Serra Talhada é palco do Maior Festival de Poesia do mundo!

No dia 02 de janeiro de 2021, Serra Talhada foi palco do maior Festival de Poesia do mundo.  Os produtores Culturais Evânia Pereira Nogueira e Iranildo Marques realizaram o VII FESTIVAL VAMOS FAZER POESIA – O Projeto, único no Brasil, contou esse ano com 132 poetas e poetisas de todo Brasil.
Esse ano, o projeto foi contemplado pela LEI ALDIR BLANC e teve o apoio do Governo Federal, governo Estadual, da FUNDARPE…
O Festival foi realizado através de uma LIVE pelo Canal do YOUTUBE: TV POESIA DA GENTE Dezenas de poetas de diversos estados do Nordeste estiveram presentes, declamando suas estrofes. A LIVE recebeu mais de 1.500 visualizações no YOUTUBE e entre os diversos grupos  do Facebook e em grupos nas suas residências, estima-se mais de 20 mil pessoas assistindo simultaneamente, salientando que a LIVE do VII FESTIVAL VAMOS FAZER POESIA, aconteceu no Hotel das Palmeiras em Serra Talhada-PE, de maneira descontraída e foram lançados  no mesmo evento, dois livros: A COLETÂNEA DE POESIAS DO FESTIVAL COM 132 POETAS e o livro do poeta CAMPEÃO da Edição passada – VI EDIÇÃO, na ocasião o livro: Lavoura íntima do poeta de Limoeiro do Norte-CE – LUIZ GONZAGA MAIA.
Como acontece em todos os anos, o projeto homenageia um poeta popular em atividade e um poeta popular que partiu para eternidade.

O poeta homenageado desse ano, foi o Cordelista ARLINDO LOPES – O Popular PIRRAIA da cidade de São José do Egito. E a homenagem póstuma, foi para o poeta  ZETO DO PAJEÚ.

“Escolhemos Arlindo Lopes porque o Pajeú tinha uma dívida imensa com um dos  maiores poetas da atualidade. Arlindo Lopes – O Pirraia, para mim é um dos maiores nomes da poesia popular nordestina. Ninguém em São José do Egito faz versos melhor que  ele. O povo do berço imortal da poesia, precisa dar valor, reconhecer a importância de quem lutou, honrou e honra seu torrão natal. Arlindo Lopes é um ícone do Cordel Nordestino, é um nome a ser respeitado por quem sabe fazer poesia, uma pena não ser reconhecido no seu torrão natal, mas, como diz o ditado, santo de casa não obra milagres, entretanto, observamos outros “santos” sendo valorizados na terra da poesia sem obrarem 1/3 dos milagres do nosso Poeta Pirraia”. Disse Iranildo Marques.

O evento foi marcado na tarde do dia 02 de janeiro,  por poetas declamadores e teve um show especial com os poetas repentistas Diomedes Mariano, Edezel Pereira e Jorge Macedo.

No dia seguinte, no Clube de Campo Rancho das Águas, aconteceu o ápice do evento, onde o mestre cerimonial – Junior Duarte, anunciou os 20 melhores poetas do Festival e a surpresa foi o poeta Luiz Gonzaga Maia, sagrando-se BI-CAMPEÃO no VII Festival.

Veja abaixo a classificação final:

O Campeão, Luiz Gonzaga Maia, recebeu um cheque ilustrativo que dará direito à publicação de 500 exemplares da obra do artista com 100 páginas.

O Segundo lugar, Jorge Macedo, recebeu um cheque ilustrativo que dará direito à publicação de 300 exemplares da obra do artista com 100 páginas.

O Terceiro Lugar ficou com o poeta Iranildo Marques, entretanto, como o poeta é um dos produtores Culturais do evento, o prêmio foi repassado para a 4ª Colocada, Silmara Feitosa, que recebeu um cheque ilustrativo que dará direito à publicação de 200 exemplares da obra da artista com 100 páginas.

Veja abaixo os 20 primeiros colocados:

 

2 Comentário para “Serra Talhada é palco do Maior Festival de Poesia do mundo!”

  1. Sou o poeta Paulo Passos de São José do Egito, PE. Expresso meus parabéns ao organizador do concurso e aos poetas que participaram. Estou alegre por terem escolhido um filho da minha terra para ser homenageado. Sou poeta e músico compositor. Tenho lançado um livro de poesias Intitulado: Cancão, o Gênio Inocente e estou na fase final para editar meu segundo livro: Impressões dos sentimentos.

  2. Tive a honra de participar e de estar entre os 20 classificados. Agradeço a Deus – por TUDO, aos produtores – pela oportunidade, aos jurados – pela lisura, e aos meus familiares – pelo apoio. Na oportunidade, realizei o sonho de conhecer pessoalmente grandes poetas e poetisas da poesia popular nordestina e brasileira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *