Serra Talhada notifica 07 casos suspeitos da coceira causada por mariposa

Nesta quinta-feira (09), a gerente regional de saúde da XI Geres, Carla Milene, falou sobre os casos de lesões que provocam coceira que tem afetado Pernambuco, sobretudo a Região Metropolitana do Recife. Ela comentou sobre o assunto em entrevista ao Programa Frequência Democrática, na Vila Bela FM.

De acordo com a gerente, os casos suspeitos que haviam sido registrados nos municípios de Triunfo e Floresta na semana passada foram descartados, após análise que concluiu se tratarem de intoxicação alimentar.

Além desses, outros 07 casos suspeitos estão sendo investigados em Serra Talhada e um outro caso foi registrado em Floresta. Todos eles aguardam conclusão das investigações que deve ser anunciada nos próximos dias.

Origem dos casos

Diante do crescente número de casos da chamada “dermatite pruriginosa a esclarecer” muitas hipóteses foram levantadas, mas só nesta quarta-feira (08) a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) emitiu uma nota técnica confirmando a hipótese de que a mariposa do gênero Hylesia causou o surto de lesões que causam coceira.

De acordo com a SBD, dermatologistas que atuam no Nordeste ajudaram a resolver o mistério através da implementação de uma série de ações que permitiram identificar as causas dos casos de dermatites e foi confirmado que o problema tem relação com as asas da mariposa.

Além do estado, as mariposas que estão presentes em todo o território brasileiro já haviam sido apontadas como causa de outros surtos semelhantes pelo país e, segundo os especialistas, não há motivos específicos para o aparecimento desses surtos que ainda são vistos como bastante incomuns. Com informações do Vila Bela Online

 

Do Nill Júnior

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.