Agiota, que também era técnica de enfermagem, é assassinada após cobrar dívida

A Polícia Civil divulgou detalhes sobre a morte da técnica de enfermagem que foi morta após cobrar dívida de 35 mil reais. Dayane da Cunha, 35 anos, chefiava um esquema de agiotagem e foi vítimas dos integrantes do grupo.

Dayane teria cobrado uma dívida milionária a um colega. A vítima deixou dois filhos e seu corpo foi encontrado na madrugada desta quarta-feira (3) em Brazlândia.

É provável que Dayane tenha sido morta com um tiro na cabeça. Ela estava desaparecida desde quinta-feira da semana passada. Dois homens foram presos suspeitos de participarem do crime. Eles captavam clientes de quem recebiam valores, depois repassava para ela.

Um dos envolvidos não conseguiu receber o dinheiro, acumulando dívida de 35 mil reais. Dayane saiu de casa para cobrar a dívida e não voltou mais. Um terceiro envolvido, não identificado, apareceu no local e cometeu o crime.

petrolandianoticias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.