Rosa Weber rejeita pedido para declarar Lula inelegível antes mesmo do registro da candidatura

A ministra do STF Rosa Weber, presidente eleita do Tribunal Superior Eleitoral (Foto: Walterson Rosa/Framephoto/Estadão Conteúdo)
A ministra do STF Rosa Weber, presidente eleita do Tribunal Superior Eleitoral (Foto: Walterson Rosa/Framephoto/Estadão Conteúdo)

 

 

 

A ministra Rosa Weber, presidente eleita do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), rejeitou nesta quarta-feira (18) um pedido para que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva fosse declarado inelegível antes mesmo de a candidatura dele ser registrada.

O pedido foi apresentado por integrantes do Movimento Brasil Livre (MBL), na semana passada.

Lula está preso desde abril em Curitiba (PR), condenado em um processo relacionado à Operação Lava Jato (entenda).

Em janeiro deste ano, após a condenação, o PT lançou o ex-presidente como pré-candidato ao Palácio do Planalto nas eleições de outubro.

De acordo com o partido, o registro da candidatura acontecerá em 15 de agosto, quando o prazo será encerrado. (G1)

Um comentário em “Rosa Weber rejeita pedido para declarar Lula inelegível antes mesmo do registro da candidatura”

  1. Tei q deixa a populasao desedir se o cara e ou nau Presidente, ora, se o cara e tao ruim assim, se o cara e Ladrao a Populasao nao vai quere como Governante, Deixa o povo desidir Dr , Praquer ese medo do cara solto, Trata se de politico, e politico quei decide e o povo, . . .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *