Política (127)

O governador Paulo Câmara lamentou, hoje, em discurso no seminário Todos por Pernambuco, em Palmares, o recrudescimento da violência no Estado. "A violência diminuiu? Não! Temos tomado providências para fazer o enfrentamento? Sim! Mas devemos reconhecer que ainda não surtiram efeito. Isso é frustrante", desabafou.

Já na coletiva que concedeu aos jornalistas, o governador voltou a lamentar o aumento da violência, mas disse que não faltará da parte do seu Governo esforço e disposição para enfrentar o que classificou de uma grande chaga da sociedade.

O governador se mostrou especialmente preocupado com a guerra sanguinolenta que vem ocorrendo em Serra Talhada, onde nos últimos 30 dias nove pessoas foram assassinadas logo após a morte de um vereador.

"Não vamos nos descuidar um só instante de Serra Talhada. Ali, está havendo um acompanhamento diário por parte do secretário de Defesa e toda sua equipe", disse.

O senador Fernando Bezerra Coelho negou, por meio de nota, que tenha pedido ao doleiro Alberto Youssef uma doação de R$ 20 milhões para a campanha pela reeleição do ex-governadro Eduardo Campos em 2010. A afirmação do pagamento de Youssef foi dada pelo ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa, em delação premiada.

Na nota, Bezerra afirma que "não atuou na coordenação ou captação de doações para a campanha à reeleição do ex-governador Eduardo Campos" e que "não conhece ou manteve contatos com Alberto Yousseff". O senador declara ainda que "não tem conhecimento da existência de qualquer indício ou prova contra ele no âmbito das investigações realizadas pelo Ministério Público Federal, tanto que a Procuradoria-Geral da República não lhe incluiu, após minuciosa análise dos fatos, na lista de pedidos de abertura de inquéritos contra parlamentares recentemente encaminhada ao Supremo Tribunal Federal".

Na época em que Paulo Roberto afirma que ocorreu a doação, Bezerra era secretário do Desenvolvimento do Estado de Pernambuco e dirigente do Porto de Suape, que receberia o petróleo produzido pela Refinaria Abreu e Lima, segundo a delação. A propina seria paga pelo consórcio Ipojuca Interligações, formado pelas empresas Iesa e Queiroz Galvão, encarregadas pela construção da refinaria de Abreu e Lima. De acordo com Costa, em "face ao montante da contribuição", pode ter sido usado "algum artifício específico" pela Queiroz Galvão.

O dinheiro teria sido entregue no início de 2010, segundo a delação. Yousseff teria confirmado a Costa que repassou a quantia a Bezerra, que também foi ministro de Integração Nacional no governo de Dilma Rousseff.

Na delação, o ex-diretor da Petrobras foi questionado por que as empresas do consórcio fariam essa contribuição à campanha de Eduardo Campos. "As empreiteiras encaravam tais contribuições como empréstimos, ou seja, esperavam ter o retorno desses recursos por meio das obras que seriam feitas no futuro", explica. Ele foi questionado, então, como o governador de Pernambuco poderia influenciar na realização de obras federais pelas empresas doadoras, mas Costa responde que as obras seriam estaduais, ou seja, administradas pelo Estado de Pernambuco.

Em relação às obras da refinaria Abreu e Lima, Costa afirma que Eduardo Campos não teve influencia alguma nas licitações promovidas pela Petrobras. Campos foi reeleito, mas Costa não soube informar se ele cumpriu a parte do acordo: favorecimento das empresas Iesa e Queiroz Galvão em licitações promovidas pelo Estado de Pernambuco.

Costa afirma que os R$ 20 milhões que Yousseff teria entregue a Bezerra foi tratado como um "adiantamento" porque os valores ainda seriam recebidos pelas empresas do consórcio Ipojuca e era da cota de 1% ao Partido Progressista (PP).

Youssef

O doleiro Alberto Youssef também mencionou Eduardo Campos em sua deleção premiada às autoridades da Operação Lava Jato. Segundo ele, o ex-diretor de Abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa, conversou sobre propina diretamente com o falecido governador de Pernambuco. Youssef afirmou que a propina seria proveniente de um contrato entre a refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco, e um consórcio formado pelas empreiteiras OAS e Odebrecht, que também são investigadas no âmbito da Lava Jato.

Juntas as empresas tinham contrato de cerca de R$ 4,5 bilhões com a refinaria. "A comissão seria de R$ 45 milhões, mas foi reduzida para R$ 20 milhões", diz o relato das autoridades sobre o depoimento de Youssef.

O motivo da redução foi explicado, segundo Youssef, por um executivo da OAS, Márcio Faria. "Seria necessária para que parte fosse encaminhada para o Estado de Pernambuco a fim de resolver problemas que poderiam prejudicar a obra e repasses ao consórcio Conest ".

Paulo Roberto disse a Youssef, segundo disse o próprio doleiro, que teria tratado desse assunto diretamente com o então governador Eduardo Campos.

"Parte da comissão foi paga em dinheiro, cujos detalhes foram acertados por Márcio Faria. Outra parte foi quitada mediante emissão de notas das empresas de Waldomiro de Oliveira para o consórcio Conest".

Na semana passada, na leva de pedidos da Procuradoria Geral da República, nada havia sobre Eduardo Campos e o ex-presidente do PSDB, Sérgio Guerra.

A Ministra do Desenvolvimento e Combate à Fome, Tereza Campello, conversou com o comunicador Geraldo Freire em uma entrevista exclusiva para a Rádio Jornal. Ela adiantou o projeto dos Bancos de Sementes, que será lançado nesta quarta-feira (11), em Gravatá, além de ter comentado temas como convivência com a seca e Bolsa Família.

Tereza Campello, que está à frente do Ministério desde o início do Governo Dilma, tem família no Recife e uma ligação forte com o Nordeste. Ela tem agenda importante no Estado, que começa com uma reunião com Paulo Câmara, no Recife, e termina com o lançamento dos Bancos de Sementes, em Gravatá.

O projeto dos Bancos de Sementes terá investimento de R$ 22,4 milhões e vai beneficiar 12,8 mil famílias de agricultores do Semiárido Nordestino. A ideia é apoiar a inclusão produtiva rural de famílias pobres da região.

Os bancos funcionam como um espaço para guardar sementes crioulas e sementes nativas, que devem preservar a qualidade do feijão e do milho, além de outras culturas. A medida também visa melhorar a qualidade da produção, já que as sementes vindas do Sul do país não são adaptadas ao clima e acabam não rendendo tanto quanto o esperado.

Dilma2A presidenta Dilma Rousseff defendeu neste domingo (8) as medidas econômicas que estão sendo adotadas para o país voltar a crescer. Segundo ela, durante pronunciamento em cadeia nacional de rádio e televisão, na tentativa correta de defender a população, o governo absorveu, até o ano passado, todos os efeitos negativos da crise econômica internacional, lançando mão do Orçamento para proteger o crescimento, o emprego e a renda das pessoas, mas não havia como prever que a crise mundial duraria tanto tempo.

Dilma destacou que as correções e ajustes na economia, mesmo que signifiquem alguns sacrifícios temporários para todos e críticas injustas e desmesuradas ao governo, são a forma de dividir a carga negativa com os setores da sociedade. "São medidas para sanear as nossas contas e, assim, dar continuidade ao processo de crescimento com distribuição de renda, de modo mais seguro, mais rápido e mais sustentável".

A presidenta destacou que as correções estão sendo feitas de forma com que todos suportem a sua aplicação. "As medidas estão sendo aplicadas de forma que as pessoas, as empresas e a economia as suportem. [...] Este processo vai durar o tempo que for necessário para reequilibrar a nossa economia. [...] Mais importante, no entanto, do que a duração dessas medidas será a longa duração dos seus resultados e dos seus benefícios. Que devem ser perenes no combate à inflação e na garantia do emprego".

Dilma lembrou que as medidas incluíram o corte de gastos do governo, a revisão de certas distorções em alguns benefícios e a redução, parcial, de subsídios de créditos e desonerações nos impostos, "dentro de limites suportáveis pelo setor produtivo".

Em seu pronunciamento, ela ressaltou a importância da população em todo esse processo de retomar o crescimento do país. "Você tem todo direito de se irritar e de se preocupar. Mas lhe peço paciência e compreensão porque esta situação é passageira. O Brasil tem todas as condições de vencer estes problemas temporários - e esta vitória será ainda mais rápida se todos nós nos unirmos neste enfrentamento".

Apesar das medidas, o governo diz que vai manter e melhorar os programas de infraestrutura. "Nossas rodovias e ferrovias, nossos portos e aeroportos continuarão sendo melhorados e ampliados. Para isso, vamos fazer, ainda este ano, novas concessões e firmar novas parcerias com o setor privado", disse.

A presidenta destacou ainda o fortalecimento moral e ético do país, com a prática da justiça social em favor dos mais pobres e a justiça contra os corruptos. "É isso, por exemplo, que vem acontecendo na apuração ampla, livre e rigorosa nos episódios lamentáveis contra a Petrobras", disse Dilma.

Confira alguns dos principais trechos do discurso:

IMPRENSA
"Os noticiários são úteis, mas nem sempre são suficientes. Às vezes nos confundem mais do que nos esclarecem. Portanto, peço que você e sua família me ouçam com atenção. Tenho informações e reflexões importantes. É uma boa hora para que eu tenha uma conversa mais profunda e íntima com a família brasileira."

CRISE
" O Brasil, nem de longe, está vivendo uma crise na dimensão que dizem alguns. Muito diferente daquelas crises do passado, que quebravam e paralisavam o país. Nosso povo está focado na capacidade de produzir renda e sustentar suas famílias. Nossas medidas não irão comprometer sua conquista. Estamos na segunda etapa do combate à mais grave crise internacional desde 1929."

SECA
"Além de os problemas terem se agravado no Brasil e em grande parte do mundo, devido à crise, ainda estamos enfrentando a maior seca da nossa história no Sudeste e Nordeste do país. Isso provoca o aumento de serviços como o fornecimento de energia elétrica. Você tem todo o direito de se irritar e de se preocupar. Mas lhe peço paciência e compreensão."

GOVERNO
"Absorvemos a carga negativa até onde podíamos e agora temos que dividir parte desse esforço com toda a sociedade. São medidas para sanear as nossas contas e, assim, dar continuidade ao crescimento com distribuição de renda. Você que é dona de casa ou pai de família, sabe disso: às vezes temos de controlar nosso orçamento para não nos prejudicar mais no futuro. Essas medidas estão sendo aplicadas de forma que as pessoas, as empresas e a economia as suportem. Foi por isso que começamos cortando os gastos do governo sem afetar os investimentos prioritários e as políticas sociais. Estamos fazendo tudo com equilibrio, de forma que tenhamos a maior correção com o menor sacrifício."

FEMINICÍDIO
"Vou sancionar amanhã a lei do feminicidio, que tipifica o feminicídio como crime no Brasil. Essa medida faz parte da política de tolerância zero à agressão contra mulheres brasileiras."

CONSIDERAÇÕES FINAIS
"Primeiro, o esforço fiscal é apenas a travessia para um tempo melhor, que virá logo. (...) Segundo, não vamos trair nossos compromissos com os trabalhadores e a classe média. (...) Terceiro, não estamos tomando essas medidas para voltar ao que fomos. (...) Quarto, o país não vai parar, vamos continuar produzindo. As coisas vão continuar acontecendo."

O Presidente da Amupe e Prefeito de Afogados da Ingazeira Jose Patriota conseguiu transferir desta semana na Assembleia para o dia 23 no Centro de Convenções durante o Congresso Estadual da Amupe, a Audiência Pública da Assembleia Legislativa para debater a resolução da Aneel que obriga a Celpe a transferir para os municípios a responsabilidade pela iluminação pública.

O deputado Rodrigo Novaes (PSD) esteve em audiência com o governador Paulo Câmara para solicitar o asfaltamento de algumas importantes rodovias para o sertão pernambucano.
Novaes reivindicou o início das obras da PE-425 (Floresta-Carnaubeira da Penha), PE-499 (Cabrobó-Terra Nova), PE- 460 (Belém de São Francisco-Distrito de Riacho Pequeno) e a PE-560, que ligaria a BR-316 até a PE-585, beneficiando o município de Bodocó.
De acordo com Rodrigo, "as obras impulsionariam toda a região, não só pela geração de empregos, mas também proporcionando novas rotas de escoamento da produção agrícola, facilitando a conexão entre mercados produtores e áreas de consumo".

Incorporado pela gestão do ex-governador Eduardo Campos e mantido pelo governador Paulo Câmara (PSB), o programa Todos por Pernambuco nem bem começou e já desagradou lideranças do Sertão. Sob o comando do prefeito do PT, Luciano Duque, a cidade de Serra Talhada ficou de fora do roteiro de visitas e o gesto foi visto como retaliação política.

Durante a campanha estadual, o prefeito de Serra Talhada se posicionou em campo oposto ao do PSB. O gestor, inclusive, organizou visita da presidente Dilma Rousseff e defendeu a candidatura de Armando Monteiro Neto.

Em entrevista à uma rádio local, o secretário de articulação municipal, Anchieta Patriota, da Casa Civil, descartou qualquer viés político na escolha das cidades.

"Não tem nenhuma retaliação política por parte do governo do Estado. Não tem isso de Serra Talhada ser governada por um prefeito de oposição. Ele é respeitado por nós, pelo nosso governo, como aliado da mesma forma, a gente tem respeitado a instituições", afirmou Patriota.

Segundo ele, três municípios estavam cotados para receber os seminários e a escolha se deu pela localização das cidades. Paulo Câmara inicia a versão 2015 do projeto no próximo dia 13 de março, em Araripina, no Sertão. No dia 14, a comitiva estadual estará em Petrolina e no dia 15 passará por Salgueiro, ambas cidades sertanejas.

"A escolha foi uma maneira de facilitar o acesso das pessoas, então cai este discurso de prefeito adversário... Afogados fica de certa forma mais próxima para estes municípios do alto Pajeú", justificou Anchieta.

No terceiro fim de semana de março, o Todos por Pernambuco passará por Floresta (dia 19), Afogados da Ingazeira (dia 20) e Arcoverde (dia 21). Em abril, será a vez de Surubim (dia 9), Garanhuns (dia 10), Caruaru (dia 11), Timbaúba (dia 23), Palmares, dia 24) e Recife (dia 29).

O Todos por Pernambuco tem o objetivo de coletar propostas nas 12 microrregiões pernambucanas para que sejam analisadas ou até executadas pelo Executivo estadual. As propostas ajudam a fundamentar o Plano Plurianual.

Os bens dos envolvidos com os shows fantasmas da Empresa Pernambucana de Turismo (Empetur) foram bloqueados pela Justiça a pedido do Ministério Federal (MPF) de Pernambuco. O caso teria causado danos de R$ 717,5 mil aos cofres públicos em valores atualizados. Os recursos vieram do Ministério do Turismo.

Tiveram os bens bloqueados o ex-secretário de Turismo Silvio Costa Filho (PTB), atual líder da oposição na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe); o ex-assessor jurídico da secretaria, Edvaldo José Cordeiro dos Santos; e o advogado que ratificou as contratações, André Meira de Vasconcelos. O bloqueio foi de R$ 2,1 milhões, valor máximo da multa.

A decisão judicial também atinge a ex-presidente da comissão permanente de licitação Maria de Fátima Vaz de Oliveira; e as produtoras responsáveis pelos shows: Ogiva Produções e Eventos, Luminário Produções, Cíntia Kato Floricultura, Ricardo Alexandre da Costa Silva e Carla Marroquim.

O valor do bloqueio, nesses casos, variou entre R$ 117 mil e R$ 1,3 milhão. Segundo a Justiça Federal, o bloqueio de bens busca garantir o ressarcimento dos danos causados aos cofres públicos caso os acusados sejam condenados.

Em 2008, o Ministério do Turismo firmou dois convênios com a Secretaria de Turismo de Pernambuco para apoiar eventos turísticos nas cidades de Goiana, Itapissuma, Paulista, Bezerros e Itamaracá. Além de shows de artistas locais, os contratos incluiriam também a locação de equipamentos, filmagem e segurança.

Dados da Controladoria-Geral da União (CGU) mostram que houve irregularidade na realização dos convênios. A comprovação da realização dos shos também não foi realizada, embora os pagamentos tenham sido liberados. As produtoras foram contratadas com dispensa de licitação.

O Ministério Público Federal quer que os envolvidos sejam condenador por improbidade administrativa. A procuradora da República Sílvia Regina Lopes é a responsável pelo caso.

Dentre as sanções previstas estão o ressarcimento integral do dano, corrigido monetariamente, perda da função pública, suspensão dos direitos políticos por até oito anos, pagamento de multa e proibição de contratar com o Poder Público, bem como de receber benefícios, incentivos fiscais ou creditícios, por três anos.

Um dos primeiros passos do governador Paulo Câmara (PSB) foi reduzir o número de comissionados de sua gestão. Nesta segunda-feira, ele decidiu avançar mais um degrau no sentido de diminuir as despesas da máquina pública e anunciou que vai instituir o Plano de Contingenciamento de Gastos (PCG) com a meta racionalizar os gastos da máquina pública em R$ 320 milhões este ano. A medida leva em consideração as projeções econômicas e financeiras do País que apontam para um cenário fiscal restritivo, com ausência de crescimento da economia brasileira, taxa de juros alta e consequente baixa projeção para o incremento de receitas para os estados.

O decreto que prevê os cortes será publicado no Diário Oficial do Estado nesta terça-feira (3). Para cuidar da efetividade das ações, haverá um comitê gestor formado por representantes da Assessoria Especial do Governador do Estado, Secretaria de Administração do Estado (SAD), Secretaria da Controladoria Geral do Estado (SCGE), Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz), Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag) e Procuradoria Geral do Estado (PGE). Esse grupo acompanhará de forma detalhada as várias propostas de contingenciamento de recursos.

Precisamos continuar nos preparando para o cenário fiscal restritivo que está posto para o País. Vamos estabelecer metas, procedimentos e rotinas eficazes, focados no combate ao desperdício e na otimização do gasto. Os projetos prioritários não serão impactados. Vamos manter a qualidade dos serviços com a eliminação do gasto ruim, destacou Paulo Câmara.

Entre as medidas do Executivo estadual está o desenvolvimento de propostas de economia em temas como: serviços de consultoria, diárias e passagens, manutenção da frota, combustível, locação de veículos, licenças de softwares, publicidade, transferências voluntárias, entre outros. Os recursos já destinados ao Fundo Estadual de Apoio ao Desenvolvimento Municipal (FEM) serão preservados, bem como os programas de relevância para a sociedade, tal como o Pacto Pela Vida.

Os dirigentes dos órgãos da administração direta e indireta deverão designar, no prazo de três dias, os representantes de cada unidade gestora que vão atuar na implementação e na coordenação do PCG em seus órgãos. Serão desenvolvidos, ainda, estudos para que os gastos tenham caráter mais racional e sejam cada vez melhor planejados.

PRINCIPAIS AÇÕES PROPOSTAS NO DECRETO

- Corte nas consultorias, concessão de diárias, manutenção da frota, publicidade, entre outros temas;

- Devolução dos veículos com menos de 1,2 mil km rodados por mês;

- Redução dos custos para telefonia fixa e móvel;

- Fiscalização das despesas com cessão de pessoal;

- Suspensão no aditamento de contratos de terceirização que resultem no aumento da despesa;

- Corte na aquisição de passagens aéreas e diárias internacionais e contingenciamento de passagens nacionais através do Sistema de Controle de Viagens na Administração Pública (SCVI);

- Priorização de compras corporativas;

- Regras mais rígidas para o crescimento e o incremento de despesas;

- Implantação de "ilhas de impressão" nos órgãos para reduzir o custo de aquisição de papel e insumos;

- Renegociação de preços nas atas corporativas para valores de mercado;

- Aumento da eficiência energética;

- Criação de cadastro de regularidade dos convênios e transferências estaduais;

- Implantação de sistemática para o controle de Suprimento de Fundos Institucional (SFI);

- Redução de 10% nas transferências voluntárias;

- Suspender a implantação de novos Datacenters.

Por esta nem os mais apaixonados pelo PT esperavam. O prefeito de Serra Talhada, Luciano Duque, considerado um 'petista de última hora', teve um surto de saudosismo dos tempos em que fazia parte do grupo do deputado Inocêncio Oliveira (PR), e admitiu que há afinidades entre ele e o secretário de Transportes, Sebastião Oliveira, que pode apressar uma sintonia em 2016.

Ao ser questionado pelo radialista Francys Maia, sobre o processo eleitoral do ano que vem, Duque afirmou que "juntos", ele e "Sebá" podem construir uma grande força nos próximo anos.
"Nós falamos sobre política e sabemos que estamos em campos opostos. Ele (Sebastião) é aliado do governador Paulo Câmara e sou aliado da presidente Dilma. Mas, os nossos esforços; ele no campo estadual e eu no campos federal, juntos; podemos constituir uma grande força para angariar recursos e investimentos para Serra Talhada", disse o prefeito, arrematando:
"Mas o tempo é quem dirá. Evidentemente poderá haver um alinhamento do PSB com o governo federal e, assim sendo, não vejo como não trabalharmos juntos o futuro político de Serra Talhada".
O detalhe é que após a pauta de trabalho, onde foram acertados alguns detalhes quanto aos projetos levados por Duque, o encontro entre os dois para debater sobre eleições 2016 aconteceu de forma reservada, sem a presença de assessores. (Farol)

O deputado Rodrigo Novaes (PSD) oficializou nesta terça-feira (27), sua candidatura à Presidência da Assembleia Legislativa de Pernambuco.
Novaes está disposto a lutar pela vaga de presidente, deixando claro que sua candidatura é em defesa da Constituição e da alternância do poder da Casa, indo contra a reeleição do deputado Guilherme Uchoa, que disputará seu quinto mandato.

O parlamentar divulgou hoje uma carta direcionada a sociedade, justificando sua candidatura e mostrando seu compromisso para com o estado:

Compromisso público com a sociedade e deputados estaduais

A decisão amplamente divulgada do deputado Guilherme Uchoa de concorrer pela 5ª (quinta) vez consecutiva ao cargo de Presidente da Assembleia Legislativa assombra pelo desprezo que tal ato representa à Constituição do Estado de Pernambuco e à dignidade do Parlamento.

Manter-me inerte diante de um ato gerador de tamanha perplexidade, seria desrespeitar os 64.456 cidadãos que me elegeram para defender nosso Estado com altivez e coragem, bem como transformaria em tábula rasa o juramento que fiz como advogado e aquele que realizarei no dia da posse como deputado.

Ao longo das duas últimas legislaturas, a Constituição do Estado foi alterada sucessivas vezes, sempre se adequando às variadas situações para assegurar a permanência do atual presidente no cargo. Agora, procura-se interpretar a Carta Constitucional de modo a dar amparo esdrúxulo a mais uma candidatura, quando todos os parlamentares que aprovaram o atual Texto Constitucional têm conhecimento que a iniciativa do deputado Raimundo Pimentel ao aprovar a PEC 01/2011, com sua emenda 33/2011, fez parte de negociação com as bancadas para riscar peremptoriamente da Assembleia Legislativa a prática da reeleição permanente, por representar um ato de inadmissível despotismo violador dos mais lídimos preceitos democráticos, entre os quais avulta de importância no caso presente o da alternância de poder.

A defesa de tal conduta – à revelia de conceitos legais primários, em detrimento de uma leitura honesta do Texto Constitucional – desafia não apenas o Poder Legislativo Estadual, mas representa uma afronta a posição do Supremo Tribunal Federal em matérias da espécie, como órgão máximo e regulador das instâncias políticas do País.

Tal situação de vexame e constrangimento reclama uma firme reação, consentânea com os ideais e compromissos democráticos, sobretudo e principalmente para proteger o Parlamento Estadual, aproximando-o dos desejos da sociedade. Para fortalecer a Assembleia, mantendo-a merecedora do respeito dos cidadãos, necessário reafirmar sua legitimidade a partir desse único caminho: a defesa intransigente da democracia, o que se revela impossível com o desrespeito flagrante à lei.

Ações assim justificam o desinteresse crescente do cidadão com a política.

Isso revela – em grande parte – o desprestígio dos partidos políticos, cada vez menos identificados com o cidadão e incapazes de mobilizá-los, estimulando-os a participarem ativamente do processo político, enquanto cai de importância a representação popular representada pelo Parlamento.

Ressalto que, tomando como base a legislatura 2006-2010, e a eleita para os próximos quatro anos (2015-2018), a mudança na Assembleia Legislativa de Pernambuco foi de 71%. Significa que apenas 10 deputados estaduais desse grupo permanecerão na Casa nessa próxima legislatura.

A escolha de novos parlamentares sinaliza para a renovação de comportamento, de postura. Isso precisa também chegar ao comando da Casa.

A Assembleia Legislativa de Pernambuco – de bela história e de nomes tão ilustres como o de Marco Maciel, Jarbas Vasconcelos, Eduardo Campos, Fernando Lyra – não pode se reclusar e ter seu papel secundarizado, tímido, desconhecido pela população.

Muitas medidas, aliadas a uma postura humilde e responsável, se implementadas, dariam força e maior legitimidade à Assembleia. A obrigatoriedade da realização de sessões plenárias em todas as regiões do estado; ferramenta virtual para que seja oportunizado ao cidadão manifestar-se sobre os projetos que tramitam na Casa; a busca permanente pela valorização de seus funcionários; requalificação da Escola do Legislativo, com oferecimento de cursos de preparação para alunos da rede pública de ensino; participação da sociedade civil organizada em sessões plenárias especiais para promover a discussão de temas importantes de interesse da população.

A revisão do regimento interno da ALEPE, com foco em medidas que aproximem a Casa de seu povo, deve ser prioridade para que se cumpra o objetivo de vê-la renovada, sintonizada com o que espera de nós o povo de Pernambuco.

Essa conectividade fortalece a democracia, o sistema representativo, qualifica o trabalho dos parlamentares. O Poder legislativo deve caminhar lado-a-lado com o cidadão, com postura sempre humilde e sensível.

Mandato de dois anos para membros da mesa, sem reeleição. Isso irá permitir a rotatividade entre os deputados, a exemplo do que ocorre com o Poder Judiciário.

A possibilidade de um novo comando para a Casa promoverá, portanto, novas relações, novas experiências e fortalecerá a Instituição.

É amparado por esse sentimento que coloco meu nome para disputar a Presidência da Assembleia Legislativa, num gesto que nasce da indignação com esse estado de ilegalidade que cerca as futuras eleições envolvendo a Casa, mas se aperfeiçoa no compromisso irrestrito com o mandato que me outorgou o povo de Pernambuco, tal e qual, tenho por certo, ocorre no coração e no pensamento dos demais parlamentares que, creio firmemente, irão se aliar a este movimento em defesa da legalidade, da democracia e, em ultima análise, da própria Assembleia Legislativa do Estado de Pernambuco.

O Prefeito de Afogados da Ingazeira, José Patriota, assinou no último domingo (25) a ordem de serviço autorizando o início das obras de reforma e ampliação da Escola Municipal Domingos Teotônio, no Bairro do São Braz.
A Escola já não atende mais a grande demanda da comunidade escolar dos bairros São Braz, de parte do Sobreira e do Conjunto Residencial Laura Ramos. Atualmente, parte dos alunos recebem aulas em espaços anexos alugados pela Prefeitura. O objetivo da ampliação é transferir as nove salas de aula que hoje funcionam em anexos, transferindo-os para a própria escola, garantindo instalações físicas e espaços pedagógicos adequados para Professores e alunos.

A obra será executada pela construtora J&J Carvalho e tem prazo de seis meses para ser concluída. Após a ampliação, a escola terá capacidade para atender 390 alunos por turno. Serão 503 m² de área, com construção de um primeiro andar. A nova escola contará com 13 salas de aula, uma biblioteca, um laboratório de informática, pátio de recreação, banheiros com acessibilidade, além de nova área administrativa.

A dona de casa Damiana Cristina prestigiou a assinatura e declarou estar bastante feliz. "Eu já fui aluna e hoje tenho filhos estudando aqui. Essa reforma não é apenas a construção de um prédio, mas a construção de uma história, a realização de um sonho. Vamos ter uma escola bonita, ampliada, reformada e com melhores condições para receber os nossos filhos," declarou Damiana.

O Prefeito de Afogados da Ingazeira informou que serão investidos na obra recursos da ordem de R$ 353.000,00. "Parte desses recursos são do município e parte são originários do FEM. Estou muito feliz em poder garantir que essas crianças tenham um espaço mais moderno, confortável e apropriado para poderem aprender tudo de bom que essa Escola vai ter para oferecer," declarou Patriota. Prestigiaram a solenidade os Vereadores Augusto Martins e Reinaldo Lima.

1ª Capa

23
Abr2015
Governador diz que está frustrado com violência

Governador diz que está frustrado com violência

O governador Paulo Câmara lamentou, hoje, em discurso no seminário Todos por Pernambuco, em Palmares...

10
Mar2015
Fernando Bezerra nega que tenha recebido "doação" de Youssef para campanha de reeleição de Eduardo Campos

Fernando Bezerra nega que tenha recebido doação de Youssef para campanha de reeleição de Eduardo Campos

O senador Fernando Bezerra Coelho negou, por meio de nota, que tenha pedido ao doleiro Alberto Youss...

09
Mar2015
"O Bolsa Família não leva ninguém à vagabundagem", diz ministra Tereza Campello em entrevista à Rádio Jornal de Recife

O Bolsa Família não leva ninguém à vagabundagem , diz ministra Tereza Campello em entrevista à Rádio Jornal de Recife

A Ministra do Desenvolvimento e Combate à Fome, Tereza Campello, conversou com o comunicador Geraldo...

07
Mar2015
Patriota leva audiência pública sobre iluminação para Congresso da Amupe

Patriota leva audiência pública sobre iluminação para Congresso da Amupe

O Presidente da Amupe e Prefeito de Afogados da Ingazeira Jose Patriota conseguiu transferir desta s...

08
Mar2015
Dilma defende ajustes econômicos feitos pelo governo.

Dilma defende ajustes econômicos feitos pelo governo.

A presidenta Dilma Rousseff defendeu neste domingo (8) as medidas econômicas que estão sendo adotada...

03
Mar2015
Sob comando do PT, Serra Talhada fica de fora do programa Todos por Pernambuco

Sob comando do PT, Serra Talhada fica de fora do programa Todos por Pernambuco

Incorporado pela gestão do ex-governador Eduardo Campos e mantido pelo governador Paulo Câmara (PSB)...

03
Mar2015
Deputado Rodrigo Novaes solicita novas rodovias para o sertão

Deputado Rodrigo Novaes solicita novas rodovias para o sertão

O deputado Rodrigo Novaes (PSD) esteve em audiência com o governador Paulo Câmara para solicitar o a...

23
Fev2015
Justiça Federal bloqueia bens dos envolvidos nos shows fantasmas da Empetur

Justiça Federal bloqueia bens dos envolvidos nos shows fantasmas da Empetur

Os bens dos envolvidos com os shows fantasmas da Empresa Pernambucana de Turismo (Empetur) foram blo...

03
Fev2015
Governo do Estado anuncia corte de gastos em torno de R$ 320 milhões

Governo do Estado anuncia corte de gastos em torno de R$ 320 milhões

Um dos primeiros passos do governador Paulo Câmara (PSB) foi reduzir o número de comissionados de su...

28
Jan2015
Prefeitura de Afogados da Ingazeira vai ampliar Escola Domingos Teotônio no São Braz

Prefeitura de Afogados da Ingazeira vai ampliar Escola Domingos Teotônio no São Braz

O Prefeito de Afogados da Ingazeira, José Patriota, assinou no último domingo (25) a ordem de serviç...

28
Jan2015
Rodrigo Novaes candidato a Presidente da Alepe

Rodrigo Novaes candidato a Presidente da Alepe

O deputado Rodrigo Novaes (PSD) oficializou nesta terça-feira (27), sua candidatura à Presidência da...

28
Jan2015
Serra Talhada: Após encontro com ‘Sebá’, Duque admite que há afinidades entre os dois para 2016

Serra Talhada: Após encontro com ‘Sebá’, Duque admite que há afinidades entre os dois para 2016

Por esta nem os mais apaixonados pelo PT esperavam. O prefeito de Serra Talhada, Luciano Duque, cons...

30
Dez2014
Congresso: sergipanos estão entre os melhores

Congresso: sergipanos estão entre os melhores

Alguns parlamentares de Sergipe se saíram muito bem no "Ranking do Progresso", avaliação a...

30
Dez2014
Wagner quer botar água limpa na ditadura

Wagner quer botar água limpa na ditadura

Futuro ministro da Defesa, o governador Jaques Wagner (PT) cumpriu, nesta segunda-feira, 29, o seu ú...

30
Dez2014
Prefeito de Exu-PE Léo Saraiva anuncia aquisição de mais um ônibus escolar

Prefeito de Exu-PE Léo Saraiva anuncia aquisição de mais um ônibus escolar

Nesta sexta-feira (19) o prefeito de Exu-PE, Léo Saraiva (PTB) anunciou através de sua página no Fac...

30
Dez2014
PESQUISA//Aécio o pior Senador do ano, Humberto Costa entre os piores

PESQUISA//Aécio o pior Senador do ano, Humberto Costa entre os piores

Enquanto o senador Aécio Neves foi classificado no Ranking da revista Veja como o pior do ano pela d...

29
Dez2014
Recife: Enxugamento da máquina em xeque

Recife: Enxugamento da máquina em xeque

Ao estipular a meta de cortar 20% da folha de comissionados antes mesmo de sentar na cadeira de gove...

29
Dez2014
Projetos aprovados: Produção de deputados é pouco expressiva

Projetos aprovados: Produção de deputados é pouco expressiva

Durante a atual Legislatura na Assembleia Legislativa do Ceará, os 46 deputados produziram muitas ma...

10
Mar2015
Ônibus com banda de forró 'Garota Safada' tomba no interior do Ceará

Ônibus com banda de forró 'Garota Safada' tomba no interior do Ceará

uatro pessoas ficaram feridas gravemente em um acidente com o ônibus que conduzia a Banda 'Garota Sa...

29
Dez2014
SEBASTIÃO OLIVEIRA//Pedágio da BR-232 idealizado pelo novo secretário, longe dos planos de Paulo Câmara

SEBASTIÃO OLIVEIRA//Pedágio da BR-232 idealizado pelo novo secretário, longe dos planos de Paulo Câmara

Lendo a coluna de Magno Martins sobre a implantação do pedágio na BR-232, onde a via está cada mais ...

21
Abr2015
Cheia de 1975 no Recife - Uma tragédia em busca de memória

Cheia de 1975 no Recife - Uma tragédia em busca de memória

Prestes a completar 40 anos, a maior catástrofe natural da história do Recife ainda é uma ilustre de...

03
Mar2015
CMST aprova moção de aplausos ao Jornal Desafio pelo álbum de figurinhas que conta a História de Serra Talhada

CMST aprova moção de aplausos ao Jornal Desafio pelo álbum de figurinhas que conta a História de Serra Talhada

A Câmara de Vereadores aprovou por unanimidade na sessão dessa segunda-feira (02), Moção de Aplausos...

28
Dez2014
Em plenária, vereadores de Mirandiba se dizem vítimas de preconceitos

Em plenária, vereadores de Mirandiba se dizem vítimas de preconceitos

Nesta última sexta feira, 26 de dezembro de 2014, o atual presidente da câmara de vereadores de Mira...

03
Fev2015
Dólar sobe a R$ 2,71 e fecha no maior valor desde 16 de dezembro

Dólar sobe a R$ 2,71 e fecha no maior valor desde 16 de dezembro

Em alta pela quarta sessão seguida, o dólar fechou esta segunda-feira (2) no maior valor em mais de ...

26
Dez2014
Ex-gerente Venina Velosa fez parte de conselho de Abreu e Lima

Ex-gerente Venina Velosa fez parte de conselho de Abreu e Lima

A ex-gerente da Petrobras Venina Velosa da Fonseca - que afirma ter alertado o comando da empresa de...

10
Mar2015
Chuva ultrapassa 100 milímetros em alguns bairros de Patos. Houve alagamentos. Veja fotos

Chuva ultrapassa 100 milímetros em alguns bairros de Patos. Houve alagamentos. Veja fotos

Conforme o meteorologista Mário de Miranda Leitão tinha previsto há duas semanas, aqui no Patosonlin...

28
Jan2015
16 cidades do Ceará que sofrem com a seca vão gastar R$ 6,5 milhões no carnaval

16 cidades do Ceará que sofrem com a seca vão gastar R$ 6,5 milhões no carnaval

No Ceará, 16 cidades que sofrem com estiagem prolongada contrariam a orientação do Tribunal de Conta...

Política

23
Abr2015
Governador diz que está frustrado com violência

Governador diz que está frustrado com violência

O governador Paulo Câmara lamentou, hoje, em discurso no seminário Todos por Pernambuco, em Palmares, o recrudescimento da violência no Estado. "A violência diminuiu? Não! Temos tomado providências para fazer...

10
Mar2015
Fernando Bezerra nega que tenha recebido "doação" de Youssef para campanha de reeleição de Eduardo Campos

Fernando Bezerra nega que tenha recebido "doação" de Youssef para campanha de reeleição de Eduardo Campos

O senador Fernando Bezerra Coelho negou, por meio de nota, que tenha pedido ao doleiro Alberto Youssef uma doação de R$ 20 milhões para a campanha pela reeleição do ex-governadro...

09
Mar2015
"O Bolsa Família não leva ninguém à vagabundagem", diz ministra Tereza Campello em entrevista à Rádio Jornal de Recife

"O Bolsa Família não leva ninguém à vagabundagem", diz ministra Tereza Campello em entrevista à Rádio Jornal de Recife

A Ministra do Desenvolvimento e Combate à Fome, Tereza Campello, conversou com o comunicador Geraldo Freire em uma entrevista exclusiva para a Rádio Jornal. Ela adiantou o projeto dos Bancos...

 

Serra Talhada - Pernambuco
Jorna Desafio - O Sertão em 1º lugar
Rua Enock Ignácio de Oliveira nº 1405
Telefone: (087) 3831.2364

Galeria de Fotos

Copyright © 2015 Jornal Desafio - O Sertão em 1º lugar - Todos os Direitos Reservados.Serra Talhada - Pernambuco