“Nem de rua, nem privado”, diz diretor do HREC sobre carnaval

Diretor do Hospital Regional Emília Câmara – HREC, Sebastião Duque, disse em entrevista ao repórter Marcony Pereira para o programa Manhã Total da Rádio Pajeú, nesta quarta-feira (12), que acha uma incoerência a realização de qualquer tipo de aglomeração, principalmente num momento em que os casos de Covid-19, sobem em todo o Sertão do Pajeú.

Eu acredito que é uma incoerência. Por tudo que a gente está vivendo, por tudo que a gente está vendo. Eu compartilho da opinião da maioria das pessoas. Por onde eu passo, as pessoas não estão vendo isso com bons olhos. Nenhum tipo de aglomeração. Então, eu, particularmente, minha opinião é que não é o momento nem de rua, nem privado”, destacou.

Doutor Sebastião Duque, afirmou que o HREC tem registrado um aumento considerado de pacientes na Ala Respiratória.

“É perceptível o aumento dessa síndrome respiratória e de pessoas, procurando a unidade durante o dia e também durante a noite. Ontem à noite eu saí daqui por volta das 20h e Ala Respiratória ainda continuava com fluxo intenso”.

Duque alertou que o aumento da demanda na unidade, tem causado uma espera maior dos pacientes. “A gente se prepara, se organiza, mas infelizmente não temos um médico para cada pessoa”, lembrou.

Ainda segundo o diretor da unidade hospitalar, a UTI está com 80% de ocupação, já tendo chegado a 90%.

“Quando um paciente tem alta, ou infelizmente chega a falecer, baixa para 70%, mas no mesmo dia já chega em 80%, e aí, ficamos nesta expectativa”, lamentou.

Comentando sobre a situação dos pacientes internados na UTI, Sebastião informou que dos oito pacientes internados, seis estão intubados e quatro estão fazendo hemodiálise. “Isto quer dizer que são pacientes que estão em estado grave”, alertou.

Doutor Sebastião também informou que no momento, 90% dos pacientes atendidos são por infecção da Influenza, mesmo com o aumento de casos de Covid-19 na região.

“Os sintomas dos pacientes com Influenza são sérios também. Já chega com febre, com muita dor no corpo, com dor de garganta, vomitando, então esses pacientes logo procuram o hospital”, informou Duque.

Além da Covid-19 e da Influenza, doutor Sebastião Duque confirmou que a H3N2, também tem chegado com frequência na unidade.

“Não só aqui, mas a gente percebe em todo o estado e esses casos têm aumentado significativamente”, alertou.

Fechando a entrevista, o diretor do HREC pediu para que as pessoas tenham consciência, faça a sua parte e repare no momento que estamos passando e tome seus cuidados.  Do Nill Júnior

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *