Suspeito de matar agente penitenciário em Afogados da Ingazeira é preso em Petrolina

Preso suspeito de matar agente penitenciário em Afogados da Ingazeira  — Foto: Samuel Moreira/ Arquivo pessoal

 

Um homem de 33 anos foi preso nesta quarta-feira (14) suspeito de matar o agente penitenciário, Charles de Souza Santos, em Afogados da Ingazeira, no Sertão de Pernambuco. O crime ocorreu no dia 21 de janeiro de 2017. O mandado de prisão foi expedido pelo juiz da vara Criminal da comarca de Afogados da Ingazeira e cumprido pelo 5º Batalhão da Polícia Militar (5ºBPM).

Segundo a polícia, Roberto Oliveira de Azevedo Maia Neto foi preso, por volta das 13h30, no bairro São Jorge em Petrolina. Na sua casa, foi encontrada 18 gramas de maconha, uma quantia em dinheiro e uma arma de Airsoft. Ele estava de posse de documento falsificado.

Roberto e os materiais foram conduzidos para a delegacia de Polícia Civil de plantão em Petrolina. Ele será autuado em flagrante por uso de documento falso e será encaminhado na quinta-feira (15) para audiência de custódia e depois para a Penitenciária Doutor Edvaldo Gomes em Petrolina. .

Entenda o caso

Um agente penitenciário, de 41 anos, morreu após ser atingido pela arma que estava na cintura dele. De acordo com a Polícia Militar, ele estava na fila do banheiro, em um encontro de motoqueiros em Afogados da Ingazeira, quando foi espancado. Durante a agressão, a arma disparou, conforme a PM.

A Polícia Civil de Pernambuco conseguiu identificar os envolvidos na agressão. De acordo com Joselito Amaral, diretor de Polícia Metropolitana, entre as pessoas identificadas nas imagens estava o delegado Renato Gayão e mais sete pessoas, que foram denunciadas pela morte do agente penitenciário.

Em 27 de abril de 2017, durante a operação Duas Rodas, a Polícia Civil prendeu dois suspeitos de envolvimento no crime, um lutador de jiu-jítsu e um ex-policial militar do Rio Grande do Norte. Outros três suspeitos ainda ficaram foragidos. (G1)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *