UFPE tem 2,1 mil vagas não ocupadas após primeira chamada do Sisu

Enem, usado no Sisu, Prouni e Fies, é o principal meio de acesso ao ensino superior no Brasil — Foto: Reprodução/RBS TV

 

 

A Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) divulgou, nessa segunda-feira (10), o quadro de vagas não ocupadas após a primeira classificação no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) de 2020. Ao todo, 2.134 oportunidades estão disponíveis para os estudantes que ficaram na lista de espera, nos campi do Recife, Vitória de Santo Antão, na Zona da Mata Sul, e Caruaru, no Agreste.

Veja a relação completa

A UFPE oferece, ao todo, 6.982 vagas para alunos que fizeram o Enem e vão entrar na instituição pelo Sisu. São 104 cursos.

Dos 2.185 aprovados no Sisu por cotas, 364 não passaram na Comissão de Heteroidentificação, que valida a autodeclaração de preto, pardo ou indígena escolhida pelos cotistas no momento da seleção, e outros 732 sequer compareceram para se matricular.

O campus com o maior número de vagas disponíveis é o do Recife, com 1.535. O curso que teve o maior número de vagas sobrando foi o de engenharia, que tem 211 sobras. Na capital, também há 72 vagas em direito e 25 vagas em medicina.

No Campus Caruaru, no Agreste, sobraram 411 vagas. No Campus Vitória de Santo Antão, na Zona da Mata Sul de Pernambuco, foram 188. Segundo a universidade, a previsão é de que, até a terça-feira (10), seja publica a lista de convocados na lista de espera.

A lista com o número de vagas por campi e por curso foi divulgada na internet. No site, também foram disponibilizados o edital e outras informações sobre o processo.

Cotistas não matriculados

Dos 2.185 candidatos aprovados por meio de cotas raciais na UFPE, menos da metade, 49,8%, teve a matrícula confirmada na primeira entrada do ano letivo de 2020. No total, 1.089 candidatos foram aprovados pela Comissão de Heteroidentificação. Ao todo, 364 deles foram reprovados, o que representa 16% dos aprovados no Sisu.

A universidade também divulgou o número de candidatos que, mesmo tendo sido aprovados, sequer compareceram ao ato da matrícula. Foram 732 pessoas, no total. Esse número é equivalente a 33,5% do número geral de cotistas raciais aprovados no Sisu. (G1)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *