Vaias a Paulo Câmara em Carpina geram briga entre prefeitos de Serra Talhada e Carnaíba

Anchieta Patriota e Luciano Duque trocaram farpas depois de paulo Câmara ser vaiado em Carpina
Anchieta Patriota e Luciano Duque trocaram farpas depois de paulo Câmara ser vaiado em Carpina.

 

 

 

 

O prefeito de Carnaíba, Anchieta Patriota, não gostou nenhum pouco das declarações do colega Luciano Duque, petista de Serra Talhada, que ao avaliar o episódio do governador em Carpina, onde foi vaiado, disse que Paulo Câmara mereceu as vaias e o aconselhou a não sair mais de casa. “Quando o governante é vaiado é reflexo daquilo que ele deixou fazer e a população quando avalia mal o gestor é melhor ele não circular, é melhor ficar em casa e evitar multidão”, declarou Duque.

Ouça informações com Anchieta Santos:

Aliado de Câmara, Patriota definiu o colega de Serra Talhada como ingrato. “São declarações meramente eleitorais porque eu estive em Serra Talhada no início do ano e Luciano Duque fazia rasgados elogios ao governador, agradecendo pelo Hospital do Sertão, agradeceu pelo aeroporto, no qual Paulo Câmara injetou recursos, agradeceu a estrada de Bernardo Vieira, de Santa Rita, iniciada na gestão de Eduardo Campos. É uma ingratidão tremenda”, disparou o prefeito de Carnaíba.

Relembre

Com informações do Blog do Jamildo

O governador Paulo Câmara (PSB) esteve na noite de véspera de São João, nesse sábado (23), em Carpina, onde o prefeito é Manuel Botafogo (PDT). Ao ser chamado para o palco, o socialista foi vaiado por alguns grupos e os vídeos circulam nas redes sociais. Para o deputado estadual Vinícius Labanca (PP), que acompanhava o governador, foram manifestações isoladas. “Na minha opinião, tinham mais de 30 mil pessoas, alguns grupos isoladamente se manifestaram dentro do âmbito da democracia, mas o grande público não. Os vídeos claramente mostram isso. Nada de anormal nos dias de hoje. O governador foi muito bem recebido pelo povo de Carpina e voltará no ano que vem ainda no comandando nosso Estado”, afirmou.

 

Do JC Online

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *