o Santa Cruz pode se classificar em dois casos. O primeiro seria com um empate ou derrota do Confiança (4º, com 25) para o Ferroviário (6º, com 24). Se os sergipanos vencerem, o secador se voltará para um empate ou derrota do Imperatriz. Com um dos dois casos ocorrendo, o Tricolor fica em quarto. Se ganhar e tiver toda a rodada ao seu favor, o clube pula para terceiro. Por não depender apenas de si, a Cobra Coral corre o risco de ficar fora do G4 mesmo vencendo o Náutico. Isso aconteceria se Imperatriz e Confiança ganhassem seus respectivos jogos.

Enquanto Milton divulgou o time, o técnico do Náutico, Gilmar Dal Pozzo, fez mistério. “Faz parte do processo (de preparação) criar alguma dúvida. Não é nem para o torcedor ou vocês (jornalistas), mas para o adversário”, explicou. Ele, porém, já confirmou que os atacantes Matheus Carvalho e Paulinho estão fora por ordem clínica. Pendurado com dois cartões amarelos, o zagueiro Camutanga é dúvida e tudo indica que será substituído por Rafael Ribeiro. Na frente, o artilheiro do time na Série C, Thiago, com cinco gols, deve ser poupado. Neto e Jefferson Nem são as opções no setor.

Segundo colocado do Grupo A, o Náutico pode terminar em primeiro se vencer o clássico, somado ao empate ou derrota do líder Sampaio Corrêa. Se empatar o jogo diante do Santa, o topo só será do Timbu se a Bolívia Querida for derrotada. As equipes teriam a mesma pontuação, mas os alvirrubros levariam vantagem no saldo de gols. Em caso de derrota, os comandados de Dal Pozzo terminarão em segundo.

Tabu

Gilmar Dal Pozzo e Milton Mendes já se enfrentaram outras três vezes na carreira – todas em Clássicos das Emoções, com cada profissional defendendo os mesmos clube de agora. A vantagem é de Milton, vencedor em todas as ocasiões. Além do 1×0 no duelo de ida da Série C, no Arruda, Milton levou a melhor em dois confrontos em 2016, pela Série B. Na casa do Santa, vitória por 3×1. Na Arena de Pernambuco, então reduto do Náutico, novo triunfo, desta vez por 2×1. Jogo esse, inclusive, que marcou a demissão de Dal Pozzo do Timbu.

Ficha técnica

Náutico

Jefferson; Hereda, Diego Silva, Rafael Ribeiro e Erick Daltro (Willian Simões); Josa, Jiménez e Jhonnatan; Neto, Álvaro e Rafael Oliveira. Técnico: Gilmar Dal Pozzo

Santa Cruz

Anderson; Cesinha, João Victor, Vitão e Victor Lindenberg; Charles, Everton e Daniel Costa; Dudu, Augusto e Elias. Técnico: Milton Mendes

Local: Aflitos (Recife/PE)
Horário: 17h
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhaes (RJ). Assistentes: Michael Correia e Thiago Henrique Neto Correa Farinha (ambos do RJ)
Transmissão: DAZN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *