Sobrevivente de queda de helicóptero da Globo permanece em estado ‘gravíssimo’

Miguel Brendo Pontes Simões, 21 anos

 

 

 

 

 

Único sobrevivente do acidente com o Globocop, helicóptero que captava imagens para a Rede Globo, na praia de Brasília Teimosa, Zona Sul do Recife, Miguel Brendo Pontes Simões, 21 anos, permanece em estado “gravíssimo, com ventilação mecânica, sedado, com uso de droga vasoativa”.

De acordo com o último boletim médico divulgado na manhã desta quinta-feira (25) pelo Hospital da Restauração, onde o operador de sistema está internado, o paciente permanece na Unidade de Terapia Intensiva (UTI)

Miguel Brendo passou na última quarta-feira (24) por uma tomografia de crânio e cervical, que não apresentou lesões cirúrgicas. A equipe médica divulgará um novo boletim nesta sexta-feira (26), às 9h.

Miguel Brendo chegou ao HR em estado extremamente grave nessa terça-feira (23). De acordo com o diretor geral da unidade de saúde, Miguel Arcanjo, o paciente sofreu vários traumatismos e choque hipovolêmico, também conhecido como choque hemorrágico, que é quando se perde cerca de um litro de sangue.

Ele também teve um traumatismo de face extremamente severo e lesões de membros superiores e inferiores. O paciente foi atendido de imediato pela equipe cirúrgica e levado ao bloco cirúrgico. Foi realizada drenagem torácica e laparotomia exploradora e, de lá, seguiu para a UTI onde permanece até o momento.

 

Da Folha de Pernambuco

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *